Durante comício no Rio, Serra critica 'escândalos' do PT | Fábio Campana

Durante comício no Rio, Serra critica ‘escândalos’ do PT

Da Agência Estado

O candidato do PSDB à Presidência, José Serra, encerrou no início da tarde de ontem (24) o ato de campanha na praia de Copacabana, no Rio de Janeiro.

O candidato citou escândalos recentes do governo e disse que há uma “justiça dos companheiros, que é mais lenta”. “Precisamos de um governo que tenha caráter, que se traduza na verdade e na honestidade”, discursou o tucano.

“Chega de escândalos. Fica até difícil recapitular, são três ou quatro por semanas”, completou. Serra citou como exemplo o caso conhecido como “dos aloprados”, em que petistas foram acusados de produzir um dossiê na campanha de 2006: “Os aloprados, essa coisa toda, e ninguém na cadeia até hoje”. O candidato seguiu para o aeroporto Santos Dumont, onde embarcou para São Paulo.


19 comentários

  1. LEÃOLOBO
    segunda-feira, 25 de outubro de 2010 – 11:38 hs

    Quem fala o que quer ouve o que não quer. Acho que o Serra deveria se preocupar mais em falar sobre as políticas de seu plano de governo, caso seja eleito do que ficar atirando pedra no telhado do vizinho. Pois em São Paulo tem um tal de Preto que o desmente e o coloca no mesmo patamar do PT.

  2. CAÇADOR DE PETISTAS
    segunda-feira, 25 de outubro de 2010 – 11:56 hs

    Espero que o povo brasileiro acorde para esta mensagem de JOSÉ SERRA pois, os escandalos do PT estão em todas as esferas do Governo Federal e como se não bastasse, Lula da Silva anda desfilahndo descaradamente brasil a forea, fazendo campanha para sua cândiadta bãndida como se nada estivesse acontecendo. O PT desmoralizou E DEU DFORÇA A BANDIDAGEM POIS, COMETER CRIME É UM GRANDE LUCRO NO BRASIL, A IMPIUNIDADE É GARANTIDA.

    FORA PETEZADA
    JOSÉ SERRA – PRESIDENTE DO BRASIL

  3. segunda-feira, 25 de outubro de 2010 – 12:24 hs

    PT é o Partido dos Escândalos, da Sujeira e da Mentira

    FORA dilMÁ !!!!!!!!!!!!!!!!

  4. segunda-feira, 25 de outubro de 2010 – 12:26 hs

    E OS DA ERA FHC?? TUDO P/ GAVETA DO BRINDEIRO, NÉ???
    A FALTA DE VERGONHA NA CARA DESSE NAZI-FACISTA MODERNO, É IMPRESSIONANTE!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  5. Joao Batista de Almeida
    segunda-feira, 25 de outubro de 2010 – 13:27 hs

    O JÉ SERROTE SÓ ESQUECEU DO PAULO PRETO, DILMA NELE.

  6. sergio
    segunda-feira, 25 de outubro de 2010 – 13:59 hs

    joaozinho;olhe as capas da veja de 95 a2002,ai voce vai ver o que era escandalo. use a internet

  7. Lia
    segunda-feira, 25 de outubro de 2010 – 15:03 hs

    A petezada estão apavorados pois já sentiram a onda Verde e Amarela de José Serra a correr por todo o Brasil, o Serra será nosso próximo Presidente!!!!!!

  8. Pablo Calvo
    segunda-feira, 25 de outubro de 2010 – 15:49 hs

    João Batista de Almeida pretende justificar 40 roubos do PTLula Babá com um do Zé Serra.
    O PT enganou o Brasil prometendo ética, fim da corrupção e o que se vê é justamente o contrário e centuplicado.
    Nunca se roubou tanto e tão descaradamente na história deste país, incluindo ai os anos do arbítrio.
    E nunca se fez tão pouco, – quase nada, pela melhoria da infraestrutura, pela modernidade.
    Não à cubanização! Não ao Estado Totalitário. Não à ditadura civil.

