Dez presos do Rio de Janeiro chegam ao Paraná | Fábio Campana

Dez presos do Rio de Janeiro chegam
ao Paraná


Esta é a segunda transferência de presos do Rio de Janeiro para o Paraná desde que começou a onda de ataques

Da Agência Estado

Dez presos, suspeitos de terem dado ordens para os ataques a ônibus e carros no Rio de Janeiro, foram transferidos hoje para a Penitenciária Federal de Catanduvas, no oeste do Paraná, a cerca de 500 quilômetros de Curitiba.

O avião da Polícia Federal que os conduziu chegou por volta no início desta tarde ao Aeroporto de Cascavel. De lá, os dez presos, cujos nomes não foram revelados, seguiram em um carro do Departamento Penitenciário Nacional (Depen) até Catanduvas, distante cerca de 60 quilômetros, sob forte escolta policial.

Esta é a segunda transferência de presos do Rio de Janeiro para o Paraná desde que começou a onda de ataques. Na quarta-feira, outros dez presos haviam chegado. Mas 13 também deixaram o complexo, entre eles os traficantes Márcio Amaro de Oliveira, o Marcinho VP, Marcos Antônio Firmino da Silva, o My Thor, e Elias Pereira da Silva, o Elias Maluco. Eles foram levados para a Penitenciária Federal de Porto Velho (RO). Com capacidade para 208 presos, Catanduvas está agora com 159.

Sexta-feira, duas mulheres de presos de Catanduvas que estavam em uma delegacia da Polícia Civil de Cascavel foram levadas para a Polícia Federal em Foz do Iguaçu. Pela manhã, elas foram novamente transferidas para local não divulgado por questão de segurança. Elas são acusadas de, em meados de outubro, terem tentado passar bilhetes para os chefes de facções criminosas do Rio de Janeiro detidos em Catanduvas, em que traficantes pediam orientações para promoverem violência.




15 comentários

  1. Alberto Moriatti
    sábado, 27 de novembro de 2010 – 19:49 hs

    Tem como mandar os problemas do PR para o RJ também??

    Queria dar um jeito de sumir com o Pe$$uti daqui!!!

  2. JIBOIA FRIAS
    sábado, 27 de novembro de 2010 – 21:20 hs

    Poderia ser des infiltrados para faser servicinhos praticos para a naçao

  3. John James Preston
    sábado, 27 de novembro de 2010 – 23:46 hs

    Sem dúvidas o maior desafio de nosso Governador Beto Richa é combater a criminalidade que está instalada em nosso Estado graças ao duce.

    Meu palpite é de que vão “limpar a área” no Rio de Janeiro e a bandidagem vem toda para o Paraná, que está com a segurança pública sucateada.

    Faz sentido o Governo Federal deixar o Paraná de lado neste tema, pois se o Beto fizer uma boa gestão irá enterrar os planos da Gleisi de ser Governadora.

    Meu palpite é que vem chumbo grosso para nós, cidadãos Paranaenses de bem.

  4. Parreiras Rodrigues
    domingo, 28 de novembro de 2010 – 9:40 hs

    Uma batalha está sendo concluida com êxito. A guerra será vencida com um cerco palmo a palmo nas nossas fronteiras com os países exportadores de armas e drogas.

  5. SYLVIO SEBASTIANI
    domingo, 28 de novembro de 2010 – 10:45 hs

    Aqui já temos bastante presos e outros tantos na espera, e ainda mandam de fora? Estão pensando o que do Paraná, é uma Latrina?

  6. Borduna
    domingo, 28 de novembro de 2010 – 11:17 hs

    No Rio só tão fuzilando e prendendo os mano da favéla. Quero saber quantos ditribuidores já foram presos em Copacabana, Leblon, Ipanema e São Conrado. Ou alguem pensa que o alto comando do tráfico e da lavagem de dinheiro do Rio está no Morro do Alemão. Nos morros estão os operários e peões. O verdadeiro comando está a nível do mar. Como diria o Capitão Nascimento: é o sistema….e este não será atacado. Ou será?

