Deputados federais do Paraná apresentaram 584 proposições | Fábio Campana

Deputados federais do Paraná apresentaram 584 proposições

Do Bem Paraná

A bancada dos 30 deputados paranaenses e mais dois suplentes fez 584 proposições de todos os tipos durante o ano de 2010. O valor equivale a 6,37% de todas as proposições apresentadas na Câmara dos Deputados, que foram 9.160. Porém, se for levado em conta os 26 estados mais o Distrito Federal e feito uma média proporcional, o Paraná estaria acima da média de 339,25 proposições por Estado.

Ao todo, o Congresso Federal permite 126 tipos diferentes de proposições. Desde projeto de leis, medidas provisórias, votos em separado, pareceres, relatórios, atos convocatórios, autógrafos, entre outros. Entre os deputados, três não apresentaram nenhum requerimento ou projeto de lei neste ano. Affonso Camargo (PSDB), Reinhold Stephanes (PMDB) e Takayama (PSC). Entre os três, Stephanes é o único que ficou menos de um ano no cargo, pois assumiu o Ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento em 22 de março de 2007 e deixou o cargo no dia 31 de março de 2010, quando começou de fato a atividade como deputado federal.

Já os recordistas são os deputados Ratinho Junior (PSC), Luiz Carlos Hauly (PSDB) e Hermes Parcianello (PMDB), com 136, 128 e 75 proposições e requerimentos. Porém, a maioria das proposições se refere a sugestões aos ministérios, principalmente o da Saúde, novas redações às medidas provisórias, votos de pesar, votos como relator e solicitações de informações. Ou seja, poucos projetos de lei inéditos.

Em média, contando com Andre Zacharow (PMDB) e Íris Simões (PR) que tiveram proposições protocoladas em 2010, a média de cada deputado paranaense foi de 18,25 proposições neste ano. O levantamento foi feito de acordo com dados disponibilizados pelo site www.camara.gov.br.

A partir de fevereiro — A bancada federal do Paraná na Câmara de Deputados teve uma renovação de 33% na eleição de outubro. Das 30 cadeiras em disputa, vinte serão ocupadas por parlamentares reeleitos, enquanto dez ficarão nas mãos de novos eleitos.


Um comentário

  1. BOM SENSO
    quarta-feira, 29 de dezembro de 2010 – 12:13 hs

    Uma sugestão seria o programa O PARANA QUE QUEREMOS
    fazer uma triagem junto com a ONG transparencia Brasil do Paraná sobre que Benefício de fato estas proposições trouxeram para o PARANA. Enquanto não houver fiscalização concreta o PARANA estara entregue a vaidades de narcisistas do poder que so pensam em benefício próprio. Até sindico de prédio deve explicações. Uma auditoria seria ideal.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*