Beto é contra CPMF | Fábio Campana

Beto é contra CPMF

Por Roseli Abrão no Hora H

O governador eleito do Paraná, o tucano Beto Richa, não fará coro a seus colegas eleitos ou reeleitos em outubro que defendem a reedição da CPMF como forma de garantir mais recursos para a saúde.

A discussão sobre o chamado “imposto do cheque” ganhou força depois da primeira entrevista coletiva da presidente eleita Dilma Roussef, na quarta-feira.

Dilma afirmou que não pretende levar ao Congresso proposta para a recomposição da CPMF, mas que manterá diálogo com os governadores e estará “atenta” às suas necessidades.

— Não vou endossar a volta da CPMF. O que o País precisa é racionalizar e simplificar o sistema de arrecadação, disse o futuro governador.

Até porque é contra “qualquer tipo de imposto novo”, Beto disse que, como governador, vai apoiar a discussão sobre a reforma tributária, “que é necessária e inadiável”.

Segundo Beto Richa, nem todo dinheiro arrecadado com a CPMF era destinado à saúde. Apenas 42%.
— O resto era usado para cobrir outras despesas e fazer superávit de caixa, disse, afirmando que o que a saúde precisa – em todos os níveis de governo (federal, estadual e municipal) – é de “boa gestão, planejamento e gasto com qualidade dos recursos públicos”.


23 comentários

  1. antonio
    quinta-feira, 4 de novembro de 2010 – 19:41 hs

    Parabéns Beto, era tudo o que esperava desse bravo Governador.
    É assim que se mostra prá essa cambada de Petralhas que só pensa em gastança e espoliação do bolso do consumidor, para atender as falcatruas do aparelhamento da máquina, às custas do contribuinte. Já temos impostos demais.Vc.falou tudo, é racionalizar gastos e reforma tributária. Chega de assalto!!!!

  2. Vigilante do POrtão
    quinta-feira, 4 de novembro de 2010 – 19:57 hs

    Lá vem o GOLPE!

    A CPF vai ter que passar no Congresso.
    Então, a Dilma e Cia. vão tentar cooptar os governadores. A oferta é de dar umas migalhas do tributo para os Estados.
    Governadores, ávidos por grana, querendo fazer obras, vão pressionar os Deputados e Senadores, assim, fica mais fácil aprovar o projeto.

  3. quinta-feira, 4 de novembro de 2010 – 20:09 hs

    NA VERDADE É O MEDO DE VER SEUS CHEQUES RASTREADOS!!!!
    ESTE FOI O ÚNICO MOTIVO DOS SENHORES DEPUTADOS, SUSTENTADOS PELO EMPRESARIADO, TEREM ACABADO COM O CPMF!!!!
    OU É MENTIRA???

  4. Parreiras Rodrigues
    quinta-feira, 4 de novembro de 2010 – 20:57 hs

    Tô até vendo prá onde vai a reforma tributária. Pro arquivo cesto.

  5. sergio
    quinta-feira, 4 de novembro de 2010 – 21:10 hs

    por enquanto

  6. Zangado
    quinta-feira, 4 de novembro de 2010 – 21:11 hs

    Alguém ouviu esse tema durante a campanha ?
    Esse é o verdadeiro aborto da natureza exsurgindo do pântano parlamentar que assola o país !
    Mas se as finanças governamentais estava como “nunca visto antes neste país que está dando certo” porque tanto interesse depois que foi eleita a clone lulista ?
    Eis o primeiro indício de mais um estelionato eleitoral dos muitos que por aí virão …
    Vota povão bão de voto !

  7. HELY GOMES
    quinta-feira, 4 de novembro de 2010 – 21:34 hs

    parabens governador beto richa… é assim que demostra porque foi eleito, age com seriedade e serenidade… pois nao precisamos de mais impostos e sim uma reforma tributaria que estabeleça uma reparticao mais justas dos impostos e desonerar os produtos da cesta basica bem como os salarios… estava escrito o que o POVO do PT planejava…. e vem mais… PELO VISTO A PRIORIDADE EDUCACAO E SEGURANÇA VAI FICANDO….

  8. quinta-feira, 4 de novembro de 2010 – 21:43 hs

    Beto voce deveria pensar nos compromissos de campanhas com a saúde, onde voce vai tirar dinheiro para cumprir as promessas, tenho o seguinte pensamento sobre CPMF:
    Os beneficiados da não CPMF:
    1º Os sonegadores de impostos;
    2º Os contrabandista, traficantes, donos de jogatinas;
    3º Os políticos corruptos e os que manipulam dinheiro do povo;
    4º os abastado do dinheiro e que vivem de especulação financeiras e outros;
    Os que perdem com a CPMF:
    Todo o povo pobre que precisam de assistência médica em geral e não possuem condições de ter um plano de Saúde.