  9. OSSOBUCO
    segunda-feira, 25 de outubro de 2010 – 15:56 hs

    FRACASSO

    Luiz Fernando Veríssimo

    Correio Brasiliense de 31 de agosto de 1999

    Muitas pessoas sem grande sofisticação política, mas razoavelmente bem informadas, sem agenda ideológica mas sensatas – enfim, brasileiros médios de boa cabeça – devem ter pensado um dia: este país só toma jeito quando alguém como Fernando Henrique Cardoso for presidente. Um cara de esquerda mas sem barba ou erros de concordância, um intelectual respeitado mas que não se negava a ir pro pau ou pelo menos falar em porta de fábrica, um professor e sociólogo que sabia como ninguém quais eram os males do Brasil e qual seria a cura. E, além de tudo, poliglota e simpático.

    Com todo o caráter acidental da presidência Efe Agá – não esqueçamos que ele acabou ministro da Fazenda do Itamar por uma indiscrição do seu sucessor Eliseu Resende, que se não fosse isso seria o pai do Plano Real – havia aquela sensação de que, não o Fernando Henrique Cardoso sonhado, mas um fac-símile razoável tinha finalmente chegado ao poder, e que agora a coisa ia. Uma sensação paralela, mais intuída que sentida, era que o melhor de uma classe e de uma geração estava tendo a sua chance de resolver o Brasil, e que seria a última chance, por assim dizer, sem barba.

    Cinco anos depois da posse de FHC a concentração de renda se agravou, os índices sociais pioraram, a violência e a desesperança aumentaram e a sensação dominante no Brasil é de descrença não num homem que foi menor do que sua promessa, mas em toda a retórica e pantomima que há anos cria esses enganos. A sensação é de fim de paciência, fim de saco, fim de tolerância com uma elite que, mesmo na sua forma mais bem articulada e bem intencionada, fracassa como em todas as suas outras formas, mais ou menos primitivas, através da história.

    O que está acabando não é o equívoco Efe Agá, é a ilusão que uma oligarquia pode produzir alguma coisa melhor do que ela mesma. A reação brasileira se movimenta para mudar de cara de novo, promete outra política econômica, prepara outro Fernando para dizer que agora a coisa vai, mas duvido que da próxima vez consiga enganar tantos com tanta facilidade. Ou talvez consiga. Ninguém que apostou na falta de memória do povo brasileiro se deu mal até hoje.

  10. Capa Veja ESCANDALOS
    segunda-feira, 25 de outubro de 2010 – 16:01 hs

    Vergonha Nacional@ http://contatojoy2.blogspot.com/2010/10/capas-da-veja-que-contam-todas-as.html?zx=2beaf8b31b8eb1fc @ Agora e Serra 45 Vote

  11. OSSOBUCO
    segunda-feira, 25 de outubro de 2010 – 16:08 hs

    Abramovay: pai e filho classificam de ‘repugnante’ acusações da ultradireita

    O economista Ricardo Abramovay, professor-titular do Departamento de Economia da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade (FEA) da Universidade de São Paulo e Coordenador do Núcleo de Economia Socioambiental (NESA); além de membro-titular do Conselho Científico da Maison des Sciences de l’Homme de Montpellier, na França, distribuiu uma nota à imprensa, neste domingo, longe dos objetivos dos estudos e do trabalho que desenvolve, para dar voz a uma indignação civil e paterna.

    “Não posso deixar de enviar-lhes a nota de meu filho Pedro Vieira Abramovay, em resposta à repugnante matéria de capa de hoje da revista (semanal de ultradireita) Veja”, escreveu, em mensagem dirigida à imprensa e aos amigos, que segue na íntegra:

    Nota de Pedro Abramovay

    “Nego peremptoriamente ter recebido, de qualquer autoridade da República, em qualquer circunstância, pedido para confeccionar, elaborar ou auxiliar na confecção de supostos dossiês partidários. Não participei de supostos grupos de inteligência em nenhuma campanha eleitoral. Nunca, em minha vida, tive que me esconder.

