Dilma cancela Londrina | Fábio Campana

Dilma cancela Londrina

A coordenação da campanha de Dilma Rousseff cancelou a passagem de Dilma Rousseff por Londrina hoje. O motivo é simples. No primeiro turno Dilma fez apenas 18% dos votos na cidade e hoje teria de contrastar sua escassa popularidade com a de José Serra, que será recebido por Beto Richa, o campeão de votos no pedaço.

A chegada de Serra e Richa em Londrina está prevista para as 16h. Depois, carreata até o Calçadão, caminhada e entrevista coletiva. Às 17h30, Serra e Richa participarão de encontro com professores no Hotel Sumatra. Às 19h30, encontro com lideranças regionais reunirá cerca de 1.500 no Comitê Central.


23 comentários

  1. janaina de souza
    sexta-feira, 15 de outubro de 2010 – 8:04 hs

    desista mesmo dona terrorista, aqui no norte do parana, só dá Serra 45

  2. CAÇADOR DE PETISTAS
    sexta-feira, 15 de outubro de 2010 – 8:11 hs

    Recomendo este vídeo

    http://www.youtube.com/watch?v=lcHDPtAI3uk

  3. Pablo Calvo
    sexta-feira, 15 de outubro de 2010 – 8:17 hs

    Rumo ao ponto de partida. O nada, a clandestinidade do terror ou quem sabe, uma loja 1,99, de nono.

  4. CAÇADOR DE PETISTAS
    sexta-feira, 15 de outubro de 2010 – 8:21 hs

    DILMA PREGA A CONTINUIDADE DO GOVERNO LULA.

    Vejam por favor este vídeo Srs.

    http://www.youtube.com/watch?v=PBrbcayl0Tk

    Isto é o que o PT de Dilma quer.

  5. Litoral
    sexta-feira, 15 de outubro de 2010 – 9:25 hs

    O Paraná é Serra.

    Dilma já era.

    Nem as pesquisas mau intencionadas dao mais a vantagem para ela.
    rsrsrs

  6. sexta-feira, 15 de outubro de 2010 – 9:29 hs

    Sacaram que no Paraná não são tão bem vindos assim,podem cancelar tudo. Mas, o que acho engraçado mesmo é a declaração do PT divulgada ontem no site do Yahoo,afirmam que a sra.Guerrilheira Dilma ou Estela,até hoje ninguém sabe realmente qual é o seu verdadeiro nome,está ofendida pela campanha de difamação,então vejamos :
    -imaginem se fosse no governo FHC que acontecesse o escândalo dos Correios,qual seria a reação do PT ??????
    -imaginem se fosse no governo FHC que ocorresse a greve dos operadores de vôos em todo o Brasil,qual seria a reação do PT????
    -imaginem se fosse no governo FHC o congestionamento dos aeroportos em todo o Brasil, qual seria a reação do PT??????
    -imaginem se fosse no governo FHC o escândalo dos dólares na cueca,qual seria a reação do PT??????
    -imaginem se fosse no governo FHC que uma deputada aliada sua rebolasse na Câmara dos Deputados,qual seria a reação do PT?????
    -imaginem se fosse no governo FHC descoberto o esquema do Valérioduto,qual seria a reação do PT??????
    -imaginem….
    -imaginem……
    -etc…etc….etc….etc….

    Vão reclamara do que???????

    SERRA 45 NELES….

  7. ALEMÃO
    sexta-feira, 15 de outubro de 2010 – 10:46 hs

    Pra que é que essa bandida desqualificada vem ao Paraná?
    Já perdeu.

  8. Vivi
    sexta-feira, 15 de outubro de 2010 – 10:48 hs

    Augusto de Franco tuitou isto:

    Dando uma de profeta. Vai começar o show off. Ações espetaculares insufladas pelo governo. É bom ficar de olho nas operações policiais.

    A fórmula do Consiglieri (Bastos) para ocupar o campo psico-social, criando diversivos que alterem as fluições da opinião pública

    A fórmula do Consiglieri já funcionou uma vez, com aquela série de ações espetaculares da Polícia Federal para tirar a atenção do Mensalão

  9. Ré no Habibs
    sexta-feira, 15 de outubro de 2010 – 10:48 hs

    Serra vai fazer 90% em Londrina neste segundo turno!!!!

  10. CAÇADOR DE PETISTAS
    sexta-feira, 15 de outubro de 2010 – 10:52 hs

    Percebeu que aqui no Paraná, não tem “bobos”.
    JOSÉ SERRA nela.

