Comandante e Delegado Geral prometem mudanças | Fábio Campana

Comandante e Delegado Geral prometem mudanças

Da Banda B

O Delegado Geral da Polícia Civil do Paraná, Marcus Vinicius da Costa Michelotto e o Comandante da Polícia Militar, Coronel Marcos Schermeta, assumiram o cargo em janeiro prometendo mudanças nas corporações que comandam. Michelotto afirmou que não vai admitir delegacia sem delegado, já Schermeta disse que a população não confia na polícia e isso tem que mudar.


26 comentários

  1. Policial Civil
    sábado, 29 de janeiro de 2011 – 19:12 hs

    Bom, se o Delegado Geral diz que não vai admitir Delegacia sem Delegado, o que me parece óbvio, salvo para os governos que antecederam ao atual, também é inadmissível Delegado sem Investigadores e Escrivães, logo, a Polícia Civil do Paraná deve abrir concurso para, pelo menos, 10.000 policiais até o fim do Governo Richa. Se isto de fato acontecer, o problema da Segurança Pública no Paraná, ao menos em parte, será resolvido. Dito isto, vem o que eu acho: “duvideodóóóóóóóóóóóóóóóóóóóóó”

  2. Parreiras Rodrigues
    sábado, 29 de janeiro de 2011 – 19:18 hs

    Ouvi críticas às declarações de impotência do coronel Schermeta. Estão criticando a sinceridade, a transparência por assim dizer, pois no governo passado, mesmo diante do mesmo quadro de insegurança de hoje, secretário e governador alardeavam o contrário. Aquele papo generalizado da melhor segurança no Brasil, do melhor Porto, da melhor Saúde, da melhor Educação e tome blá, blá, blá.

  3. jr
    sábado, 29 de janeiro de 2011 – 19:27 hs

    Que tal começar com melhores salarios e melhores condições de trabalho para PCs e PMs. Os Delegados e Oficiais ganham Bem mas o resto da Policia tá muito defasado.

  4. Marcão
    sábado, 29 de janeiro de 2011 – 19:37 hs

    Não precisam PROMETER mais, já estão no cargo…agora é preciso AGIR!!!

  5. fiscal de realeza
    sábado, 29 de janeiro de 2011 – 20:26 hs

    E VOCEIS ACREDITAM SÂO REALMENTE INGENUOS

  6. indignado
    sábado, 29 de janeiro de 2011 – 21:24 hs

    é bom mesmo que o delegado geral mude a polícia civil, pois para investigar o coronel foram rápidos, para as centenas de crime sem solução, por favor, só molhando a mão, eta policinha corrupta. Governador acabe com a polícia civil, ou ponha um coronel do bombeiro no lugar do delegado geral. Chega de corrupção e gente que não faz nada por nós. E parabéns à delegada!

  7. Ricardo
    sábado, 29 de janeiro de 2011 – 21:33 hs

    A PC vai ter que fechar muita Delegacia no interior de Estado então já a PM antes de mais nada vai ter que promover a valorização de seu público interno para só depois conseguir a valorização junto ao público externo.
    Para ambos os casos o Estado tem que aplicar muito dinheiro mas estaria disposto a isso???

  8. Rogério Mello
    sábado, 29 de janeiro de 2011 – 21:44 hs

    Gostaria de parabenizar o Delegado Geral da Policia civil Dr. Michelotto, e o Comandante Cel. Schermeta, pois não é fácil assumir funções que vem com um deficit muito grande de material humano e tecnológico, arcar com estas responsabilidades é muito difícil, pois alem de terem que resolver os problema advindos da herança da má administração anterior, eles terão que trabalhar com o mais complicado e difícil que é mexer com o ser humano, com pessoas de todas as especies e com os que são admiráveis e odiados, terão que lidar com as dificuldades perpetradas por seres que só tem como intuito destruir, sacrificar e com o único intuito de levar vantagem sobre o mais fraco.
    Ambos tem tino e perfil administrativo, e terão que se debater, improvisar e solucionar problemas, inclusive de outras corporações, como é o caso do ministério publico GAECO, que tem objetivos próprios o trabalho de combate ao crime organizado, mas estes são criados sem a estrutura própria, e ai começam a depender da mão de obra de outros órgãos e fazem de forma errônea, e depois quando é imprescindível que se corrija erros, que são perpetrados de maneira da cordialidade entre pastas, começasse a melindrar organizações que não podem ficar fazendo empréstimo de pessoal porque é ilegal, quando criaram o GAECO, deveriam ter previsto a utilização de mão de obra de pessoas que iriam investigar, e assim criar uma carreira em quadro próprio, para que estes pudessem e tivessem o poder de polícia e poder de prender os investigados.
    A carreira para trabalhar neste órgão seria de Oficial de polícia do Ministério Publico.
    Assim, hoje não haveriam comentários, maldosos com relação a atos do Governador e dos Secretários e Delegados e Comandantes, quando estes tivessem que tomar medidas corretas na área administrativa.

