Beto exonera todos os ocupantes de cargos comissionados | Fábio Campana

Beto exonera todos os ocupantes de cargos comissionados

Ora, pois, como a tigrada do antigo governo não desocupa os cargos em comissão, o governador Beto Richa se viu obrigado a exonerá-los em massa para poder nomear as pessoas que merecem a sua confiança.

Cargo em comissão é cargo de confiança. O mínimo que se espera de um comissionado é a exoneração, atitude digna de quem serviu outro governo e agora deve voltar à planície.


21 comentários

  1. CIDADÃO
    terça-feira, 4 de janeiro de 2011 – 20:53 hs

    Cuidado Governador Richa. Se todos os Cargos ditos de confiança, não comparecerem para o trabalho amanhã, o senhor terá sérios problemas. Existem Autarquias (Secretarias, etc) que simplesmente não irão funcionar. Se quizer ver pra crer…

  2. valéria bassetti prochmann
    terça-feira, 4 de janeiro de 2011 – 23:56 hs

    Infelizmente falta compostura a muitas pessoas nesses momentos, criando um constrangimento absurdo. Antigamente e lá onde fui educada, quem ocupasse cargo em comissão tinha a decência de “colocar o cargo à disposição” sempre que um governo terminava e outro se iniciava, como também sempre que um novo dirigente começava sua gestão à frente de uma pasta ou órgão. É uma questão de dignidade, já que esses cargos são de indicação política e não de carreira, por isso mesmo sua natureza é transitória e não estável. Porém, a essência da discussão é que o Brasil tem um abominável excesso de cargos comissionados em todos os níveis e poderes, situação esta que compromete a eficiência da própria máquina pública e a qualidade dos serviços à população. É inacreditável que funções como jornalista, por exemplo, sejam exercidas em comissão, quando deveriam ser de carreira, por concurso público, por mérito. Cargos comissionados deveriam ser reduzidos ao mínimo necessário para aqueles que dirigem as pastas e os órgãos e uns poucos assessores de alto nível – daí a denominação “direção e assessoramento superior – DAS”. Todos os demais servidores deveriam ser concursados e protegidos de perseguições políticas, uma vez que cumpram seus deveres funcionais com dignidade e correção. Tal preceito reduziria o “custo Brasil”, pesado e caro para quem sustenta a máquina pública – o contribuinte – e recebe serviços medíocres da maioria dos órgãos. Certa vez, conversando com meu cunhado Paulo Piasecki, questionei: “Mas como o Siate, por exemplo, consegue ser eficaz mesmo com poucos recursos e salários baixos?” ao que ele respondeu: “O Siate é militar!”

  3. Tinho
    quarta-feira, 5 de janeiro de 2011 – 0:40 hs

    O QUE O GOVERNADOR BETO RICHA TEM QUE CORTAR
    IMEDIATAMENTE É O USO DE CARROS OFICIAIS. PORQUE
    AS CHEFIAS E DIRETORIAS NÃO VÃO TRABALHAR COM SEUS
    VEÍCULOS PARTICULARES. DIREITOS IGUAIS PARA TODOS.
    O FUNCIONÁRIO COMUM TEM QUE PEGAR ÕNIBUS, PORQUE
    NEM DE CARRO PODE IR, POIS OS SALÁRIOS SÃO BAIXOS
    DEMAIS.
    MORALIZAÇÃO JÁ.

  4. SemNocao
    quarta-feira, 5 de janeiro de 2011 – 5:49 hs

    Quanta besteira foi dita.
    Basta olhar o site da Casa Civil em Legislação / Decretos
    Houve diversas exoneração pertinentes, mas não se deve
    exonerar todos os membros de cargos comissionados:
    Há o princípio da continuidade do serviço público.

    Só mostra que aqui ninguém entende de direito administrativo.
    O Beto disse uma besteira e os ignorantes repetiram como
    se fora a mais pura verdade.
    Para cargo de confianção a demissão é ad nutum,
    basta o Beto dizer no Decreto quem vai ocupar qual cargo.

    Alguns diretores delegados e assessores podem até ser responsabilizados caso abandonem os cargos sem o devido
    decreto de exoneração (apesar desta palavra ter um significado pejorativo para a população, na verdade ela simplesmente significa a troca normal de Cargos de Chefia e assessoramento).

    A culpa foi do Beto mesmo, que ainda não tem todos os nomes para substituir os atuais, (pois se tivesse já no dia primeiro todos os cargos estariam ocupados) Enquanto o Beto não se decide em quais cargos do terceiro escalão ele ou sua base vai interferir, tiveram que fazer este decretão de exoneração….

