Prefeituras paranaenses terminam 2010 no vermelho | Fábio Campana

Prefeituras paranaenses terminam 2010 no vermelho

AMP estima que 70% dos municípios passam por dificuldades financeiras e TCE prevê déficit acumulado de R$ 153 milhões

JORNAL DO ESTADO – Silvio Rauth Filho

Dezembro é época de contenção de despesas na maioria das prefeituras paranaenses. Para conseguir quitar o 13º salário para os funcionários, prefeitos estão deixando de pagar fornecedores, cortando horas-extras e dispensando cargos comissionados. Segundo o presidente da Associação dos Municípios do Paraná (AMP), Moacyr Elias Fadel Junior (PMDB), cerca de 70% dos 399 municípios do Estado passam por dificuldades no final de 2010.

“A situação não é diferente de outros anos”, diz Fadel Junior, que é prefeito de Castro. O principal problema, segundo ele, foram os repasses do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). “Tivemos uma redução de 4% no FPM em relação ao ano anterior. Não se confirmou a previsão de crescimento de 12% do Ministério do Planejamento”, comenta.

O Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR) apresentou na semana passada um estudo sobre a situação das prefeituras paranaenses. Foram analisados 289 dos 399 municípios (81% do total). A base de 2010 inclui dados de janeiro a agosto. Há notícias positivas e negativas. A positiva é que as prefeituras investiram mais – um total de R$ 793 milhões nesses oito meses. A negativa é que o TCE estima que esses municípios acumulem, no fim de 2010, um déficit primário de R$ 153 milhões.

A preocupação com a situação financeira não fica apenas no Paraná. A Confederação Nacional de Municípios (CNM) decidiu que todos as prefeituras do país devem paralisar hoje (terça-feira) suas atividades – exceto os serviços de saúde. O objetivo do ato político é apelar ao presidente Lula que não vete o projeto de lei, já aprovado na Câmara dos Deputados e no Senado, que distribuiu os royalties do petróleo a todos os municípios do país. Hoje, os royalties ficam apenas com os estados e municípios produtores. “Lutamos pela redistribuição dos royalties por uma questão de justiça tributária, federativa, fiscal, da Constituição que diz de quem é a propriedade dos Royalties em alto-mar”, afirma o presidente da CNM, Paulo Ziulkoski. Lula já manifestou publicamente que vai vetar o projeto.

“O presidente tem um histórico de parcerias construídas com os Municípios nos últimos anos. Não acreditamos que ele termine o seu mandato com essa atitude que prejudique milhares de Municípios”, diz Ziulkoski.


5 comentários

  1. Fabi
    segunda-feira, 20 de dezembro de 2010 – 12:46 hs

    termina no vermelho porque incham a maquina com um bando de incompetentes em cargos de confianças!

  2. rude
    segunda-feira, 20 de dezembro de 2010 – 14:15 hs

    Talvez se o orçamento destinado aos municipios fossem utilizados em seus respectivos lugares prioritários como: saúde, educação, e outros que sejam em beneficio da população de um modo geral, quem sabe o Recurso R$ dê, o que se vê é muita gastância com publicidade e feitos para aparentar uma boa administração, e trabalho que é bom muito pouco!!!!…..

  3. Amelio ral aas
    segunda-feira, 20 de dezembro de 2010 – 17:40 hs

    Se fossem diretores de empresas,teriam sido demitidos na primeira semana,mas como escolhidos pelo arrependido povo,deitam e rolam e nao estao nem ai com as finanças do municipio,ja tem vereador de cidadezinha achando que deveria ter jatinho particular para visitar as bases,agiilisando sobraria tempo maior para faser leis idiotas ou pensar em novos impostos, a criatividade dessa gente é tanta,que no proximo mandato conseguem ser votados de novo,pprecisamos de uma nova materia nas escolas,aprender separar os maus politicos dos bons

  4. jardel
    segunda-feira, 20 de dezembro de 2010 – 22:30 hs

    Eu sei porque tem um prefeito do PT na cantu que está construindo um supermercado so com seu salário, deve ser por isto que esta no vermelho, e o engraçado que ninguem faz nada pra investigar de onde sai a verba p construçao , e as ruas cheias de buracos e sem iluminação a cidade está as escuras

  5. Marcelo
    terça-feira, 21 de dezembro de 2010 – 17:53 hs

    pergunta pro zeca dirceu, ele mesmo, filho do home, se faltou recurso pra cidade q ele era prefeito, mas nao ten nada de masi é pura coicidencia…………………………….

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*