A dança dos números do orçamento na era Pessuti | Fábio Campana

A dança dos números do orçamento na era Pessuti

Uma olhada mais atenta nos 19 Diários Oficiais publicados em novembro e os quatro publicados até agora, em dezembro, mostra que o governo ligou no piloto automático a maquininha de remanejamento de verbas do orçamento, tudo com o objetivo de cobrir despesas. A soma chega à astronômica quantia de R$ 492.697.398,00 na movimentação do orçamento do estado. É dinheiro que estava destinado para vários programas e obras, que agora ficam sem pai nem mãe. No total, foram 89 decretos que alteraram o orçamento estadual.


8 comentários

  1. Ammarante mello rego
    sexta-feira, 10 de dezembro de 2010 – 15:51 hs

    com a competencia do hauli,rapidinho vai ter dinheiro pra todo mundo

  2. felipe staczewski santos
    sexta-feira, 10 de dezembro de 2010 – 16:03 hs

    quer saber uma coisa, eu dou os parabens ao pessutão, pois é melhor ter um estado com dividas e estando fazendo algo, do que um pais com dinheiro e enfiando nos bolsos, e coisa que era feita ao um tempo atras e pode voltar.

  3. Cascavel
    sexta-feira, 10 de dezembro de 2010 – 16:04 hs

    O que é isso se o Beto vai remanejar muito mais.
    A equipe de transação do Beto armou esta e ainda estão falando desta mixaria que o Pesuti remanejou.
    Veja matéria:

    Beto Richa poderá remanejar R$ 1,75 bilhão do orçamento por decreto.

    O governador eleito do Paraná, Beto Richa (PSDB), poderá remanejar 7% do orçamento do estado para 2011 por meio de decretos. A previsão do Poder Executivo é de que o estado irá arrecadar R$ 25 bilhões no próximo ano. Por esse cálculo, Richa poderá remanejar R$ 1,75 bilhão do orçamento.
    Essa possibilidade foi acertada em uma reunião que ocorreu na manhã desta terça-feira (9) entre os deputados estaduais que integram a Comissão de Orçamento (CO) da Assembleia Legislativa do Paraná e membros da equipe de transição de Richa. Anteriormente, 5% do orçamento podia ser remanejado.

    O deputado estadual Ademar Traiano (PSDB) afirmou que a flexibilização é importante porque, no primeiro ano de governo, Richa irá trabalhar com o orçamento estabelecido pelo atual governador, Orlando Pessuti (PMDB), e então poderá fazer algumas alterações que julgar necessárias.

    “Houve entendimento com a equipe de transição. Vamos tentar atender às prioridades que pleiteamos na base do entendimento, sem radicalismo”, disse.

    Na reunião também foi acordado que os deputados estaduais terão mais dez dias para apresentar emendas ao orçamento. O prazo é até o próximo dia 23. O orçamento do próximo ano tem de ser votado na Assembleia até 15 de dezembro.

    Fonte: http://www.gazetadopovo.com.br/vidapublica/conteudo.phtml?tl=1&id=1066082&tit=Beto-Richa-podera-remanejar-R-175-bilhao-do-orcamento-por-decreto

  4. VERDADE
    sexta-feira, 10 de dezembro de 2010 – 17:35 hs

    Prendam esse louco antes que seja tarde demais!

  5. Joãozinho
    sexta-feira, 10 de dezembro de 2010 – 18:47 hs

    Pior é que NÃO FEZ obra alguma , só cobriu contas e trapaças

    500 MILHÕES gastos em 7 MESES e vai deixar o Paraná + quebrado

  6. sexta-feira, 10 de dezembro de 2010 – 19:49 hs

    Pesuti, amargou um xingamento, humilhaçoes, porradas, despresos, irreverencias, do Requiao a vida inteira, tentou se vingar do seu desafeto e se estrumbicou

  7. CAÇADOR DE PETISTAS
    sábado, 11 de dezembro de 2010 – 17:27 hs

    Pessuti será lembrado como um Governador passageiro, oportunista e malandro. ussou seu pouco tempo no Governo para promover gastos excessivos, promover festas glamurosas tudo com o dinheiro do cidadão imbecil que paga seus impostos para este desgoverno safado.

  8. M a r d i t t o o o o o o
    domingo, 12 de dezembro de 2010 – 20:03 hs

    Nobrissimo Fabio

    Não podemos esquecer de mandar alguém dar uma zoiada no Paraná Cidade , a thurma esta torranda a gaita do Fundo, precisam ser rapidos antes que o Sr. Brey gaste tudo em compra de equipamentos aos municipios Gaieia da transação rapido na S e d u.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*