PSDB e PPS analisam hipótese de fundir as legendas | Fábio Campana

PSDB e PPS analisam hipótese de fundir as legendas

Do Blog do Josias

Sem alarde, PSDB e PPS analisam a viabilidade e a conveniência de fundir as duas legendas numa só.

As conversas, ainda embrionárias, começaram há duas semanas, nas pegadas da derrota do tucano José Serra para a petista Dilma Rousseff.

Coube ao senador eleito Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP) procurar o deputado eleito Roberto Freire (SP), presidente do PPS federal.

Ex-chefe da Casa Civil do governo Serra em São Paulo, Aloysio propôs a fusão.

Escorou a ideia numa apreensão legislativa. Disse que, juntas, as legendas teriam maior poder de fogo no Congresso.

O PSDB saiu das urnas de 2010 com 53 deputados e 11 sedadores. O PPS, com 12 deputados e um senador.

Na cabeça de Aloysio, a nova legenda abrigaria os “descontestes” de outros partidos –do PMDB ao DEM, passando por PDT e PSB.

Citou-se o exemplo do senador Jarbas Vasconcelos (PE), um oposicionista aninhado no protogovernista PMDB.

O debate ocorre num instante em que o tucanato tenta fazer a digestão de sua terceira derrota presidencial.

O senador eleito Aécio Neves (MG) fala em “refundar” o PSDB. FHC cobra a defesa explícita do legado da era tucana no governo federal.

O repórter foi ouvir Roberto Freire. Ele confirmou o contato de Aloysio Nunes e admitiu que as conversas caminham.

Deu a entender que atribui ao PSDB, não ao seu PPS, a iniciativa dos próximos movimentos: “Ninguém faz fusão a partir de um partido minoritário”.

Disse: para que a articulação avance, o PSDB precisa, primeiro, se convencer de que precisa buscar reforço, incorporando setores da “esquerda democrática”.

Depois, seria necessário “ter clareza do que vai ser esse novo partido”. Como assim?

“Não pode ser um amontoado, um ajuntamento”, disse Freire. “O Brasil não precisa de outro PMDB”.

Para Freire, se o objetivo for apenas o de dar maior efetividade às ações da oposição no Congresso, a formação de um bloco oposicionista pode resolver o problema.

Na hipótese de evoluir para a fusão, PSDB e PPS flertam com um risco que seus dirigentes parecem desconsiderar.

Da fusão resultaria uma terceira legenda, com programa e estatuto novos. Algo que desobrigaria os congressistas dos dois partidos do compromisso da fildelidade.

Pela lei, os filiados do PSDB e do PPS estariam livres para buscar refúgio em outras legendas. Tornariam-se alvos automáticos da cooptação governamental.


14 comentários

  1. sergio londrina
    segunda-feira, 15 de novembro de 2010 – 22:14 hs

    E o fim da picada,roberto freire ,fhc o psdb vai ter o mesmo fim do pfl demo,depois desembarcam todos no pmdb,velho fisiologico de guerra.Os novos partidos vibrantes ,com gente nova ,vai ser o psb,o partido do futuro,tomara que nao incha porque pode vir a furo

  2. HAVENGAR
    segunda-feira, 15 de novembro de 2010 – 22:43 hs

    Na verdade essa unidade de ação ja existe , o PPS ha muito tempo já é um braço ou tendencia do PSDB, se isso realmente acontecer será apenas a homologação do que ja existe.A melhor saida é a proposta de FHC, o PSDB precisa resgatar sua história e assumir seu papel politico e idéológico, investir na formação de novos quadros e militantes e deixar de ser um partido que vive uma verdadeira fogueira de vaidades internas e trata a luta politica de uma forma despreparada.Sabemos que o maior problema do PSDB é sua inserção no movimento de massa, é fraca e inexpressiva, e o pior é que em algumas regiões do país não ha nem diretório.Não será a cooptação de alguns ex-comunistas que juram que não mudaram seus caminhos mas sim o jeito de caminhar,que o PSDB ira se reformular, o PSDB tem que encontrar o seu caminho.

  3. amelio ral aas
    segunda-feira, 15 de novembro de 2010 – 22:54 hs

    essa fusao de gasolina com fogo, so pode dar explosao,ainda mais com essas tralhas tentando se juntar

  4. Andre Vargas
    segunda-feira, 15 de novembro de 2010 – 23:19 hs

    Pelo que conheço eles ficarão ainda menores nesta eventual fusão.São inúmeros deputados que não aguentam mais ser oposição.ainda mais sem um Programa.O PSDB tem inveja do PT assim como FHC tem inveja de LULA.Realizaram governos sem compromisso com os mais pobres,sem compromisso cum um Brasil soberano e altivo e vêem nosso governo realizando.O PPS só deixaria de ser força auxiliar do PSDB

  5. PERCI LIMA
    segunda-feira, 15 de novembro de 2010 – 23:24 hs

    SE ISSO FOR VERDADE JOSÉ RICHA, MÁRIO COVAS, ANDRÉ FRANCO MONTORO, TANCREDO NEVES E TANTOS OUTROS PROCERES DO PSDB, VÃO SE REVIRAR NO TÚMULO, PODEM CRER.