  5. alceu
    quarta-feira, 5 de janeiro de 2011 – 7:47 hs

    E AS SINDICÂNCIAS ABERTAS NO GOVERNO PASSADO NA COMUNICAÇÃO, TV EDUCATIVA, ETC. TAMBÉM FICARÃO NO ARMÁRIO?

  6. justa
    quarta-feira, 5 de janeiro de 2011 – 8:39 hs

    FINALMENTE ESSES ADVOGADOS COMISSIONADOS, QUE ALEGAVAM SER ADVOGADOS DO REQUIAO, TERAO DE ARREGACAR AS MANGAS E CAIR FORA. NOTICIA BOAAAAAAAAAAAA.

  7. Betinho
    quarta-feira, 5 de janeiro de 2011 – 9:27 hs

    Ledo engano de quem acredita que a exoneração significa limpeza. É claro que alguns (aqueles que não em QI forte=mais humildes e alguns que foram em governos anteriores) perderão o emprego, mas a grande maioria filho do tal, amigo do tal, primo do fulano, namorado da fulana, alguns que foram nos governos anteriores, outras que nunca foram, alguns que foram da Prefeitura, etc. etc. arrumarão um jeito de se encostar novamente, agora no escalão estadual, sejam honestos ou não, condenados ou não condenados pela justiça.

  8. quarta-feira, 5 de janeiro de 2011 – 9:54 hs

    PARABÉNS BETO RICHA TEM QUE LIMPAR A ÁREA PARA O
    PESSOAL QUE ESTEVE NA CAMPANHA DO SENHOR.
    QUERO SABER AQUI NA A.P.P.A. TEM MUITA GENTE QUE
    QUERIA VER BETO RICHA DERROTADO, E AGORA QUER
    PERMANECER NOVAMENTE. GOVERNADOR BETO RICHA
    OLHO NAS NOMEAÇÕES DE CARGOS DO PORTO DE PGUA.

  9. quarta-feira, 5 de janeiro de 2011 – 9:56 hs

    GOVERNADOR BETO RICHA AQUI NO PORTO DE PGUÁ, TEM
    QUE LIMPAR A ÁREA, PERGUNTE PARA O ALCEUZINHO MA-
    RON DAS NOMEAÇÕES,OK.

  10. quarta-feira, 5 de janeiro de 2011 – 10:03 hs

    SERIA MUITA SACANAGEM NOMEAREM PESSOAS QUE VO-
    TARAM E TRABALHARAM AQUI NO PORTO DE PGUÁ PARA
    OSMAR DIAS E DEIXAR PESSOAS QUE LUTARAM BRAVAMEN
    TE O NOME DE BETO RICHA, CHEGA DE PMDB PDT E PT NO
    PORTO DE PARANAGUÁ.

  11. carlos
    quarta-feira, 5 de janeiro de 2011 – 10:14 hs

    esse povo deveria ter no minimo diginidade pra ser exonerado pelo proprio governo que os nomeou,e não ficar tentando se ajeitar com a oposição tenham vergonha nessa carra meu povo….

  12. Ricardo
    quarta-feira, 5 de janeiro de 2011 – 12:13 hs

    Os cargos pequenos (quando falo disso, me refiro às pessoas que têm o símbolo 9C e não aos DASs. que são dados, na maioria das vezes, para apadrinhados incompetentes).
    Tanto aos bem aquinhoados como aos bagrinhos, a participação nas campanhas é OBRIGATÓRIA. Distribuir folhetos nas esquinas ser compelido a buscar votos em terminais e vizinhança é sempre pedido com chantagem: “se não participar …”.
    Não resta alternativa a eles.
    Agora, cargos de médio e alto escalão, por favor, é uma questão, moral, ética, hombridade e tantos outros adjetivos, de colocar-se à disposição para o que está assumindo.

  13. cesar
    quarta-feira, 5 de janeiro de 2011 – 14:24 hs

    DESCULPEM, EM TODOS OS GOVERNOS HÁ PESSOAS SÉRIAS, E NÃO VAI SER DIFERENE AGORA. MAS EM TODOS OS GOVERNOS TEM OS CHUPA CABRAS, OS DIAS DIRÃO, VERÃO…

  14. OSSOBUCO
    quarta-feira, 5 de janeiro de 2011 – 16:10 hs

    Grande engogo essa matéria, pois sempre que um novo governo assume os cargos em comissão são exonerados para que o novo governante possa nomears os seus.
    No caso do Beto devemos pressupor que vem mais parentes por aí!

