Em protesto, advogado promete fazer acusação em apenas 30 segundos | Fábio Campana

Em protesto, advogado promete fazer acusação em apenas 30 segundos

Da Banda B


Justiça concedeu mais 30 dias de prazo para ex-deputado Carli Filho se defender antes de definir julgamento

Em protesto contra a decisão do desembargador Telmo Cherem, do Tribunal de Justiça, que concedeu mais 30 dias para a defesa do ex-deputado Luiz Fernando Ribas Carli Filho, em razão do acidente automobilístico que provocou a morte de Gilmar Yared e Carlos Murillo de Almeida, em maio de 2009, o advogado Elias Mattar Assad, assistente da acusação pela família Yared, prometeu fazer hoje publicamente a acusação em menos de trinta segundos.

Logo mais, às 14 horas, acontece na 2ª Vara do Juri, a audiência em que o juiz Daniel Surdi Avelar iria definir se o réu vai ou não a júri popular.

O desembargador acatou o pedido de mais prazo feito pelo advogado de Carli, Roberto Brzezinski. Foram concedidos mais 30 dias para a defesa. Para isso, o advogado alegou que a acusação ficou com a gravação feita a partir do equipamento de um posto de combustíveis próximo ao local do acidente, por 40 dias e a defesa apenas 10 dias.

Assad disse que na audiência de hoje, fará um protesto. “A defesa ganhou mais trinta dias. As coisas estão tão claras que eu preciso de menos de trinta segundos para acusar. Em protesto faremos hoje a acusação criminal mais curta da história do Judiciário Brasileiro e nos calaremos até que seja prolatada a sentença”, afirmou.

Audiência

Na audiência de hoje, o juiz deve ouvir apenas uma testemunha de defesa que não compareceu à última audiência no dia 10 agosto deste ano. Carli Filho também pode ser novamente interrogado hoje pela defesa, mas a presença dele não é obrigatória.


16 comentários

  1. carlos Eduardo Novaes
    terça-feira, 9 de novembro de 2010 – 14:13 hs

    Nada a ver com essa postagem, só vou osar o espaço…

    vc ta acompanhando a briga Sanepar x Prefeitura de Maringá?
    Da uma olhada… A Prefeitura de Maringá cancelou uma prorrogação feita sem licitação e iniciou processo de licitação do serviço de água e esgoto. Duyrante o processo, ofereceu R$ 3,8 milhões por mês para a Sanepar continuar na cidade… BLZ

    O que estou te chamando a atenção é para uma entrevista que o presidente da Sanepar, Hudson Calefe (e o Requião repercutiu do jeito dele no twiter) deu ontem ao O Diário de Maringá… O cara não sabia do processo de licitação, disse que tinha uma liminar (derrubada há 15 dias) e que vai brigar na justiça pela continuidade do contrato (encerrado dia 29 de agosto) … enfim, uma trapalhada… Não sei como um sujeito mal informado e tão mal assessorado preside uma empresa desse porte?

  2. Fernando
    terça-feira, 9 de novembro de 2010 – 14:36 hs

    Creio que se fosse um “qualquer” que tivesse dirigindo a 190km/h
    e matasse alguem esse ja estaria na cadeia a muito tempo. Mas quem tem dinheiro e fama não vai pra cadeia, aposto que isso vai a acabar em absolvição

  3. Pina
    terça-feira, 9 de novembro de 2010 – 14:48 hs

    Mas dinheiro e fama a família Yared também possuí, e nem por isso seu filho (Gilmar e seu amigo Carlos) não foram impedido de serem assasinado por um deliquente assasino e parlamentar (a época) portanto a Justiça tem que prevalecer, e esse marginal tem que ser preso para a tranquilidade da família paranaense!!!!!!!!

  4. Ouvidor
    terça-feira, 9 de novembro de 2010 – 16:14 hs

    Ora, até agora só o Elias Assad falou; e como falou!

    É justo que se proponha a usar apenas trinta segundos; a gente também agradece.

  5. Diogo Almeida
    terça-feira, 9 de novembro de 2010 – 16:21 hs

    Por causa de idiotas como esse “adivogado”, (só pode ser isso)! Criminosos estao soltos, inocentes presos e a justiça esta uma m…..A familia que pagou para ele defender seus direitos(Yared) deveria processa lo por falta de ética..e por tranformar as dores de todos envolvidos em coisa publica, com pessoas que nada tem haver dando pitaco! Parabens Dotô, graças a voce(e pessoas do seu genio) está m….,não só aqui como no resto do Brasil , fica desse jeito! Enquanto voce faz tua fama na dor alheia, o povo julga o carater de pessoas, a familia do Guilherme e do Carlos tem que sofrer, alem da imensa e indescritivel dor da perda, tem que aguentar o povo! Perfeito exemplo do brasileiro! Enquanto isso, onde esta a Eliza Samudio? Quem matou a menina da mala, na rodoviaria? Cade os estupradores e assassinos, que vemos sempre e nunca sao lembrados? O povo fecha os olhos para a verdade graças aos poucos bandidos, não só propriamente criminosos, mas os doutores….que fazem circo, que manipulam a população….juntando membros podres da imprensa e política, vamos mais e mais, afundando tudo que existe de bom por aqui!