  9. sábado, 29 de janeiro de 2011 – 21:58 hs

    CONCORDO,,TOTAL APOIO AOS SENHORES,,ENTÃO VAMOS COMEÇAR POR CAMPO MAGRO QUE TEM UMA POPULAÇÃO DE TRINTA MIL HABITANTES,,E PRECISA SIM DE UM DELEGADO E EQUIPE ATUANTES………………………………………….

  10. paranagua
    domingo, 30 de janeiro de 2011 – 0:11 hs

    Nao entendo, falam tanto em segurança publica, e nao fazem nada, pois tem um concurso aberto da policia civil onde tem 2400 aprovados e governo nao admite os aprovados, isso é um absurdo
    Pq nao contrata todos?

  11. Christiano Fernandes
    domingo, 30 de janeiro de 2011 – 1:41 hs

    Sinceramente. Os Comandantes-Mor de cada uma das instituições ao afirmar tais coisas, antes, deveriam fazer como fará o ilustre Flávio Arns. Visitar todos os municípios e escutar os homens de linhas de frente para verem in loco como os quarteis e delegacias “estão muito fartos. Farta tudo e de tudo”. Logo, como mudar algo sem algo mudar nesse aspecto? A começar pelos carceres lotados nas delegacias; A questão das moradias dos homens de frente das respectivas Polícias, aproveitando novas e inúmeras vilas residênciais tipo, “Minha Casa, Minha Vida”; Ofertar um tratamento psicológico continuo para cada policial que se envolver em ação que tenha tido tiros disparados; Os respaldos jurídicos que os policias se necessitarem, hoje, que contratem particularmente, mesmo para responderem ocorrências em horas de plantão; A partir desse check, daí sim, poderão exigir mais dos policiais.

  12. CLOVIS PENA -
    domingo, 30 de janeiro de 2011 – 5:13 hs

    Passamos a fase eleitoral, em que ficam claras as intenções e os eleitores escolhem e votam.
    Agora, o momento é de execução e as intenções devem ser substituídas pelo cumprimento das propostas, em um cronograma da ação, a começar pela implantação da nova emenda constitucional até abril.
    Para sair da teoria, lembro novamente que isto não será uma realidade sem ORÇAMENTO. Nele é que se comprovam as prioridades de um governo.
    O povo, que já votou, acompanha e só pode desejar muito sucesso aos novos gestores, pois deles espera resultados positivos para o alcance das soluções prometidas.

  13. domingo, 30 de janeiro de 2011 – 8:00 hs

    Parabéns ao Delegado Geral da Policia civil Michelotto, e ao Comandante Geral da Policia Militar Coronel Schermeta pela sinceridade junto ao público das dificuldades encontrada na segurança pública. Os dirigentes da Segurança Pública do Paraná devem pensar na valorização dos policiais, no ambiente saudável, hoje os nossos amigos policiais convivem com presos doentes, prédios velhos, insalubridade na maioria das delegacias que tem carceragem. Os policiais estão sem perspectivas de melhoras, as promoções sob apreciação judicial, os salários aquém do razoável comprada com as polícias judiciárias a nível federal (PRF, PF, PMDF), falta de efetivo para atender bem a população, a maioria dos boletins de ocorrências não tem solução que o povo almeja, são arquivados por falta de pessoal para trabalhar na investigação. O que precisamos, uma polícia moderna, com sede própria, delegacias projetadas para atender bem o público, e o policial ter acesso as informações sem censuras governamentais (por decreto o Ex Gov Requião fez filtro na internet), usando seu login e sendo responsabilizado pelo uso indevido. O treinamento permanente, uso da arma, treino de tiro, ativação dos tele centro na Escola da Policia Civil (EAD – Ensino a Distância – SENASP), Cursos importante, como Busca e Apreensão Policial, Investigação policial I e II, Atendimento ao local de crime, lavagem de dinheiro, atuação policial frente aos grupos vulneráveis, enfrentamento da exploração sexual da criança e adolescente, identificação veicular, uso progressivo da força, e outros disponíveis na rede, com 60 horas de duração cada um. Os veículos disponíveis para a policia civil devem ser de várias marcas, assim como as placas não devem ser de lote, pois identifica os veículos policiais. O atendimento da população por todas as delegacias 24 horas, os flagrantes poderia ser feito nos CIACs, com delegados, e escrivães já pronto para conduzir o trabalho, e liberar rápido as equipes da Policia Militar para o patrulhamento preventivo. A Segurança publica tem soluções, e ora de agir.

  14. Xhyko
    domingo, 30 de janeiro de 2011 – 9:25 hs

    Quanto a moralizar a policia, para que tenha um minimo de credibilidade, ninguem toca no assunto.
    Delegacia que não tem delegado é sinonimo de cidade sem jogo de bicho.

