Osmar Dias propõe a continuidade de Requião, Beto promete mudança | Fábio Campana

Osmar Dias propõe a continuidade de Requião, Beto promete mudança

Enquanto Osmar Dias reafirmava seus compromissos com Requião, Beto Richa procurou mostrar seu projeto de construção de um novo Paraná. Assim foi o debate da Record, na noite desta segunda-feira.

Osmar defendeu a continuidae das políticas e dos métodos do governo Requião, enquanto Beto Richa procurava demonstrar que é o candidato que representa o desejo de mudança dos paranaenses, propondo-se a realizar uma gestão moderna, com foco em metas e resultados.

Ou seja, ficou clara a diferença de propósitos dos dois candidatos. Osmar nem precisou apresentar propostas, pois seu argumento único é o continuismo e o bom relacionamento que terá com Dilma Rousseff.

Beto Richa apresentou suas propostas e denunciou os ataques rasteiros que vem recebendo nesta campanha eleitoral. “Sou vítima de muitos ataques, de boatos, de uma campanha suja e rasteira do meu principal adversário”, disse Beto ao final do debate. “Eu esperava esses ataques. Um despacho da Justiça Eleitoral proibiu o uso da máquina pública da secretaria da Educação, milhares e milhares de jornais já foram apreendidos em diferentes cidades em comitê do meu adversário. Veja a que ponto chegam as maldades e o desespero para ser governador a qualquer custo”, disse Richa.

No Leia Mais veja a participação de Beto no debate:


1.º Bloco
“Sou candidato para defender o Paraná, defender um projeto de interesse de todos os paranaenses. Aceitei esta nobre e importante missão porque entendi o sentimento dos paranaenses, que querem mudanças, que querem um jeito novo e diferente de governar, que exigem respeito, que querem que sua opinião seja valorizada, querem uma visão moderna de gestão pública.
Eu defendo, portanto, esse projeto político. Construímos uma coligação sem contradições; uma coligação baseada em princípios e afinidades ideológicas.
Quero ser governador do Paraná não por vaidade e muito menos por obsessão, Tenho o desejo de ser governador do Paraná para poder fazer pelo Paraná o que fiz pela nossa capital. Uma gestão testada, aprovada, reconhecida nacionalmente. É esse o modelo de gestão que eu quero implantar no Paraná. Com respeito.”

2.º Bloco

GERAÇÃO DE EMPREGOS

“Faremos um governo indutor do desenvolvimento econômico e social do Paraná. Estaremos de portas abertas no governo, com um governador de braços abertos para todos que querem investir no Paraná. Todos aqueles que vão gerar impostos, criar empregos em nosso Estado serão muito bem-vindos. Também é importante que as empresas aqui instaladas tenham condições de expandir os seus negócios e gerar mais empregos para nossa gente. Existem bons programas que vamos manter. Nós vamos aumentar o limite de isenção para microempresas. Vamos ajudar o comércio, os serviços, os empreendedores e investidores, mas acima de tudo gerar empregos para nossa gente. Vamos investir na capacitação, investir no jovem, com ensino médio técnico profissionalizante em todas as regiões do Paraná. Vamos investir também na educação em tempo integral, priorizando as regiões mais carentes. Lamentavelmente nós temos hoje um terço da população paranaense que vive em regiões com IDH abaixo da média nacional. Vamos investir na infraestrutura para receber novos investimentos para gera empregos no Paraná.

CULTURA

“Faltam ferramentas de difusão da cultura em todo Paraná. Como prefeito de Curitiba, posso dizer o que eu fiz. Revitalizei 23 espaços culturais. Realizamos 7.000 espetáculos criamos programas como Arte Por Onde Você Anda, Cinema a 1 real. Fizemos a democratização do acesso à cultura por toda a cidade. Essa experiência foi testada e aprovada, reconhecida por toda a classe artística. Sabemos que é um caminho possível para todo o Paraná. Vamos revitalizar espaços culturais, começando pelo Teatro Guaíra, que precisa de uma reforma completa. E levar a cultura para todos. Vamos democratizar o acesso à cultura em todo o Estado do Paraná, em todas as suas formas. Temos experiência testada e aprovada na cidade de Curitiba, que serve para todo o Brasil.