    “A revista Veja, na edição número 2188 de 2010, afirma ter obtido o áudio de uma gravação clandestina entre mim e um ex-colega de trabalho. Infelizmente a revista se recusou a fornecer o conteúdo da suposta conversa ou mesmo a íntegra de sua transcrição.

    “Dediquei os últimos oito de meus 30 anos a contribuir para a construção de um Brasil mais livre, justo e solidário, e tenho muito orgulho de tudo o que faço e de tudo o que fiz. Trabalhei no Ministério da Justiça como Assessor Especial, Secretário de Assuntos Legislativos e Secretário Nacional de Justiça, conseguindo de meus pares respeito decorrente de meu trabalho.

    “Apesar de ver meu nome exposto desta forma, não foi abalada minha fé na capacidade de transformação de nosso país e tampouco na crença da importância fundamental de uma imprensa livre para o fortalecimento de nossa democracia.

    “Pedro Vieira Abramovay – Secretário Nacional de Justiça”

  12. Hernandes
    segunda-feira, 25 de outubro de 2010 – 16:29 hs

    Tenho visto o Brasil regredindo , cade os caras pintadas??? O Collor que atualmente apóia a Dilma, foi deposto por causa de uma Elba e o Lula fica pra baixo e pra cima com o Air Bus presidencial (FAB 51) fazendo campanha política e ninguem diz nada? Assim é fácil, utiliza descaradamente um equipamento caríssimo que pertence a nação,piloto e combustível pagos pelo contribuinte e o povão aplaude!!! O Sr Collor parece um trombadinha perto dessa quadrilha do PT .

  13. segunda-feira, 25 de outubro de 2010 – 16:56 hs

    alguem lembra das capas da veja no reinado do FHC??????
    das falcatruas, dos engavetamentos, dos pagamentos vergonhosos? sem falar na venda dos bens da união (e do plovo!)
    O POVO NÃO TEM MEMORIA TÃO CURTA ASSIM………

  14. Regina
    segunda-feira, 25 de outubro de 2010 – 17:15 hs

    Já viu esse vídeo do Peteleco da Viola Fábio?

    http://www.youtube.com/watch?v=WhWb-fC-8hM&feature=player_embedded

  15. vera
    segunda-feira, 25 de outubro de 2010 – 17:18 hs

    Paulo PRETO foi inventado pelo PT , porque não conseguiram achar nada que desabonasse a candidatura de SERRA. Tanto que ele teve o direito de resposta no programa da DILMA por calúnia.

  16. Ana
    segunda-feira, 25 de outubro de 2010 – 18:03 hs

    hahahaha “não acharam nada que desabonasse a candidatura de serra!!!!”
    tadinho, foi coroinha quando criança e agora será canonizado.
    de que planeta você veio?

  17. VERDADE
    segunda-feira, 25 de outubro de 2010 – 20:13 hs

    Quando a questão é com o Serra o fato não existe! Sonha Marcelina! Paulo Preto…

  18. PAULO SERGIO MOREIRA
    terça-feira, 26 de outubro de 2010 – 10:37 hs

    Ecãndalo pra todo lado. Tem até uma empresa a “Franton Interprise”. Nessa Franton, é só pena que voa dos tucanos…

  19. Joao Batista de Almeida
    terça-feira, 26 de outubro de 2010 – 10:44 hs

    PLABO CALVO: Sugiro que siga o conselho do acima Sergio em resposta a LIA, o que é diferente no governo LULA é que se apura as corrupção e no FHC/SERRA era tudo encoberto debaixo do tapete, vou arrumar uma chupeta p/ voce depois do dia 31.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*