Dilma vai nomear mais três ministros | Fábio Campana

Dilma vai nomear mais três ministros

Da Folha.com

A presidente eleita, Dilma Rousseff, vai nomear Moreira Franco (PMDB) para a Secretaria de Assuntos Estratégicos, Fernando Bezerra Coelho (PSB) para Integração Nacional e Fernando Pimentel (PT) para Desenvolvimento, Indústria e Comércio.

Segundo a Folha apurou, o líder do PP na Câmara, Mario Negromonte (BA), deverá ser o novo ministro das Cidades. Carlos Lupi, presidente licenciado do PDT, será mantido no Trabalho.

O ministro das Relações Institucionais, Alexandre Padilha, voltou a ser o mais cotado para a Saúde, apesar de Dilma ainda analisar outras opções, como Gonzalo Vecina, indicado pela senadora eleita Marta Suplicy (PT-SP).

Uma das principais assessoras da Casa Civil, Tereza Campelo deverá ser ministra. A presidente eleita estuda indicá-la para o Ministério do Desenvolvimento Social ou o Desenvolvimento Agrário.

A petista espera fechar até amanhã o pacote de ministérios para contemplar PMDB, PSB, PP e PR. Nove pastas são objeto da negociação.

A maior força da aliança, o PMDB, já completou suas indicações. Além de Wagner Rossi para a Agricultura e Edison Lobão em Minas e Energia, a legenda designou o deputado Pedro Novais (MA) para o Turismo.

Ligado à família Sarney, sua recomendação foi patrocinada pelo colega e líder da bancada, Henrique Eduardo Alves (RN). Novais é um veterano da Comissão Mista de Orçamento. Já integrou o órgão ao menos 14 vezes.

Na cota do Senado, o nome mais forte para a Previdência é o do recém-eleito Eduardo Braga (AM).

Ao aceitar a Secretaria de Assuntos Estratégicos, Moreira Franco será o quinto ministro do PMDB. Os peemedebistas não contabilizam Nelson Jobim, que ficará na Defesa, na cota do partido.

O PR deverá emplacar o senador eleito Alfredo Nascimento (AM) nos Transportes. Ele já ocupou a pasta.

LULA

Num evento com prefeitos e governadores ontem, o presidente Lula confirmou a saída do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) da Casa Civil para o Planejamento, e disse à plateia que pensava em fazer o sucessor há ao menos quatro anos.

“Fazer a sucessão fazia parte do meu programa de governo e eis que apareceu a possibilidade de eleger uma mulher”, afirmou.

“Vejo peão de fábrica dizer que trabalha muito… Fala isso porque não é presidente. [Peão] tem horário para entrar para sair e para tomar as canas.”


6 comentários

  1. Luiz
    terça-feira, 7 de dezembro de 2010 – 11:42 hs

    São tantos Ministros que nem eles sabem o que vão fazer.

  2. MUTUKA
    terça-feira, 7 de dezembro de 2010 – 12:09 hs

    FC
    Não esqueça que o PP apoiou o Serra.
    Então não ficará Nunca com o Ministério das Cidades.
    Então a noticia da Folha está furada.

  3. Anônimo
    terça-feira, 7 de dezembro de 2010 – 12:54 hs

    Só pra saber… CADE O URTIGÃO ???? Ué.. não iria para o Ministério da Agricultura ? Depois Presidente da Itaipu ?
    Quem sabe será nomeado coordenador da horta do Palacio do Planalto ?

  4. luis tormenta
    terça-feira, 7 de dezembro de 2010 – 13:18 hs

    E COMO É QUE FICA A BOQUINHA DO OSMAR E DO PESSUTI, O QUE OS DOIS VÃO FAZER DEPOIS DO DIA PRIMEIRO. TRABALHAR JÁ NEM LEMBRAM MAIS COMO É.

  5. Tuku Nare
    terça-feira, 7 de dezembro de 2010 – 17:58 hs

    Seu Fabio, por favor, nao corte os comentarios do CAÇADOR DE PETISTA.

  6. ALEMÃO
    terça-feira, 7 de dezembro de 2010 – 22:59 hs

    A machete verdadeira é
    DILMA VAI NOMEAR MAIS 3 LADRÕES. Faltam quantos para 40?

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*