  6. Diogo Almeida
    terça-feira, 9 de novembro de 2010 – 16:26 hs

    E na verdade, vendo os comentarios aqui…acredito que só deveriam falar quem tem alguma ligação proxima com lado a ou b…..vem questoes do tipo, ” se não fosse deputado” “se nao tivesse dinheiro”….por…morreram 2, e o outro vai sofrer para o resto da vida com o que fez…a vida de 3 familias mudaram…..e sinceramente, isso acontece todos os dias…o povo só se intromete porque é deputado, porque é rico!!! Quantas pessoas inconsequentes não ficam correndo por ai depois de beber?? quantos acidentes tem por dia, aqui e no resto do País?? o Fernando com certeza tem que pagar pelo que fez, porém este circo chega a ser bizarro! Pergunto, e os verdadeiros assassinos, estupradores, e assaltantes?? no meio de tantos crimes, quantos vão a justiça? só que não são importantes…..por isso eu digo…vamos mudar a bandeira brasil(em minusculo mesmo) DESORDEM E REGRESSO!!

  7. Defer
    terça-feira, 9 de novembro de 2010 – 16:29 hs

    se existisse justiça o rapaz ja estaria preso e de preferencia prisao perpertua!

  8. capão da imbuia
    terça-feira, 9 de novembro de 2010 – 16:32 hs

    Em primeiro lugar, decisões judiciais não se contestam em jornais e blogs, esse causídico, famoso por levar todos os seus casos para imprenssa, precisa respeitar as decisões judiciais e contestá-las no fórum competente. Imagine que se todos os advogados resolvessem quebrar a ética e reclamar da justiça na imprensa. seria o fim. Não estou aqui defenddendo nenhum um lado, apenas, deve-se considerar que se existe um código de processo este deve ser respeitado.

  9. Emerson
    terça-feira, 9 de novembro de 2010 – 16:41 hs

    Acusação quem faz é o Ministério Público. Tanto faz o Assad falar 30 segundos ou 15 minutos. É puramente opcional.

  10. Joao Luiz Doria
    terça-feira, 9 de novembro de 2010 – 17:03 hs

    Quem se dispoe a acusar em 30 segundos mostra que conhece superficialmente o processo, ademais, ouvir de um advogado que ja pretendeu ser presidente da OAB que o direito sagrado de defesa pode ser tolhido, me soa pessimo. Calma dr., nao rasgue a a Carta Magna.

  11. Joao Luiz Doria
    terça-feira, 9 de novembro de 2010 – 17:10 hs

    Posso fazer um desafio ao assistente de acusacao: em todos os processos que o senhor advoga para criminosos, inclusive diversos homicidas, poderia o senhor materializar estas defesas em 30 segundos ou sera que para seus bandidos a regra e diferente?

  12. terça-feira, 9 de novembro de 2010 – 17:11 hs

    GOSTARIA DE SABER EU, E O POVO DO PARANA, O PORQUE O DEZEMBARGADOR CHEREM, DEU MAIS DIAS PARA O MOÇOILO, PORQUE É BONITO,FILHO DE PREFEITO A JUSTIÇA DEVERIA EXPLICAR AO POVO DO PARANA A RAZÃO DA PRORROGAÇÃO, ISSO É UMA VERGONHA, COMO DIZ BÓRIS.

  13. Fabio Henrique
    quarta-feira, 10 de novembro de 2010 – 11:06 hs

    Este caso está cada vez mais longe de ser julgado.
    Sem que ninguém percebesse, o termo “racha” foi saindo das notícias e, por consequência, ninguém mais se pergunta “quem seria o outro participante do racha?”
    Apesar das grosseiras adulterações nas provas desde o dia do acidente, em maio/2009, como alteração do velocímetro analógico travado em 190 Km/h, supostamente pela polícia, e pelas estranhas falhas em TODOS os radares pelos quais passou o ilustre ex-deputado.
    Apesar do tempo decorrido essa poeira não pode baixar!

  14. ALEMÃO
    quarta-feira, 10 de novembro de 2010 – 12:24 hs

    Esse desembargador tá no bolso de alguem?

  15. Diogo.....
    quarta-feira, 10 de novembro de 2010 – 15:44 hs

    E Jomar…a JUSTIÇA não deve explicar NADA ao POVO…..SOMENTE A FAMILIA!!! O povo pode cobrar dos Governantes eleitos….não de decisões da Justiça..que graças ao palhaço mor, tranformou isso em circo público, onde o bando de ignorante se intromete sem o menor conhecimento! O povo pode cobrar da Segurança Publica, o que houve no caso da menina na rodoviaria, pode cobrar do ex governador sobre o Porto, pode cobrarde Lula da onde vem o dinheiro que ela da ao mundo, este tipo de coisa!!! Alias, num país onde o político tem proteção para não ser julgado pelos crimes, e o voto ainda é obrigatório..com certeza, NAO pode ser levado a SERIO

  16. * * UMA DUVIDA * *
    terça-feira, 15 de março de 2011 – 14:20 hs

    O Carli estava sozinho? Ou estão escondendo algum outro envolvido. Será que alguém pode me responder?

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*