Licença única de mídia terá debate, diz Bernardo | Fábio Campana

Licença única de mídia terá debate, diz Bernardo

O ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, confirmou ontem que há estudos do governo para a criação de licença única para as diversas mídias, como revelou o jornal O Estado de S. Paulo.

Bernardo considerou que a informação do jornal, pela síntese da manchete, sugeriu a muitos que o assunto está decidido pelo governo, o que criou um impacto desproporcional ao estágio do debate.

“Tudo isso ainda será objeto de consulta pública e terá de passar pelo crivo do Congresso Nacional”, disse. E acrescentou: “Conforme ficou claro na matéria, a regulamentação vai ser debatida em ritmo seguro.”


3 comentários

  1. Amelio ral aas
    sexta-feira, 28 de janeiro de 2011 – 12:36 hs

    Conheço o paulo bernardo,ainda solteiro( não tinha ainda ganho na sena ao encontrar a gleise)e fico pensando,não precisa ser inventor da roda para ser eficiente.Como politico de voto,é uma negação,mas para servir a nação,nas mediações e acertos ,hoje é o ministro coringa da republica que se encaixaria em qualquer governo,com a ascenção de sua esposa ,não menos competente,a familia bernardo com certesa,até pela juventude,poderá dar voos mais altos,caso dona gleise se de bem no senado ,que é quase uma certesa

  2. CAÇADOR DE PETISTAS
    sexta-feira, 28 de janeiro de 2011 – 19:06 hs

    Veja só: Aqueles mesmos que saiam às ruas pedindo liberdade de opinião, liberdade de imprensa, fim da mordaça e censura,…no tempo dos militares,.. Agora estão no poder, e detestam críticas! Querem “controlar” a imprensa!
    Já houve quem disse: Nada se parecem tanto como a direita e a esquerda !!!
    Eu, quando jovem, ACREDITAVA que os canalhas, cínicos e hipócritas estavam todos na direita!
    O tempo mostrou-me como são as “coisas” na realidade!

    Os Brasileiros de bem e a oposição precisam úrgentemente acordar para esta maldição chamada PT.

  3. Cajucy
    sexta-feira, 28 de janeiro de 2011 – 22:53 hs

    Sem dúvida, Paulo Bernardo – pelo menos enquanto o PT estiver no comando – mostra força, dinamismo e competência.

    Gleisi – queiram ou não – é também uma renovação na política paranaense.

    Agora, esse negócio de ‘regular’ a mídia lembra o que Chávez tenta fazer na Venezuela; Fidel, em Cuba e outros, mundo afora.

    Acho que o mais importante é fiscalizar os políticos agregados e lutar para fortalecer o poder democrático e Congresso Nacional, este precisa atuar com mais competência e interesse público para se construir uma nova Nação.

    Fora disso, tudo é bazófia ou baralho marcado. Estaria eu enganado?

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*