3º turno das eleições | Fábio Campana

3º turno das eleições

Da Gazeta do Povo

O julgamento da constitucionalidade e da aplicação da Lei da Ficha Limpa nas eleições deste ano poderá alterar o resultado das urnas em alguns Estados

Terminado o segundo turno das eleições, candidatos e eleitores agora esperam pelo terceiro turno nos tribunais. Sem participação dos eleitores, o resultado final dependerá agora do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O julgamento da constitucionalidade e da aplicação da Lei da Ficha Limpa nas eleições deste ano poderá alterar o resultado das urnas em alguns Estados.

Com a divisão dos ministros do STF, o destino da Lei da Ficha Limpa ainda é incerto. Vários pontos da nova legislação precisam ser analisados e não há previsão, ante o clima conflagrado no tribunal, de quando o assunto voltará à pauta de julgamentos. Dificilmente todos os casos serão julgados até a data final para a diplomação dos eleitos – 17 de dezembro.

O TSE ainda precisa julgar recursos de alguns candidatos. Mas a principal incógnita no tribunal eleitoral é definir o que será feito dos votos dados para candidatos “fichas-sujas”, especialmente na eleição para deputado federal. A contabilização desses votos pode interferir na formação das bancadas dos Estados para a Câmara.

O caso exemplar dessa incógnita é de Paulo Maluf (PP-SP). Candidatos que não foram bem votados conseguiriam se eleger na carona dos mais de 497 mil votos dados a Maluf. Barrado pela Lei da Ficha Limpa, Maluf ainda espera o julgamento de seu recurso pela Justiça Eleitoral. Se for definitivamente barrado, o TSE terá de definir o destino de seus votos. Se não forem considerados nulos, os candidatos beneficiados pela votação em Maluf poderão ocupar uma cadeira na Câmara.

Apesar de impasses, o presidente do TSE, Ricardo Lewandowski, nega que esteja em curso o terceiro turno das eleições nos tribunais. “O número de recursos é pequeníssimo. Até a diplomação já teremos liquidado tudo.”


6 comentários

  1. sergio
    terça-feira, 2 de novembro de 2010 – 14:35 hs

    Eu eo naim libos,com dois copos de caipira,feitos pelo lucilio ,pioneiro de londrina,batemos longo papo,ele serrista eu dilmista e revemos causos dos tempos que nos eramos girinos de dinossauro,vimos o nascer e o ocaso de muitos politicos,logo ali no bar do lucilio,onde ja passaram,jose richa seu visinho o alvaro,belinate,e muitos politicos que estao em curitiba ,como e o caso do naim, enesse intervalo politico,o terceiro turno nosso,vai ser torcer para que nosso pais caminhe para o desenvolvimento eque tenhamos vida e saude e podermos contar historias dos meandros politicos,que gostamos muito de debater,mesmo sem eu ter sido ou usado de politica para sobreviver

  2. ▄▀▄†Ψ REQUEIJÃOΨ†▄▀▄™
    terça-feira, 2 de novembro de 2010 – 15:43 hs

    Beto Richa no caso Manasses que teve de sair du cargo de prefeito às pressas

  3. Tereza Freitas
    terça-feira, 2 de novembro de 2010 – 16:50 hs

    O Gustavo Fruet anda dizendo que o Requião vai dançar nessa com processo que o irmão dele o Cláudio Fruet moverá contra.
    É esperar prá ver se tem coragem mesmo.

  4. coveiro
    terça-feira, 2 de novembro de 2010 – 17:46 hs

    Ouvi falarem no meu trabalho que o Requião corre riscos neste terceiro turno. Pode apurar isto Campana? Temos chances de nos livrar deste tralha?

  5. terça-feira, 2 de novembro de 2010 – 18:01 hs

    Basta o Duce não escapar desta ,até podem deixar a Dilma em paz,pois,ambos tem o rabo uito bem preso por escândalos e comprometimento com a justiça…

    MEUS PÊSAMES AO POVO BRASILEIRO QUE ELEGEU UMA PESSOA ESCOLHIDA PELOS ESTADOS QUE NÃO SABEM VOTAR,PORQUE OS ESTADOS QUE SOUBERAM NÃO A ELEGERAM.

    LEMBREM-SE “O SUL É O MEU PAÍS”….

  6. Observador
    terça-feira, 2 de novembro de 2010 – 20:47 hs

    Viva os Pampas.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*