Ficha limpa na administração pública | Fábio Campana

Ficha limpa na administração pública

O governador eleito Beto Richa pediu ao futuro procurador geral do Estado, Ivan Bonilha, a elaboração de um projeto de lei que será submetido à aprovação da Assembleia Legislativa para impedir a nomeação, em cargos públicos do Estado do Paraná, de pessoas condenadas por crimes contra a administração pública.

A proposta deve ser uma das primeiras a ser encaminhada aos deputados estaduais, a partir de 15 de fevereiro de 2011, quando começa o próximo período legislativo.


19 comentários

  1. Requeijão
    terça-feira, 7 de dezembro de 2010 – 13:41 hs

    Boa.
    Como primeiro passo do futuro Governador, merece os parabéns, pois é começar com o pé direito.
    Outras medidas importantes já previstas na lei de improbidade é apresentação da declaração dos bens dos cargos de confiança.
    Dar atribuição à Secretaria de Controle para tratar preventivamente a evolução patrimonial incompatível dos agentes públicos.

  2. terça-feira, 7 de dezembro de 2010 – 13:55 hs

    Com toda sinceridade, acho que os ” Nobres ” Deputados não vão votar à favor desse projeto que confrontará alguns interesses de uma ” Alcatéia “, instalada na ALEP e nos corredores do poder.
    Creio que a proposta do Governador Eleito Beto Richa, seja entendida como ” Um tiro no próprio pé “…!

  3. MARCOS
    terça-feira, 7 de dezembro de 2010 – 15:16 hs

    QUE LEGAL! BETO, ERA ISSO QUE NÓS OS SEM VÓS PODERIAMOS ESPERAR DE VOCE .

    VEJA TAMBÉM OS CARAS QUE SOFRERAM AUDITORIA E NELAS DEU FALHAS GRAVES, NAS ESTATAIS E ALTARQUIAS.

  4. Joana
    terça-feira, 7 de dezembro de 2010 – 15:40 hs

    Como fica Ricardo Barros com esta nova lei.Pelo jeito Beto esta descartando de forma que o mesmo nem pode chiar.

  5. Jordão
    terça-feira, 7 de dezembro de 2010 – 16:09 hs

    Me parece que esta idéia ja está protocolada na assembleia, mas o presidente Injustus nao coloca em votaçao, de qualquer forma o projeto vai andar mais rapido com a vontade do novo governador.
    obs: O Justus esta sendo sondado para ser presidente do conselho de ética da casa. buuaaaaaaaaaaaa….

  6. Salete...
    terça-feira, 7 de dezembro de 2010 – 16:23 hs

    Perdo-os Pai, eles não sabem o que dizem!

  7. ro
    terça-feira, 7 de dezembro de 2010 – 16:54 hs

    Quero ver barrar os assessores e cargos comissionados, o que mais tem ficha suja.

  8. GESPUBLICA
    terça-feira, 7 de dezembro de 2010 – 17:00 hs

    Este projeto já existe e chama-se FICHA LIMPA PARANÁ.
    Ele estende as punições do FICHA LIMPA NACIONAL, que são só para cargos eletivos, a todos os cargos de administração pública.
    O autor, se não me engano, é o deputado Ney Leprevost.
    O projeto esta na Comissao de Constituição e Justiça da ALEP.

  9. ANTONINENSE BEM INFORMADO
    terça-feira, 7 de dezembro de 2010 – 17:22 hs

    O PORTO DE PARANAGUÁ……..!

  10. Cintia
    terça-feira, 7 de dezembro de 2010 – 18:11 hs

    Será que existe luz no fim do tunel? Ou é só fogo de palha?

  11. Ammarante mello rego
    terça-feira, 7 de dezembro de 2010 – 18:33 hs

    Se for a fundo mesmo e desnudar o que esses caras aprontam,e se tivesse uma investigaçao nos bagres ensaboados nao sobraria ninguem,inclusive o novo governador

  12. elvisgimenes
    terça-feira, 7 de dezembro de 2010 – 20:33 hs

    ineressante , nomeia o tanigushi sashimi que escapou graças a mororisade da jsutiça pela pr0escreiçaõ e fala em ficha limpa, pago pra ver, a bancada dele votará contra o proejto a pedido dele mesmo, BR trai a memória do pai.

  13. Mendes
    terça-feira, 7 de dezembro de 2010 – 22:14 hs

    Essa lei também será aplicado aos secretários nomeados pelo Beto??? calma, perguntar não ofende!!!

  14. André Sobania
    terça-feira, 7 de dezembro de 2010 – 22:20 hs

    Cassio Taniguchi tb roda nessa rsrs

  15. ALEMÃO
    terça-feira, 7 de dezembro de 2010 – 22:50 hs

    Votei no Beto mas acho que iniciativas como essa vão acabar quando entrarem pela porta da frente(ou dos fundos) da AL. Imaginem se algum deputado safado vai querer aprovar uma lei dessas? Onde já se viu tamanha desfaçatez? Querer acabar com a corrupção nossa de cada dia?
    Tõ pra ver o Justus(veríssimo),e o neto do maior bandido que o estado já teve, aprovarem tal afronta à livre corrupção vigente na ALEP?

  16. joão carlos sorcesse
    terça-feira, 7 de dezembro de 2010 – 23:02 hs

    Como ficou aquele processo do TRE do Ducci e do governador eleito, sobre o caixa 2 na campanha para prefeito. alguem sabe me informar a quantas anda, se já caducou, se já foi julgado, prorrogado. alguem teria alguma informação.

    João carlos

  17. ATITUDE
    terça-feira, 7 de dezembro de 2010 – 23:49 hs

    Com isso o ex prefeito de Matinhos esta fora do Porto de Paranaguá, ainda mais que acaba de ser condenado{ por um colegiado} a devolver o dinheiro mal gasto no famoso ginasio CASCATAO!!!

  18. Juca Tomaz
    quarta-feira, 8 de dezembro de 2010 – 0:04 hs

    Boa Beto, mas só crime contra a administração pública?
    A Câmara de Curitiba, feudo do Derosso, também diz ser séria, mas tem lá um assassino confesso e outros quatro vereadores que já estiveram até presos. Moralidade por metade????

  19. marcão
    quarta-feira, 8 de dezembro de 2010 – 9:07 hs

    Vai ser preciso rever muito secretário…ter processo arquivado não significa exatamente ficha limpa!!!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*