    O PSDB É UMA CISÃO DO PMDB, PORQUE ESTE PARTIDO NÃO CUMPRIA E CONTINUA NÃO CUMPRINDO COM O QUE REGE O SEU ESTATUTO E SEU PROGRAMA.

    AGORA VAI SE JUNTAR COM O QUE HÁ DE MAIS RETRÓGRADO E FISIOLÓGICO DA POLÍTICA BRASILEIRA? É O FIM DA PICADA.

    MORRO E NÃO VEJO TUDO!!!

  6. VLemainski-Cascavel
    terça-feira, 16 de novembro de 2010 – 8:43 hs

    Acredito que a opinião do André Vargas não seja do deputado e, sim, de outro, pois caso fosse do deputado, diria que está redondamente enganado, pois, só o controle da inflação já superou em muito os benefícios sociais que esse governo fisiologista e populista se apega.
    Esse governo fez alguma reforma? Melhorou a educação, a saúde, a segurança? Pois é…

  7. antonio carlos
    terça-feira, 16 de novembro de 2010 – 8:45 hs

    Os partidos políticos vivem só ao sabor só seus interesses. E dos interesses dos seus dirigentes. Muita gente só sabe viver à sombra do poder, Executivo. O vício do poder é muito maior que o do crack, que dizem que é o bicho. Então estas idéias de refundação de partido, de fusão de interesses, que é para acomodar interesses. A ideologia foi escorraçada da política pelo pestismo, que era o mais éticos dos éticos partidos políticos. Hoje vale tudo, só não vale ficar na oposição. ACarlos

  8. Borduna
    terça-feira, 16 de novembro de 2010 – 9:08 hs

    E os comunistas do PPS ficam como? Se convertem ao liberalismo tucano? Ou serão os tucanos que dão uma guinada pra esquerda e se travestem de comunistas? E depois não conseguem ver por que o PT se perpetualiza no poder……Incompetentes e burros é o que são.

  9. Fabio
    terça-feira, 16 de novembro de 2010 – 9:59 hs

    A única coisa que falta pra cair a máscara do PSDB é ter políticos como Maluf em sua base. Realmente é a união do sujo com o mal lavado.

  10. pedro ribeiro
    terça-feira, 16 de novembro de 2010 – 10:55 hs

    Boa fusão. PSDB e PPS formarão juntos o melhor partido do Brasil. Acho que teremos uma oposição melhor, mais combativa e menos fisiológica. Pau no PT,o eterno partido mensaleiro.

  11. fiscal de realeza
    terça-feira, 16 de novembro de 2010 – 11:12 hs

    SEM CREDITO PELA MAIORIA DOS BRASILEIROS É SÓ VER PELO RESULTADO DAS ELEIÇÔES PASSADA
    E AINDA FALTA A FUZÂO COM OS DEMOCRATAS QUE JÁ ESTÂO PARA SER ERADICADOS NO NOSSO BRASIL QUEM NÂO TEM MAIS LUGAR PARA IDIOTAS
    HA SE QUISEREM FAZER FUZÂO COM O PP PEGUEM E FAÇAM UMA SÓ LEGENDA
    POIS TODOS NO MESMO SACO PERDE SE ATÉ A EMBALAGEM
    TALVEIS FORRA DESSE SACO SEM PODER ENTRAR A CABEÇA POR CAUSA DO PESCOSSO FICA DE FORRA O O APOSENTADO PELAS URNAS O EX VICE PRESIDENTE MARCOS MACIEL

    FORRA CAMBADA DE MALACOS

  12. Otavio
    terça-feira, 16 de novembro de 2010 – 11:17 hs

    O ANDRE VARGAS em vez de ficar preocupado com outros partidos, deveria se preocupar mais em saber porque as investigações sobre o caso Erenice Guerra andam a passos de tartaruga.

  13. Joãozinho
    terça-feira, 16 de novembro de 2010 – 12:23 hs

    Pura especulação PTista que em vez de trabalhar ficam só no Trololó

  14. Ammarante mello rego
    terça-feira, 16 de novembro de 2010 – 13:47 hs

    O psdb deveria se juntar tambem ao pp ai ficaria emprovaria que os tucanos sao muitos incompetentes,seria bonito ver maluf,fhc ,marco maciel borhnausem e todo esse cardume de piranhas e tubaroes juntos.Agora vi que votei certo

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*