Ricardo defende pena dobrada para bandido que usar menor no crime | Fábio Campana

Ricardo defende pena dobrada para bandido que usar menor no crime


Candidato ao Senado propõe pena dobrada para o bandido que atrair menor de idade para o crime. Também propõe alterações na interpretação do ECA para recuperar a autoridade da família

No programa eleitoral de televisão, desta segunda (6) à noite, Ricardo Barros, candidato ao Senado, voltou a defender políticas mais efetivas para evitar a entrada de crianças e jovens no crime.

Segundo ele, menores em todo o Estado são usados como instrumentos do crime e das drogas. Para coibir essa prática, Ricardo quer alterar o Código Penal. “O bandido que levar o menor para o crime vai pagar em dobro”, disse.

Ricardo também propõe mudanças na interpretação do Estatuto da Criança e do Adolescente. Na avaliação do candidato ao Senado, a regra atual não está protegendo as crianças nem os jovens. “Precisamos recuperar a autoridade da família”, afirmou.

“Hoje o aluno ofende o professor, se ele reage é chamado no conselho tutelar. O filho bate na mãe, se ela reage é chamada na delegacia. Chega de aluno batendo em professor, filho batendo em pai e ninguém poder fazer nada. Não há mais respeito. Não é essa a verdadeira interpretação do Estatuto”, acrescentou Ricardo Barros.

OCUPAÇÃO – Outra forma de evitar o assédio do crime e das drogas é alterar a Lei do Estágio. Ricardo propõe que, enquanto não houver ensino integral para todos, os estudantes do ensino regular possam, a partir dos 14 anos, fazer estágio. “O seu filho pode estagiar meio período e estudar meio período. Aprendendo um ofício e ajudando na renda da família”, explicou.

VIDA PÚBLICA – Ricardo Barros tem mais de 20 anos de vida pública. Foi o prefeito mais jovem da história de Maringá, aos 29 anos. Sua administração foi marcada por obras e investimentos que prepararam a cidade para o futuro. Hoje, Maringá é considerada umas das melhores cidades do país. Entretanto, a grande marca da administração de Ricardo foi a atenção com as crianças e com os jovens. O trabalho foi reconhecido nacionalmente e internacionalmente, tanto que Ricardo recebeu da Unicef um prêmio pelas ações na área.

Ricardo está no quarto mandato de deputado federal. Considerado um dos parlamentares mais influentes do país, Ricardo foi líder e vice-líder do Governo e presidente de diversas comissões. Nesse período, Ricardo foi o deputado federal que mais trouxe recursos federais para o Paraná. Especialista em orçamento público, Ricardo conseguiu dinheiro para obras e investimentos em mais de 240 cidades.

BOX:

Outras propostas do Ricardo:

– Saúde mais perto de casa, com construção de hospitais regionais menores e bem equipados

– Renda mínima para idosos a partir dos 65 anos
– Recursos para obras e investimentos em todo o Estado


5 comentários

  1. joao APENAS UM CIDADÃO
    terça-feira, 7 de setembro de 2010 – 12:43 hs

    …Mais um exemplo de proposta vazia…esse é o grande problema dos candidatos e da política brasileira…em vez de propor penas para coibir que adultos utilizem menores para praticar crimes…porque não ter propostas para que o crime não aconteça…e tenho dito.

  2. Carlos
    terça-feira, 7 de setembro de 2010 – 12:49 hs

    Concordo e dou uma sugestão para o deputado Ricardo Barros fazer uma lei para dobrar a pena de politicos que cometerem qualquer tipo de crime e que os mesmos cumprem pena junto com os demais criminosos sem o direito de prisão especial mesmo que tenha curso superior, pois os politicos tem a obrigação de ser exemplo para a população.
    Aquele que tem mais instrução tem menos direito de errar por isso os com curso superior deveriam ter sua pena aumentada em pelo menos 1/3 e sem privilégio, comprir prisão comum.
    Como sugestão fazer uma lei para que com apenas um crime praticado por qualquer politico ou ocupante de cargo de confiança do governo o mesmo perca para sempre os direitos politicos, não podendo nunca mais ser candidato e nem ocupar cargo publico e além disto com pena aumentada.

  3. VLemainski-Cascavel
    terça-feira, 7 de setembro de 2010 – 13:56 hs

    É muito bom quando um candidato apresenta propostas exequíveis.
    O Deputado Alfredo Kaefer propôs que a pena a menores infratores fique a critério do juiz a partir de um estudo do perfil psicológico do infrator. Caso este estudo aponte que não tem recuperação a pena poderá ser de muitos anos, ao contrário de hoje, onde a lei é engessada e dentro de poucos dias ou meses está delinquindo novamente.

  4. ROBERTO
    terça-feira, 7 de setembro de 2010 – 19:54 hs

    Concordo plenamente com o deputado Ricardo Barros, precisamos tirar estes bandidos das nossas ruas. O estatuto da criança e adolescente tem que mudar. Estamos com vc Ricardo.

  5. povão
    quinta-feira, 9 de setembro de 2010 – 14:01 hs

    o problema não é aumentar o tempo de prisão , mas sim arrumar as cadeias , q são apenas faculdades do crime ,

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*