Raspa tacho no Turismo para pagar salários atrasados | Fábio Campana

Raspa tacho no Turismo para pagar salários atrasados

Com salários de professores temporários atrasados há dois meses, não sobrou alternativa. O governador Orlando Pessuti tirou por decreto R$ 10.676.153,00 da Secretaria de Turismo para liquidar a dívida. Numa segunda investida, recolheu mais R$ 4.976.033,00, da mesma pasta, para cobrir outras despesas.

Raspa tacho no Porto de Paranaguá

Já no Porto de Paranaguá, as mexidas são para usar uma verba de R$ 25 milhões para pagar “saldos de exercícios anteriores”, seja lá o que isso contenha.

Gastos em obras

Na ânsia de governar, Pessuti autorizou a Procuradoria Geral do Estado a gastar R$ 2,1 milhões na compra de um imóvel na Avenida Santos Dumont, em Londrina, para instalar a sede da PGE na cidade. Tudo sem licitação. Outros R$ 2,4 milhões serão gastos na construção da nova delegacia da Polícia Civil em Ivaiporã, berço político do governador. A licitação está marcada para 7 de dezembro e as obras devem durar cinco meses.


11 comentários

  1. Teodoro
    sexta-feira, 5 de novembro de 2010 – 17:52 hs

    Estamos a verificar a “irresponsabilidade” Administrativa do governo que se encerra Requião – Pessuti, quanta coisa errada em prejuizo do Povo do Parana, o governo do Novo Parana de Beto Richa, vai começar o ano de 2011 com um fardo ônus nas costas!!!!! Que papelão do Requião e do Pessuti!!!!!!!!

  2. a todo vapor
    sexta-feira, 5 de novembro de 2010 – 18:03 hs

    segundo os decretos, os valores são para a conclusão de escolas e pagamento de salário.

    Acho interessante, melhorar as escolas e pagar as pessoas.

    O Turismo deixa pro Beto Viagem cuidar depois

  3. sergio
    sexta-feira, 5 de novembro de 2010 – 18:16 hs

    Nao vai sobrar nem a tampa do taxo

  4. Divanir
    sexta-feira, 5 de novembro de 2010 – 19:09 hs

    Que vergonha Pessuti, será que terão verba para pagar o 13º dos funcionários públicos?
    Não adianta querer aparecer, se não tem verba para pagar, e depois como fica o estado que Beto Richa administrará?
    Se for verdade todo este alvoroço por Pessuti, a gana de fazer algo, ou dar o passo maior que a perna, tome cuidado, pois pode se tonnar inelegível nas próximas eleições, por improbidade administrativa.

  5. Grilo
    sábado, 6 de novembro de 2010 – 0:46 hs

    O Paraná perderá a administração do seu porto que será FEDERALIZADO, ou seja, é o pessoal de Brasilia que dirigirá Paranaguá.
    Tudo graças do dr. Orlando Pessuti, que com a conivência do superintendente Mario Lobo filho vai surrupiar recursos financeiros do caixa do porto.
    Como a arrecadação das tarifas são federais, delegadas ao PR, é uma APROPRIAÇÃO INDÉBITA, que na linguagem policial é ROUBO! do dinheiro dos outros, ou seja, da União.
    Isto é a deixa da DILMA pra rescindir o contrato com o Paraná, e bau bau!!!
    Valeu Pansutão, você conseguiu!!
    ACORDA BETO!

  6. Parreiras Rodrigues
    sábado, 6 de novembro de 2010 – 7:56 hs

    Gostaria de ser informado dos resultados de alguma viagem do ex-governador ao Exterior. Resultados positivos, entendido?
    Firmar ou reatar laços de amizade não vale.

  7. lucca
    sábado, 6 de novembro de 2010 – 10:41 hs

    sera que tem algum cargo comissionado sem receber salarios? sempre sobra para os professores…. Pelo que vejo com o “Betinho” nao deve ser diferente. Ja que na prefeitura pra se chegar ao final do plano de carreira o professor tem que trabalhar 72 anos, isso coisa dele.

  8. Vigilante do Portão
    sábado, 6 de novembro de 2010 – 12:45 hs

    Como tem gente lerda.
    Contem para o nosso amigo “a todo vapor” que o TURISMO é um dos mais rentáveis investimentos.

    Turistas gastam dinheiro – Hotéis, restaurantes, transporte (avião, ônibus, taxi).

    Geram empregos e renda.

    Alguns rancorosos, acham que Turismo é para governantes passearem. TOLICE.

    Aliás, turistas mesmo, foram o Requião (como é que vai aquele ap em Paris?), o Mano DUDU, sempre na “casinha” lá nos Estados Unidos.

    Sem falar do presidente viajante, o LULA.

  9. VERDADE
    sábado, 6 de novembro de 2010 – 14:41 hs

    É isso aí A Todo Vapor!

  10. marlene reis
    sábado, 6 de novembro de 2010 – 21:44 hs

    ORA, ESSE CORTE DE RECURSOS DO TURISMO
    É A QUASE TOTALIDADE DO ORÇAMENTO DAQUELA ÁREA – SE ISSO FOI POSSÍVEL É PORQUE NÃO FIZERAM NADA…DEVE SER
    EXTINTA NO PRÓXIMO ANO!!!

  11. Maria Odete
    domingo, 14 de novembro de 2010 – 22:34 hs

    Uma vergonha, falta de ética…sempre o povo que trabalha para pagar esse bando que tem arcar com as consequências. Onde vamos parar? A de se ter alguém que tome uma iniciativa para acabar com esses lobos famintos por dinheiro público, nosso dinheiro, não aguentamosssssssssss
    maaaaiiiiiiiissssssss de pagar tantos impostos para esses mortos de fome, Deus nos acuda, por favor!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*