    Por isso Beto fique do lado dos mais pobres que são a grande maioria, e faça este mesmo povo feliz.

  9. VERDADE
    quinta-feira, 4 de novembro de 2010 – 21:51 hs

    Ele que cuide do Paraná que já tá de bom tamanho!

  10. ▄▀▄†Ψ REQUEIJÃOΨ†▄▀▄™
    quinta-feira, 4 de novembro de 2010 – 22:20 hs

    E Dulci ?

  11. Anônimo
    quinta-feira, 4 de novembro de 2010 – 23:56 hs

    É isso aí governador. Mostre a todos os paranaenses e também para os brasileiros o porquê o Sr foi eleito. Mostre que o Sr está a favor do povo.
    Esse é o 1º golpe da petezada dessa nova gestão contra o cidadão brasileiro.

  12. sexta-feira, 5 de novembro de 2010 – 0:27 hs

    Não se iluda,
    se o gov dilma quiser o cpmf VOLTARÁ.
    Sabe por q?

    PORQUE NÂO TEMOS REPRESENTANTES DO POVO!
    PORQUE NÃO TEMOS QUEM DEFENDA O POVO!
    PORQUE NÃO TEMOS QUEM DEFENDA OS INTERESSES DO POVO!

    NO BRASIL OS DEPUTADOS SE D IVIDEM EM PRÓ&CONTRA O GOV!
    E SITUAÇÃO E OPOSIÇÃO SE UNEM PRA FERRAR O POVO Q AS ELEGEU!

    O POVO PRECISA SE UNIR E BOICOTAR O PAGAMENTO D OS IMPOSTOS!
    ESPECIALMENTE O POVO MAIS ADIDO E MAIS MAL PAGO!
    OS POBRES E MISERÁVEIS!
    OS MAIORES PAGADORES DE IMPOSTOS PERCENTUALMENTE FALANDO.

    O GOVERNO, O ESTADO, É MEIO, NÃO FIM!
    O GOVERNO, O ESTADO, FOI CRIADO PARA SERVIR Á POPULAÇÃO!
    E NÃO PARA SE SERVIR DA POPULAÇÃO!

    CHEGA DE IMPOSTOS! BASTA DE IMPOSTOS! ABAIXO OS IMPOSTOS!

    AUMENTÁ-LOS, CRIÁ-LOS, RECRIÁ-LOS É ESTELIONATO ELEITORAL!!!!!

    A DILMA NÃO SE ELEGEU PROPONDO AUMENTAR IMPOSTOS!
    NENHUM GOVERNADOR SE ELEGEU PROPONDO AUMENTAR IMPOSTOS! NENHUM SENADOR SE ELEGEU PROPONDO AUMENTAR IMPOSTOS! NENHUM DEPUTADO SE ELEGEU PROPONDO AUMENTAR IMPOSTOS!

    TODO AUMENTO DE IMPOSTO DEVE SER REPELIDO COMO ESBULHO&FRAUDE OU ESTELIONATO PURO E SIMPLES.

    O EXERCÍCIO DA CIDADANIA NÃO SE CONFUNDE COM O SILÊNCIO, O CONFORMISMO, A COVARDIA, A DEMISSÃO, O SIM ABJETO, A CONCORDÂNCIA IGNÓBIL!

    O EXERCÍCIO DA CIDADANIA SE CONCRETIZA NO NÃO!
    NA RESISTÊNCIA.
    NA OPOSIÇÃO AO AVANÇO DO ESTADO, DO GOVERNO!

    MENOS IMPOSTOS! MENOS GOVERNO! MENOS CORRUPÇÃO!

    O DINHEIRO É DO POVO! O POVO É QUEM CRIA RIQUEZA&VALOR!
    O GOVERNO NÃO PASSA DE EXATOR!
    COBRADOR DE IMPOSTOS EM BOM PORTUGUÊS.

    QUEM DEVE ESTAR BEM, QUEM DEVE SER RICO , É O POVO, NÃO O GOVERNO.

  13. Jorge
    sexta-feira, 5 de novembro de 2010 – 6:25 hs

    O Presidente Lula que dar uma de esperto, jogando toda a responsabilidade da CPMF para os governadores. E isto ai meu Governador nao cai nessa do lobo vestido com pele de carneiro do Barbudo com a sua amiga dilma. O Brasil esta no buraco eles nao tem saida para consertar o robo que o PT fez no governo dele…

  14. Eleição 2010
    sexta-feira, 5 de novembro de 2010 – 8:36 hs

    Está aí alguém c/ bom senso, que defende os interesses do povão!
    Chegaaaaaaaaa de impostos, o povo não aguenta mais!