  7. Mercedes!
    domingo, 28 de novembro de 2010 – 12:55 hs

    O restante vem de busão pela 116 e vão se instalando antes do rio Atuba…Quem duvida que prestem atenção no niveis de violencia que se instalou na região nos últimos 10 anos…

    Não existe um unico programa q resgate os meninos e meninas, é meio período na escola e meio sendo assediados pela droga. A governantes são inoperantes, seus programas visam somente beneficiar os seus pares. Familias inteiras são refens da televisão e do escolachado interesse comercial q vende a idéia de que basta roupa bonita e carrão para q se mude o status social.

    A segurança pública ficou com a responsabilidade de enquadrar a todos e aí somente sendo onipresente para tamanha demanda que vai da falta de acesso a saúde a falta de programas que ensine, eduque e inclua o cidadão, jovem, na sociedade. Ninguem mais encontra um um bom torneiro, um carpinteiro, um pintor ou pedreiro, os poucos q restam na cidade não são encontrados para tamanha necessidade, a maior parte desses meninos foram anexados ao trafico, aos shoppings ou estão assistindo as novelinhas bestas.

    Pergunto mais uma vez, onde estão aqueles cursinhos que produzaim eletricistas, torneiros mecanicos, pedreiros, pintores, mecanicos…kd os meninos de guardapó retornando das escolas técnicas?

  8. Mercedes!
    domingo, 28 de novembro de 2010 – 12:57 hs

    Senhor Sebastiani, a prisão é federal e atende demanda federal.

  9. PARANÁ
    domingo, 28 de novembro de 2010 – 15:36 hs

    VIRAMOS UM ESTADO PRISÃO DO RJ.
    ESSA É AHERANÇA BENDITA DO PT PARA O PR.

  10. Luciano
    domingo, 28 de novembro de 2010 – 15:54 hs

    Estes presos não estão sendo mandados para o Paraná, e sim para uma penitenciária FEDERAL, portanto, território FEDERAL.

  11. PERLINZÃO
    domingo, 28 de novembro de 2010 – 16:24 hs

    COMO PARANAENSE ATÉ ACEITARIA RECEBER A ESCÓRIA DO RIO DE JANEIRO, DESDE QUE, POSSAMOS MANDAR A ESCÓRIA DO PARANÁ PARA LÁ, TIPO, REQUIÃO ET CATERVA, PAN$UTTÃO ET CATERVA, 90% DA A$$EMBLÉIA LEGI$LATIVA, 100% DO TRIBUNAL DE CONTAS E TODA A CÂMARA DE VEREADORES DE FOZ DO IGUAÇU JUNTO COM SEUS A$$E$$ORES E TODOS OS CC’$ VINCULADOS AOS VEREADORES.

    AÍ SIM, QUEM SABE COMPENSASSE!

  12. Eleitor decepcionado
    segunda-feira, 29 de novembro de 2010 – 14:20 hs

    Se tirarem as tomadas das celas, que ver onde vão carregar celular

  13. Eleitor decepcionado
    segunda-feira, 29 de novembro de 2010 – 14:20 hs

    Se tirarem as tomadas das celas, quero ver onde vão carregar celular

  14. Cintia
    segunda-feira, 29 de novembro de 2010 – 18:07 hs

    Enquanto a polícia não der em cima dos usuários, o trafico não para, porque traficante não é viciado. Depois de “limpar” a favela deem uma olhada em políticos, artistas, filhinhos de papai que usam droga para se “inspirar” para se “alegrar” para “trabalhar” pagando o trafico e financiando armas e crimes.

  15. joão carlos sorcesse
    segunda-feira, 29 de novembro de 2010 – 19:40 hs

    A quem puder interessar, a ilustrissima senadora Gleisi Hoffman, se candidata já é a próxima governadora do estado do Paraná.quanto ao envio de presos do Rio de Janeiro ao Paraná., Isso parece igual ao lixo de Curitiba, graças a excelencia administrativa do governador eleito quando prfeito da cidade modelo ., tenta-se empurrar para o vizinho.

    João carlos

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*