Governo Federal criará sistema nacional de prevenção de catástrofes | Fábio Campana

Governo Federal criará sistema nacional de prevenção de catástrofes

Segundo informações da Agência Brasil, o governo anunciou nesta segunda-feira (17) a criação do Sistema Nacional de Prevenção e Alerta de Desastres Naturais. A informação da decisão veio depois da reunião da presidente Dilma Rousseff com os ministros da Justiça, Defesa, Ciência e Tecnologia, Integração Nacional e Saúde.

O sistema será montado a partir da modernização dos equipamentos metereológicos como radares e pluviômetros, que tornam mais eficiente a capacidade de prevenção de fenômenos climáticos, como chuvas fortes. E também com mecanismo de alerta para a população de áreas de risco. Ainda será realizado um levantamento geofísico para identificar quais são estas áreas de risco.

Segundo o ministro de Ciência e Tecnologia Aloizio Mercadante, que já tinha antecipado a informação no último dia 08, cerca de cinco milhões de pessoas moram em aproximadamente 500 áreas de risco em todo o país e existem outras 300 regiões sujeitas a inundações.

A perspectiva é de que em quatro anos o sistema de defesa e alerta esteja concluído. As ações serão colocadas em prática de maneira gradual. Mercadante acredita que as áreas mais críticas estarão identificadas até o próximo verão.

De acordo com Fernando Bezerra Coelho, ministro da Integração Nacional, a presidente Dilma Rousseff autorizou o reforço de pessoal para a reestruturação da Defesa Civil. Este reforço acontecerá, provavelmente, por meio da realocação de servidores de outros órgãos.


8 comentários

  1. PARANÁ
    terça-feira, 18 de janeiro de 2011 – 17:34 hs

    SERÁ QUE JÁ NÃO EXISTE?
    SE EXISTIR SERÁ USO POLÍTICO DA TRAGÉDIA.

  2. aposentado
    terça-feira, 18 de janeiro de 2011 – 17:57 hs

    Isso é para acalmar o povo, daqui uns dias nem falam mais nisso.
    Governo populista é assim, vai ter coragem de retirar as pessoas que eles mesmo mandaram invadir essas areas de
    risco.KKKKKKK
    Conta outra demagogos, hipócritas, só nos resta o consolo que um dia eles também estarão embaixo da terra, pena que sepultados com honras.
    Não sei de onde conseguem tanta hipocrisia, é muita cara de pau.

  3. Joãozinho
    terça-feira, 18 de janeiro de 2011 – 18:14 hs

    VÃO CRIAR DE NOVO ??

    Em 2005 já foi CRIADO . Em 2007 RECRIADO.

    AGORA , muda o nome e CRIA NOVAMENTE

    Daquí 2 anos RE-RECRIAM

    Pegam a bufunfa e nada sai do papel = PT

  4. CAÇADOR DE PETISTAS
    terça-feira, 18 de janeiro de 2011 – 19:43 hs

    Porque não pensam em gastar o dinheiro que será aplicado na Copa e olimpiada, em conbstrução de casa po´pular para este povo sofrido?

    O vagabundo populista Lula da Silva, gastou milhões em propaganda política para fazer loby com intuito de eleger a desqualificada quadrilheira Dilma. Enquanto isso milhares de famigerados morrem nas enchentes.

  5. terça-feira, 18 de janeiro de 2011 – 21:01 hs

    ALERTA SOBRE A VERDADE DA TRAGÉDIA

    Leiam e se revoltem!

    http://lilicarabinabr.blogspot.com/2011/01/alerta-sobre-verdade-da-tragedia-leiam.html

  6. Anônimo
    terça-feira, 18 de janeiro de 2011 – 21:15 hs

    Joãozinho, é assim mesmo. Os ladrões do PT sempre recriam para poderem roubar cada vez mais.

  7. Beria
    terça-feira, 18 de janeiro de 2011 – 21:43 hs

    Mas o Luís 51 não criou a mesma isso em 2005?
    Vejam o link http://www.revistajuridica.com.br/content/legislacao.asp?id=7090

    É uma piada o que acontece nesse país!

  8. jobalo
    quarta-feira, 19 de janeiro de 2011 – 12:25 hs

    Ué, isso j á existia no papel, inclusive o governo do rio dedicou 24 milhões para a rede globo , nãao me pergunte porque, o sapo barbudo banalizava tuddo que era serio alias marca registrada do mpessoal do pt, agora essa ai primeiro cria o combate a miséria, que foi o mote do lula em todo o seu governo (recriado), recriando novo prevenção de catastrofes. pelo amor de Deus, estão brincando com a nossa inteligencia.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*