As opções que dividem o PMDB nativo | Fábio Campana

As opções que dividem o PMDB nativo

Roseli Abrahão – Jornal Horahnews

A 21 meses das eleições para a escolha do novo prefeito de Curitiba, o PMDB se vê diante de três alternativas: apoiar a reeleição do prefeito Luciano Ducci, trazer de volta ao partido o deputado Gustavo Fruet, ou lançar uma chapa com o PT, tendo o senador Roberto Requião como candidato a prefeito e o deputado Angelo Vanhoni como vice.

Das três alternativas, a que tem maior possibilidade é o apoio a Ducci, afirma o presidente do PMDB de Curitiba, Doático Santos. Segundo ele, a volta de Fruet é difícil até em função da campanha “raivosa” que ele fez contra Requião nas eleições ao Senado, no ano passado; e seria difícil a chapa Requião/Vanhoni, já que os dois ainda não se “sensibilizaram” que esta seria a maior cartada da oposição.

Todas essas questões serão debatidas no congresso que o PMDB de Curitiba irá realizar no dia 29 de março (data do aniversário da cidade).

Mea-culpa
Doático admite que há um grupo que defende a volta de Gustavo Fruet ao PMDB.

Entre os que defendem, o ex-secretário de Relações com a Comunidade, Milton Buabssi.

— O Gustavo só tem chance de voltar se fizer uma autocrítica, se fizer mea-culpa, disse Doático.
Pesa contra o tucano não apenas a campanha contra Requião, mas a oposição aos governos Lula e Dilma, segundo Doático.

Bom relacionamento
O dirigente peemedebista atesta que é “muito bom” o relacionamento com o prefeito Luciano Ducci.

Doático lembra que ele e o senador Roberto Requião sempre foram próximos, e que Ducci apoiou sua reeleição ao governo do Estado.

Beto, o complicador
O que pode ser um “complicador” no apoio do PMDB a Ducci é sua ligação com o governador Beto Richa, segundo Doático.

A não ser que esta aliança seja rompida, o que é possível desde que o PSDB lance candidato próprio a prefeito.

O PSB de Ducci integra a base do governo Lula, assim como o PMDB, e uma aliança entre os dois partidos seria viável.


2 comentários

  1. Motoqueiro Infernal !
    sexta-feira, 28 de janeiro de 2011 – 9:02 hs

    Senhores e senhoras de plantão! O coringa está à mesa, mas o naipe não foi citado ainda…

  2. Simplicio Figueira
    sexta-feira, 28 de janeiro de 2011 – 14:36 hs

    É tudo que os partidos anti-PT e PMDB querem. O Requião de candidato a prefeito de Curitiba, faz menos votos que o reitor (esqueci o nome…pra ver o quanto importante foi essa figura).

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*