  15. Luiz Carlos
    domingo, 30 de janeiro de 2011 – 13:20 hs

    Acredito muito no trabalho do Coronel Schermeta e espero que ele realmente abrace a causa de moralizar a Policia Militar em Geral, o que não terá muita dificuldade quanto a isso, desde que ele não seja pau mandado de politicos que não entendem nada de segurança publica e só atrapalham. A Policia Militar ainda é um órgão que a população ainda deposita maior credibilidadade apesar dos problemas, fato este comprovado na cidade onde moro. Quanto a policia Civil o novo Delegado Geral com certeza terá mais dificuldade em moralizar (não é impossivel) mesmo por que os policiais atuais estão contaminados por aquela cultura do passado. Vejo Delegados novos dando um verdadeiro Show em Delegados antigos, tanto que confio mais em um Delegado de 25 anos que em um Delegado de 50 anos. Acredito na renovação e que os novos lideres das duas policias sejam realmente felizes nessas mudanças.

  16. PAULO FILHO
    domingo, 30 de janeiro de 2011 – 14:28 hs

    NA VERDADE É QUE OS PRAÇAS DA PMPR, PRECISAM É DE MELHORES CONDIÇOES DE TRABALHO, ESCALA DE 24X48 É COMPLICADO JÁ ESTRAPOLA A CARGA HORÁRIA SEMANAL EU ENTENDO QUE É INCOSTITUCIONAL, ISTO PRECISA SER VISTO COM CARINHO, ISTO SÓ ACONTECE AQUI COM OS PRAÇAS, OUTROS ORGAOS, COMO RECEITA ESTAD. E OU PRF. ETC. ESCALAS DE 24X72.

  17. Xhyko
    domingo, 30 de janeiro de 2011 – 14:35 hs

    É tanto parabens aos delegados e comandantes que poriam os “datenas” da vida no chinelo, em materia de elogios ou baba ovos

  18. zedopovo
    domingo, 30 de janeiro de 2011 – 15:23 hs

    Os concursados tem que ser chamados já…………….tão esperando o que. Enquanto isso os antigos delegados ficam esperando a compulsória, ocupando vaga de quem realmente está afim de correr atras de bandido. APOSENTA OS VELHOS E CHAMA OS NOVOS ………………VAMO BETO………………

  19. Jones Mendes
    domingo, 30 de janeiro de 2011 – 16:02 hs

    Bom, o governador Beto Richa disse que Segurança Pública é sua prioridade número um.
    Agora é a hora de ver como suas prioridades são tratadas. Torço muito para que recuperem a PC e a PM do déficit histórico de policiais e com esse policiais venha um novo modo de fazer Segurança Pública no estado, pois o que houve até agora não parece ter funcionado.

  20. Capao da Imbuia
    domingo, 30 de janeiro de 2011 – 17:38 hs

    E O JOGO DO BICHO VAI CONTINUAR LIBERADO……..

  21. Mustafah
    domingo, 30 de janeiro de 2011 – 19:39 hs

    A Polícia Cvil do PR precisa se estruturar como polícia judiciária de verdade, com delegados em todas as comarcas, escrivães e investigadores, então o aumento do efetivo é primordial, a PM tá tão perdida, que nao é somente o problemas de pessoal, a corrup;cão tá tomando conta, oficiais que não trabalham e politicagem, a missão do governador é dificil, mas necessária, tem de limpar as policiais paranaense

  22. Sr. Pedro
    segunda-feira, 31 de janeiro de 2011 – 0:10 hs

    Digam QUANDO vai mudar, ate porque fazem uns 12 anos que dizem que VAI MUDAR e até agora……………………………………..

  23. Patricia
    segunda-feira, 31 de janeiro de 2011 – 7:43 hs

    “Capao da Imbuia” nao se engane. É o proprio jogo do bicho que financia as delegacias. Os bicheiros compram computadores, material de limpeza e até combustiveis para os DPs, já que o governo não o faz. É esse o acordo.

  24. JOCA
    segunda-feira, 31 de janeiro de 2011 – 9:18 hs

    Prezados:
    Coronel – Que tal esvaziar o Quartel Geral, que tem funcionarios demais e serviço de menos na área administrativa?
    Delegado – Faça uma visitas as delegacias do interior e veja se encontra uma que esteja em condições humanas de trabalho e atendimento ao publico!
    Salário ? A PMPR está reclamando de barriga cheia !!!

  25. aposentado
    segunda-feira, 31 de janeiro de 2011 – 10:54 hs

    Sugestão para mudança, rodizio de todos os policiais de dois em dois anos, e prefencialmente para cidades distantes.
    Não criam vínculos.

  26. Wilson Junqueira
    segunda-feira, 31 de janeiro de 2011 – 11:10 hs

    Gente, durante a campanha o Beto divulgou um plano para a segurança, certo? certo! E porque que não se fala mais nisso? O Secretário fala que vai fazer isso e aquilo, o Delegado Micheloto e o Cel Scheremeta tb falam; será que esqueceram que tem um compromisso do Governador? E registrado em cartório?
    Acho que nem sabem que ele existe……

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*