  11. Fernanda Alves
    sexta-feira, 15 de outubro de 2010 – 10:58 hs

    Os PTs estão ficando atrapalhados!!
    Quem pensou que já estava ganho nem tinha planos pro segundo turno. Quanta pretensão!!!

  12. Zangado
    sexta-feira, 15 de outubro de 2010 – 11:39 hs

    Ladeira abaixoooooooo !

  13. vera
    sexta-feira, 15 de outubro de 2010 – 12:09 hs

    http://www.youtube.com/watch?v=nNx8L-SdpWs Vejam que LULA DIZ.

  14. HENRY
    sexta-feira, 15 de outubro de 2010 – 12:22 hs

    PARA QUEM DECLARAVA QUE NEM “JESUS CRISTO” LHE TIRARIA A VITÓRIA, ESTÁ COMEÇANDO A PERCEBER QUE O CASTIGO ESTÁ CHEGANDO E VAI SER DIA 31. BEM O DIA DA CAÇA AS BRUXAS… QUE COINCIDÊNCIA NÃO??

  15. O Povo
    sexta-feira, 15 de outubro de 2010 – 12:38 hs

    O Aborto da natureza “Dilma”, esta aflita pois sua candidatura esta detonada e cai a uma velocidade impresionante, ao passo que a candidatura de JOSE SERRA sobe e conquista cada vêz mais e mais brasileiros do bem, familias, comunidades, cidades, estados, a nação. A onda verde amarela sera nas urnas o voto em Jose Serra para novo Presidente do Brasil!!!!!!!!!
    Chega de corrupção da petezada!!!!!!!

  16. sexta-feira, 15 de outubro de 2010 – 13:24 hs

    TEVE UM CANTOR QUE FALOU UMA VEZ QUE ELE ÉRA MAIS FAMOSO QUE JESUS CRISTO…FOI CASTIGADO LEMBRAM????????

  17. vera
    sexta-feira, 15 de outubro de 2010 – 13:41 hs

    DILMA , pediu pra LULA não levantar as mãos para o céu, pois não dá o número vermelho , e sim 45.

  18. wilma dib
    sexta-feira, 15 de outubro de 2010 – 13:42 hs

    Novamente, nesta sexta-feira, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva deixou de despachar no Palácio do Planalto para gravar, em horário de expediente, participação no programa eleitoral de TV da candidata Dilma Rousseff.

    Lula está desde às 9h40 no estúdio de gravação da petista e não foi ao Planalto.

  19. Felipe
    sexta-feira, 15 de outubro de 2010 – 13:51 hs

    Londrina já cancelou Osmar Dias no primeiro turno. Agora, vai cancelar Dilma Rousseff também.

  20. JAMELÃO
    sexta-feira, 15 de outubro de 2010 – 14:44 hs

    Ela não concordou em rachar a despesa da viagem, afinal teria que pagar 48% da despesa e o Serra só 43%, quem bancaria o restante?

  21. sexta-feira, 15 de outubro de 2010 – 15:10 hs

    Queremos um Parana fora da corrupção desta #dilma#!
    Não se aguenta mais saber que ela fala mal do Serra e
    ainda que dar uma de boazinha no Meu, no nosso PR.
    Fora daqui, #Dilma# e seus #dilmistas# Vá para o seu
    país de origem.Lá o terrorismo lhe espera!
    Faça bom proveito, fora do Brasil, que é seu lugar!

  22. Parreiras Rodrigues
    sexta-feira, 15 de outubro de 2010 – 16:20 hs

    Heill Rousseff cancelou a ida ao costureiro prá fazer o modelito da posse.

    E terá que ver a cerimônia pela Tevê,

    Fernando Henrique, lembram-se, entregrou a faixa ao sucessor, mostrando dignidade e até esperança. Qual será a fisionomia do “enganador” ao transmitir o cargo?

  23. Maria Gorete Manoel
    sábado, 16 de outubro de 2010 – 19:19 hs

    Monica Serra contou ter feito aborto, diz ex-aluna à Folha
    O discurso do candidato à Presidência José Serra (PSDB) de que é contra o aborto por “valores cristãos”, que impedem a interrupção da gravidez em quaisquer circunstâncias, é questionado por ex-alunas de sua mulher, Monica Serra.

