Ciro Gomes é nome forte para assumir BNDES no governo Dilma | Fábio Campana

Ciro Gomes é nome forte para assumir BNDES no governo Dilma

De acordo com fonte ligada à Dilma, mesmo depois de ter sido alijado da disputa presidencial, Ciro continuou aliado fiel e atuou na campanha

Daiene Cardoso e Elizabeth Lopes da Agência Estado

Começa a ganhar força nas discussões da montagem do novo governo da presidente eleita Dilma Rousseff (PT) a indicação do nome do deputado Ciro Gomes (PSB) para assumir a presidência do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

De acordo com uma fonte com acesso à Dilma, mesmo depois de ter sido alijado da disputa presidencial a pedido do presidente Lula, Ciro continuou um aliado fiel e no segundo turno atuou na coordenação política da campanha da petista.

Por isso, deve ser contemplado com um cargo na nova administração.

De acordo com esse interlocutor, a presidente eleita também acredita que Ciro possa dar uma contribuição ao setor, pois tem boa formação e pulso firme, qualidades consideradas necessárias para gerir o órgão.

Além disso, é adepto da linha desenvolvimentista, perfil que Dilma pretende buscar na composição de seus colaboradores. De acordo com uma liderança do PSB, Ciro foi o único com quem Dilma se reuniu e ofereceu a chance de escolher o que quisesse fazer em seu governo. E ele escolheu o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social, complementou o líder. No governo Lula, o PSB de Ciro Gomes detém o ministério da Ciência e Tecnologia e a Secretaria Especial de Portos.

Apesar do aceno a Ciro Gomes, setores do PT estão reticentes com a possibilidade do aliado ficar com um dos órgãos mais cobiçados do governo federal. Ao logo dos anos, o BNDES se fortaleceu, ganhou injeção de R$ 180 bilhões do Tesouro no biênio 2009/2010 e é considerada a única instituição financeira do País especializada em financiamentos de projetos de longo prazo. Os desembolsos do banco devem encerrar este ano em torno de R$ 146 bilhões. Nessa queda de braço, o PT argumenta que é preciso escolher com cuidado os principais nomes da área econômica porque é necessário blindar tais postos da ambição dos aliados e tranquilizar setores do mercado.


7 comentários

  1. CAÇADOR DE PETISTAS
    sexta-feira, 12 de novembro de 2010 – 15:19 hs

    Quando o “homem”, perde a vergonha na cara, perde junta a integridade e a moral.
    Este Senhor, levou um potapé na bunda muito bem dado pelo DITADOR POPULISTA LULA DA SILVA, chegando a comentar em rede televisiva de que SERRA estaria melhor preparado para assumir a Presidência do Brasil do que a cândidata virtual do DITADOR LULA. Agora, como vimos, este mau caráter esta se juntando a catrefa do PT a fim de arrumar uma “boquinha”.

    Por isso sempre afoirmo, o homem quando perde a vergonha na cara não tem mais solução pois, vai com ele a moral, e também seu caráter.

    PT, O CÂNCER DO BRASIL

  2. Alberto
    sexta-feira, 12 de novembro de 2010 – 15:54 hs

    Dando o BNDES para o “nervoCIRO”… ele ficará bem calminho…
    quase um “normalCIRO”….

  3. sexta-feira, 12 de novembro de 2010 – 18:37 hs

    NÁO PRECISA FALAR MAIS NADA.;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;CRÉDO

  4. SERGIO
    sexta-feira, 12 de novembro de 2010 – 20:49 hs

    COOOOVAAAAAARDDDDEEEEEE…..

  5. PERCI LIMA
    sexta-feira, 12 de novembro de 2010 – 23:47 hs

    ESSE É DOS GRANDES PELEGÕES QUE ASSOLA A PÁTRIA AMADA.

  6. Parreiras Rodrigues
    sábado, 13 de novembro de 2010 – 9:10 hs

    Mais entojado que menina em baile de quinze anos. Numa campanha passada fui entrevistá-lo no Bacacheri e ele bronqueou por ser fotografado tomando cafezinho.

    Sem foto, em entrevista e pronto. E que vá chupar prego até fazer rosca.

  7. Parreiras Rodrigues
    sábado, 13 de novembro de 2010 – 9:10 hs

    …sem foto, sem entrevista, e pronto…

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*