WikiLeaks: EUA fez lobby para compra de aviões pelo Brasil | Fábio Campana

WikiLeaks: EUA fez lobby para compra de aviões pelo Brasil

Do Terra

A venda de caças para a Força Aérea Brasileira motivou autoridades americanas a fazerem um lobby e entrarem na disputa em uma das maiores licitações já feitas pela Aeronáutica.

Segundo documentos divulgados pelo site WikiLeaks neste domingo (5), a ministra-conselheira da embaixada americana em Brasília, Lisa Kubiskie, reconhece a vantagem da França na possível compra pela negociação direta do gabinete do presidente francês Nicolas Sarkozy. O governo Lula já sinalizou preferência por um modelo francês, o Rafale, que, segundo relatado por Kubiskie em uma das correspondências, usam “argumentos enganosos, senão fraudulentos”.

Um dos trechos dos documentos revela recomendações da embaixada: tornar o relacionamento do Brasil com os Estados Unidos mais “pessoal” pra competir com a França, aproveitar o “bom contato com (Ministro da Defesa, Nelson) Jobim”, “ligações entre os presisdentes (Barack) Obama e Lula” e “visita da secretária (de Estado, Hillary) Clinton ao País”.


Até o comandante da FAB, Juniti Saito, teria sido alvo do lobby. Segundo os documentos, em encontro com o ex-embaixador americano Clifford Sobel, Saito indica sua preferência por equipamentos americanos. “Voamos no equipamento americano há décadas e sabemos que é confiável e que sua manutenção é simples e oferece bom custo/benefício”, teria dito Saito, conforme relatado no documento. O comandante teria ainda pedido uma carta “assegurando transferência de tecnologia” até o “dia 6 de agosto”.

O futuro ministro das Relações Exteriores do governo de Dilma Rousseff, Antonio Patriota, também é citado em um dos documentos. Em uma reunião com o atual embaixador dos EUA, Thomas Shannon, sobre o assunto, Patriota teria dito que a “não há decisão (de compra) tomada”.


6 comentários

  1. Borduna
    domingo, 5 de dezembro de 2010 – 19:56 hs

    Nada de errado nisso. Businss is business……

  2. Vanessa
    domingo, 5 de dezembro de 2010 – 22:00 hs

    Nada do que o WikiLeaks revelou é grande novidade. O lobby é atividade normal nos EUA tanto nas relações internas como externas. Que os países do Foro de São Paulo são contra os EUA também não é novidade nenhuma.
    O WikiLeaks só mostra obviedades! Nada de +!!

  3. antonio carlos
    segunda-feira, 6 de dezembro de 2010 – 11:56 hs

    A arrogância amerciana vai custar-lhes muito caro. Mas a embaixadora mente, porque os americanos querem vender o que eles querem vender, porém o que nós queremos comprar, não. Os aviões franceses não são aquela maravilha, mas melhor um frances do que nenhum. ACarlos

  4. antonio
    segunda-feira, 6 de dezembro de 2010 – 13:15 hs

    Lobby? Digam logo…comi$$ão, quem vai pagar a mais gorda é que vai levar.

  5. TIRIRICA - EU SOU ALFABETIZADO
    segunda-feira, 6 de dezembro de 2010 – 18:14 hs

    Para mim, nem o avião francês e nem o americano, O melhor é o Suéco. Tem uma boa tecnologia e com toda a tecnologia a nosso dispor. Pois a proposta segundo até onde eu sei é de desenvolvimento em conjunto do produto. Isso quer dizer. Tudo que for novidade lá na Suécia será aqui também.
    Suéco neles, e vamos que vamos.

  6. Pedro Malazartes
    segunda-feira, 6 de dezembro de 2010 – 21:18 hs

    Tô prá dizer que nesse negócio ai tá rolando outra moeda…

    Não manda o costume comercial comprar pelo menor preço mas a melhor mercadoria? Móde o que essa fixação nos caça franceses?

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*