Miriam Belchior leva o PAC para o ministério do Planejamento | Fábio Campana

Miriam Belchior leva o PAC para o ministério do Planejamento

Azelma Rodrigues | Valor

Ao tomar posse nesta manhã, a ministra do Planejamento, Miriam Belchior, anunciou que será responsável pela coordenação do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e do programa Minha Casa, Minha Vida. Além de ampliação de investimentos públicos, ela deixou claro que, apesar de uma política de controle fiscal, não vão faltar recursos para melhoria da qualidade da máquina pública.

“Precisamos ampliar os investimentos públicos, mas os gastos de custeio não serão satanizados. Não podemos abrir mão de prestar serviços de qualidade à sociedade. Por isso, acredito que é possível fazer mais com menos”, sustentou.

Miriam Belchior foi sucessora de Dilma na coordenação do PAC desde março de 2010. Com isso, ela tira essa tarefa que nasceu na Casa Civil e carrega para o Planejamento.

Em cerimônia bastante concorrida, Miriam se emocionou várias vezes. Em um dos momentos, chorou ao afirmar que, junto com a presidente Dilma Rousseff e várias outras mulheres do governo, terá a tarefa “de demonstrar que as mulheres podem dividir com os homens a condução do país”. Miriam disse ter recebido de Dilma a responsabilidade de dar ao Planejamento um novo papel, “o de facilitador entre os ministérios para enfrentar os gargalos existentes em cada área”.

Ao agradecer Paulo Bernardo, que deixa o Planejamento para comandar o ministério das Comunicações, Miriam afirmou que, assim como aqueles que precederam Paulo Bernardo na pasta, o governo Luiz Inácio Lula da Silva conseguiu no Planejamento “interromper a política de desmonte do governo brasileiro” por seus antecessores.

Engenheira de alimentos e na administração Lula desde 2003, Miriam chorou de novo ao agradecer o ex-presidente. “Ele [Lula] vai continuar nos guiando”, afirmou. A nova ministra disse que prosseguirá a política de valorização do servidor público e terá entre seus objetivos contribuir para a execução da política de Dilma no sentido de erradicar a miséria, combater as drogas e garantir recursos para a infraestrutura.


2 comentários

  1. Joãozinho
    segunda-feira, 3 de janeiro de 2011 – 18:39 hs

    Essa faz parte da quadrilha faz tempo. É do núcleo duro, sujo e perigoso do PT

  2. CAÇADOR DE PETISTAS
    terça-feira, 4 de janeiro de 2011 – 12:17 hs

    Ainda inssistem em manter esta mentira chamada PAC?

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*