  15. AGUAVE
    sexta-feira, 5 de novembro de 2010 – 9:18 hs

    Simplificara é anistiar a dívida dos industriais e comerciantes que financiam as campanhas eleitorais. Lá vem REFIS novo aí gente!

  16. luiz carlos
    sexta-feira, 5 de novembro de 2010 – 9:19 hs

    Quem se preocupa com a CPMF?
    Vejam no passado qual era a participação da CPMF na carga tributária e apesar do defeito congênito da cumulatividade, vocês verão que ela é insignificante.
    Então porque tanta discussão a respeito e porque a mídia está tão interressada, batendo todo o dia nas rádios e TVs?
    Muito simples, ALGUNS advogados, jornalistas, políticos, federações dos empresários, médicos, gestores e funcionários públicos e etc… temem a CPMF porque ela sofre o controle direto da Receita Federal e por consequência todas as lavanderias e a eterna prática da sonegação seriam o principal alvo. O Governo poderia calcular a carga da CPMF e deduzi-la nos outros tributos, ainda assim a arrecadação iria aumentar. Precisamos transformar o Brasil num país de primeiro mundo, acabando com a corrupção, sonegação e com a impunidade nessa área.

  17. CAÇADOR DE PETISTAS
    sexta-feira, 5 de novembro de 2010 – 12:02 hs

    Engulam a Dilma pois. “Eu não votei desta desqualificada”.

  18. Emerson
    sexta-feira, 5 de novembro de 2010 – 12:06 hs

    Que bobagem que os “comentaristas” estão dizendo.

    O sistema bancário permite o rastreamento de todos os cheques emitidos, com ou sem CPMF. Se o auditor da Receita está investigando alguém, tem poder para acessar todos os dados da conta bancária.

  19. Evaldo J. Magalhães
    sexta-feira, 5 de novembro de 2010 – 12:47 hs

    Sr. João, a CPMF é um bom tributo.
    Sua implantação, de fato, combate a sonegação.
    A celeuma ocorre por conta da elevadíssima carga tributária.
    Vamos ter CPMF? Tudo bem, com a condição que seja rezidida a carga de outros tributos NA MESMA PROPORÇÃO.

    A CANDIDATA DILMA, não foi HONESTA com seus eleitores. NÂO FALOU NADA SOBRE CPMF durante a campanha.
    Agora, como primeira notícia das medidas que irá adotar, vem com essa.
    Uma espécie de “ESTELIONATO ELEITORAL”.

  20. Curitibana
    sexta-feira, 5 de novembro de 2010 – 15:08 hs

    Quando vejo as pessoas falando que isso é para a saúde …. de quem???
    Já pagamos alto em tributos , não temos estradas descentes , a não ser que estejam pedagiadas , hospitais sucateados , aeroportos desqualificados no atual cenário de passageiros, escolas e unioversidades nem vamos comentar . Pago com o maior gosto desde que não tenha de pagar plano de saúde , escola particular , pedágio etc…
    ABRAM OS OLHOS , no kg de açúcar 40% é tributo , um honda fit custa na vizinha argentina R$ 26000,00 e aqui praticamente o dobro … aonde está indo este dinheiro???
    Na maquina inchada do governo federal , o governo tem gasto muuuuito , não podemos aceitar mais impostos.
    Tem de haver critérios nos gastos públicos e economia também para emergências, devemos ser um povo mais crítico e acertivo e não somente um povo que vê tudo e não fala nada.
    Devemos exigir dos deputados, senadores , governador e presidente eleitos o que declarado em campanha e dar um basta as ” surpresas” como a CPMF.

  21. Joao Batista de Almeida
    sexta-feira, 5 de novembro de 2010 – 16:13 hs

    Edvaldo J. Magalhães, pelo que vi na imprensa e da boca da Dilma não parte dela a idéia do CPMF, quem está querendo a volta da CPMF não é a Dilma e sim um grupo de Governadores eleitos.

  22. CAÇADOR DE PETISTAS
    sexta-feira, 5 de novembro de 2010 – 16:28 hs

    CARLOS ALBERTO PESSOA

    Falar mais o que, depois desta exposição de argumentos que você falou.

    PT, O CÂNCER DO BRASIL

  23. Izabel
    quinta-feira, 25 de novembro de 2010 – 10:52 hs

    Porque então ao invés de cobrar IR na fonte, não se cobra somente CPMF?
    Assim, ninguem poderia sonegar nada e todos pagariam, mais justo que pagar IR que sai somente de quem tem carteira ou contrato de trabalho assinado.
    Os demais sempre dão um jeito, Entao extinguam o IR e cobre a CPMF uma alíquota maior.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*