Ricardo Barros defende leis mais rígidas para coibir assédio de criminosos sobre jovens | Fábio Campana

Ricardo Barros defende leis mais rígidas para coibir assédio de criminosos sobre jovens

Deputado federal propõe pena em dobro para bandido que traz menor para o crime e manutenção da ficha criminal do menor infrator depois de completar 18 anos

O deputado federal Ricardo Barros defende duas mudanças no Código Penal para evitar o assédio dos criminosos sobre os jovens. Pena em dobro para o criminoso que tem na quadrilha menor de idade e a manutenção da ficha criminal do menor infrator depois dele completar 18 anos.

“Hoje todo criminoso quer ter um menor no seu bando.O menor comete o crime, ou acaba assumindo a responsabilidade sobre um crime que não cometeu porque sabe que não vai ficar preso”, afirma ao lembrar que cerca de 50 % dos crimes hediondos cometidos no país tem envolvimento de menores de idade. “Com essas alterações vamos proteger os jovens e dificultar esse assédio”, acrescenta.

As ideias foram apresentadas na campanha eleitoral de Ricardo ao Senado. A aceitação delas motivou Ricardo a iniciar os debates na Câmara a partir do fim do recesso branco, que vai até o 2º turno da eleição presidencial.

Ricardo reforça que é contrário a redução da maioridade penal. Na avaliação dele, a diminuição da maioridade de 18 para 16 apenas transfere o problema. “Esse não é o caminho. Acredito até que pode piorar a situação. O bandido vai aliciar os mais jovens, que não estão preparados para isso”.

Ricardo Barros foi candidato ao Senado na coligação Novo Paraná, com o governador Beto Richa, e fez mais de 2,1 milhões de votos. Recebeu expressivas votações em cidades como Curitiba, Maringá, Londrina e Foz do Iguaçu.


10 comentários

  1. Pina
    segunda-feira, 11 de outubro de 2010 – 15:56 hs

    Está certo o Ricardo Barros, não podemos mais deixar que nossos jovens sejam expostos a marginalidade, e ninguém do Poder Público não faça nada em detrimento das famílias brasileiras e paranaenses, temos que botar um freio nesta questão quando ainda há tempo, pois se não fizermos já, ficará insuportável com o passar do tempo!!!!

  2. segunda-feira, 11 de outubro de 2010 – 16:37 hs

    PARABÉNS PELA INICIATIVA BARROS..TEM TODA A RAZÃO;;;;E AGORA VAMOS ELEGER O SERRA NOSSO PRESIDENTE CONTAMOS COM A SUA FORÇA E DE SEUS ELEITORES;;45 45 45 45 45 4 5 45

  3. Araucaria.com
    segunda-feira, 11 de outubro de 2010 – 17:52 hs

    Ele é bom sim nao tem duvida, porem pro senado concorrer com os outros 3 foi dificilll mesmo

  4. Tayllerand
    segunda-feira, 11 de outubro de 2010 – 18:54 hs

    Neste ponto o Barros está certíssimo! Temos que proteger nossos filhos adolescentes. Boa iniciativa.

  5. Lorena Meyers
    segunda-feira, 11 de outubro de 2010 – 19:37 hs

    Mas homem de Deus !!!!!!!!!!!!!!
    Se não fazem cumprir nem as leis que já existem !

  6. Arthur
    segunda-feira, 11 de outubro de 2010 – 19:54 hs

    Não vou muito com a cara dele, mas mostrou coerência nessa proposta…

  7. J J
    segunda-feira, 11 de outubro de 2010 – 21:56 hs

    PREZADO DEPUTADO SUA CAUSA É NOBRE E MUITO IMPORTANTE,O TEMA É DE SUMA IMPORTANCIA, PENA QUE TENHA DEIXADO DEFENDE-LA SOMENTE AGORA QUE ESTA DEIXANDO A CAMARA,QUEM SABE SUA ESPOSA POSSA DEFENDER ESTA CAUSA QUE TARDIAMENTE ESTA ABRAÇANDO MAS QUE PODERÁ RECUPERAR O TEMPO PERDIDO.

  8. PAULO
    segunda-feira, 11 de outubro de 2010 – 23:53 hs

    CONCORDO PLENAMENTE COM O DEPUTADO RICARDO BARROS,NAO PODEMOS DEIXAR QUE NOSSOS FILHOS CAIAM NAS MAOS DE BANDIDOS. DEPUTADO LUTE POR ESTA CAUSA,AS FAMILIAS PARANAENSES E BRASILEIRAS LHE AGRADECEM POR SUA BRILHANTE INICIATIVA.

  9. Juca
    terça-feira, 12 de outubro de 2010 – 16:20 hs

    Ricardo, quer uma dica?

    Ja que vc é tarado por “recrudescimento” e aumento de pena, que tal aumentar a pena mínima do homicidio simples?

    6 anos meu caro, é uma vergonha. Com semi-aberto, um aninho de cana pra tirar a vida de alguém.

    Aumenta essa p **** mermão

  10. Marta
    terça-feira, 12 de outubro de 2010 – 16:38 hs

    Nossos filhos caiam nas mãos de bandidos?! Ora, em se falando de política em que reino estamos?

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*