    Por Mônica Bergamo, na Folha de S. Paulo
    Num evento no Rio, há um mês, a psicóloga teria dito a um evangélico, segundo a Agência Estado, que a candidata Dilma Rousseff (PT), que já defendeu a descriminalização do aborto, é a favor de “matar criancinhas”.

    Segundo relato feito à Folha por ex-alunas de Monica no curso de dança da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas), a então professora lhes contou em uma aula, em 1992, que fez um aborto quando estava no exílio com o marido.

    Depois do golpe militar no Brasil, Serra se mudou para o Chile, onde conheceu a mulher. Em 1973, com o golpe que levou Augusto Pinochet ao poder, o casal se mudou para os Estados Unidos.

    Outro lado

    A Folha tentou falar com Monica Serra durante dois dias para comentar o relato das ex-alunas, sem sucesso. Um dia depois do debate da TV Bandeirantes, no domingo, 10, a bailarina Sheila Canevacci Ribeiro, 37, postou uma mensagem em seu Facebook para “deixar a minha indignação pelo posicionamento escorregadio de José Serra” em relação ao tema.

    Ela escreveu que Serra não respeitava “tantas mulheres, começando pela sua própria mulher. Sim, Monica Serra já fez um aborto”. A mensagem foi replicada em outras páginas do site e em blogs.

    “Com todo respeito que devo a essa minha professora, gostaria de revelar publicamente que muitas de nossas aulas foram regadas a discussões sobre o seu aborto traumático”, escreveu Sheila no Facebook. “Devemos prender Monica Serra caso seu marido fosse [sic] eleito presidente?”

    À Folha a bailarina diz que “confirma cem por cento” tudo o que escreveu. Sheila afirma que não é filiada a partido político. Diz ter votado em Plínio de Arruda Sampaio (PSOL) no primeiro turno. No segundo, estará no Líbano, onde participará de performance de arte.

    Se estivesse no Brasil, optaria por Dilma Rousseff (PT). Sheila é filha da socióloga Majô Ribeiro, que foi aluna de mestrado na USP de Eva Blay, suplente de Fernando Henrique Cardoso no Senado em 1993. Majô foi pesquisadora do Núcleo de Estudos da Mulher e Relações Sociais de Gênero da USP, fundado pela primeira-dama Ruth Cardoso (1930-2008).

    Militante feminista, Majô foi candidata derrotada a vereadora e a vice-prefeita em Osasco pelo PSDB. A socióloga disse à Folha estar “preocupada” com a filha, mas afirma que a criou para “ser uma mulher livre” e que ela “agiu como cidadã”.

    Sheila é casada com o antropólogo italiano Massimo Canevacci, que foi professor de antropologia cultural na Universidade La Sapienza, em Roma, e hoje dirige pesquisas no Brasil.
    A Folha localizou uma colega de classe de Sheila pelo Facebook. Professora de dança em Brasília, ela concordou em falar sob a condição de anonimato. Contou que, nas aulas, as alunas se sentavam em círculos, criando uma situação de intimidade. Enquanto fazia gestos de dança, Monica explicava como marcas e traumas da vida alteram movimentos do corpo e se refletem na vida cotidiana.

    Segundo a ex-estudante, as pessoas compartilhavam suas histórias, algo comum em uma aula de psicologia. Nesse contexto, afirmou, Monica compartilhou sua história com o grupo de alunas. Disse ter feito o aborto por causa da ditadura.

    Ainda de acordo com a ex-aluna, Monica disse que o futuro dela e do marido, José Serra, era muito incerto. Quando engravidou, teria relatado Monica à então aluna, o casal se viu numa situação muito vulnerável.

    “Ela não confessou. Ela contou”, diz Sheila Canevacci. “Não sou uma pessoa denunciando coisas. Mas [ela é] uma pessoa pública, que fala em público que é contra o aborto, é errado. Ela tem uma responsabilidade ética.”

    A assessoria da psicóloga Monica Serra, mulher de José Serra, não respondeu aos questionamentos feitos pela Folha a respeito do relato de suas ex-alunas. A Folha procurou Monica Serra pela primeira vez na manhã de anteontem. Segundo sua assessoria, ela havia viajado para o Chile e não seria possível localizá-la naquele momento.

    Entre quinta-feira e ontem, a reportagem telefonou seis vezes e enviou cinco e-mails para a assessoria. Recebeu uma mensagem com a seguinte afirmação: “Não há como responder”.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*