  15. luafe@bol.com.br
    quarta-feira, 5 de janeiro de 2011 – 18:25 hs

    A Coordenadora do DET que durante o expediente entregava panfleto para o Osmar e ameaçava quem ela imaginava que votaria no Beto, agora diz que vai ser Chefe…. Exigimos mudança…. explicações sobre ARCAFAR e viagens não explicadas…

  16. Comandante
    quarta-feira, 5 de janeiro de 2011 – 19:12 hs

    Como eu já falava….Pessutão vai pra casa…Nos seus parcos meses de Governo, só vimos raspar o dinheiro público em troca de votos…

    Governador Beto Richa….já que quer reduzir em 15% as despesas, que tal mandar fazer uma auditoria nas Universidades Estaduais, principalmente em suas estruturas organizacionais e suas Fundações….são tantos doutores e mestres fora das salas de aula e ocupando cargos administrativos, que já virou piada….em cada porta de uma Universidade Estadual existe Um CHEFE de estagiários…….

    Olha, poderia reduzir em 30% tais despesas……

    Fale como sugestão….

  17. iml
    quinta-feira, 6 de janeiro de 2011 – 16:18 hs

    e o pior é que a intervenção do iml queria continuar , o cara de 8 anos do antigo governo mamou 7 na teta e não queriam sair , oque arrumaram o que melhoraram no iml ninguem foi preso nada mudou ainda ontem estive la , só na camara fria tem mais de 50 cadaveres um em cima do outro , e em todo o interior falta até material de limpeza ,e para integrar um oficio iam de caravana só pra ganhar diarias e os ‘ interventores’ estão la na operação ganhando diarias e passeando com o dinheiro publico , quero ver se eles prestar contas do dinheiro que foi gasto esses 3 anos , parabens SENHOR, BETO RICHA

  18. antonio carlos
    sexta-feira, 7 de janeiro de 2011 – 16:32 hs

    O serviço público deveria ser exercido só porque quem é servidor público, submeteu-se a concurso público, foi aprovado. Mas a realidade não é esta. Estes tais Cargos Comissionados dificilmente são preenchidos sem o dedo de algum político, e é aí que a coisa começa a não funcionar direito. Esta choradeira de que muito CC trabalha muito porque o servidor público trabalha pouco, é mentira. De que muito CC ganha 1000,00 reais por mês é também papo-furado. Está ganhando pouco? Então mude de emprego, mude para um onde ganhe mais, e trabalhe menos. Todo novo governo é a mesma história, a tigrada CC não quer largar o osso, porque sabe que vem outra tigrada para substituí-la. E que saudades daquele tempo em que fingia ser servidor público.
    Aí sai e fica falando mal da gente. Quer ser servidor público? Quer mesmo? Então passe no concurso. Isto você não quer, não é. Então se ferre, fique chorando e morrendo de saudades . ACarlos

  19. elaine
    segunda-feira, 10 de janeiro de 2011 – 12:58 hs

    Gostei muito da materia, meu esposo tem um cargo comissionado o qual não ultrapassa os R$ 1.010,00, muitas vezes trabalha de domingo a domingo sem ganhar 1,00 de hora extra e aqueles que alem de terem ja o salario como funcionario do estado ainda tem mais um por fora que é o cargo em comissão, chegando a ganhar mais de R$ 8.000,00, sem fazer nada e alem do mais ganham hora extra sem trabalhar, pois que faz o serviço pesado mesmo são os orelhas secas dos cargos baixo em comissão. Mas isso não ira mudar nunca sempre vai haver essa podridão na politica.
    No governo do Beto não vai ser diferente, ou seja os que trabalham realmente vão sair e os que costumam mamar na teta do governo sem fazer nada continuarão sem fazer nada e ganhando salarios altos.

  20. CIKA
    terça-feira, 11 de janeiro de 2011 – 13:23 hs

    ESSE PERÍODO ME DÁ 3 TIPOS DE NOJO.
    A PROSTITUIÇÃO DE VALORES QUE ACONTECEM NESSA EPOCA PELO CARGO PUBLICO, TALVEZ SEJA A CARACTERISTICA MAIS DECADENTE QUE JÁ SE VIU NO MERCADO DE TRABALHO.

  21. LEAD
    quarta-feira, 26 de janeiro de 2011 – 12:08 hs

    Os processos tão tudo parados!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*