INFRAESTRUTURA / RODOVIAS

“Sabemos que temos problemas críticos por falta de investimentos na conservação e readequação das nossas estradas. E também há um problema crítico, o pedágio, que já foi objeto de demagogia em campanhas eleitorais anteriores, quando um candidato dizia que ou o pedágio baixa ou acaba. Nós vamos chamar os concessionários para o diálogo. Vamos fazer prevalecer o interesse público, estabelecer uma tarifa mais justa. Vamos abrir as planilhas de custos e chegar a um entendimento. Porque nunca houve isso: a conversa, o diálogo para chegar a um denominador comum. Vamos fazer com que o interesse do usuário dessas estradas, e do povo do Paraná, possa prevalecer. E também a retomada dos investimentos previstos nos contratos originais com as concessionárias. Principalmente na BR 277, no trecho entre Cascavel e Medianeira. Também vamos implantar 60 Patrulhas Rodoviárias, para conservação e readequação das estradas rurais.”

3.º Bloco

GESTÃO PÚBLICA

“A situação financeira do Estado é crítica. Lamentavelmente, o Paraná é o 18.º Estado em volume de recursos para investimentos. O Estado passa por um momento muito difícil justamente porque não teve uma gestão competente, eficiente, com planejamento e prioridades. É importante ter exemplos práticos para mostrar. Assumi a Prefeitura com déficit financeiro; com uma gestão eficaz, vigorosa, competente e dinâmica conseguimos avançar bastante. Pagamos todos os compromissos, pagamos os precatórios – uma das poucas cidades do Brasil que está com os precatórios em dia. Foram R$ 160 milhões pagos em precatórios; fechamos as torneiras do desperdício; demos um choque de gestão, que é fazer mais e melhor gastando menos; e melhoramos o gasto público, o que possibilitou muitos avanços. Nós demos aumentos com ganhos reais todos os anos aos servidores públicos, e conseguimos transformar a capital num grande canteiro de obras.

Adotamos inclusive uma ferramenta muito importante, que apenas governos competentes, com visão estratégica e modernos adotam. São os Contratos de Gestão. Os meus secretários assumiram comigo compromissos de atingir metas e objetivos que eu estabeleci, baseados no Plano de Governo que apresentei no período eleitoral. O secretário que não atingir a meta na sua área já sabe de antemão que será automaticamente da minha equipe. Queremos com isso agilidade, menos burocracia e o tão desejado profissionalismo na máquina pública.

4.º Bloco

UNIVERSIDADES / EDUCAÇÃO

“Educação é o principal fator para explicar por que alguns países cresceram e se desenvolveram e outros não. A educação é um fator de inclusão social, é a construção da cidadania das pessoas e a possibilidade de um futuro melhor para todos. As nossas universidades estaduais devem ser públicas, gratuitas e com qualidade. Também é preciso valorizar todo o corpo docente. De forma democrática, vamos escolher as melhores políticas públicas para avançar ainda mais com as nossas universidades e ampliar a oferta de cursos para os jovens. Os institutos de pesquisa e as universidades estaduais vão liderar a produção de ciência, tecnologia e pesquisa.

Investimos muito em educação em Curitiba. A Educação em Curitiba foi considerada por três vezes o melhor ensino público do Brasil. Isso nós conseguimos às custas de muito investimento e a parceria e a valorização dos nossos professores. Então, eu aproveito a oportunidade para desfazer uma maldade disseminada por meu adversário, que quis me colocar contra os professores. Professores que sempre mereceram o respeito, a valorização e a amizade do governador José Richa; que sempre mereceram o respeito, a valorização e a amizade do prefeito Beto Richa. Não acreditem nessas maldades porque sabem que nós sempre respeitamos muito todos os professores do Estado do Paraná. Se for eleito eleito governador, meu secretário de Educação será o meu candidato a vice-governador Flávio Arns, um especialista da área. Não é a minha família que deve satisfação por maus tratos aos professores do Paraná.

Bloco final

CONSIDERAÇÕES FINAIS

“Por onde passei neste Estado, nas mais diferentes regiões deste Estado, por todos os municípios que percorri, fui muito bem recebido. Recebido com carinho, em cada aperto de mão, em cada abraço apertado, o brilho nos olhos das pessoas, a certeza de que nós estamos no caminho certo, rumo à vitória, à vitória do Estado do Paraná e que vai beneficiar a todos os paranaenses. Só lamento vir a este debate hoje tratar de assuntos crônicos do nosso Estado. Saúde e segurança principalmente. Eu fui candidato a governador em 2002 e os assuntos eram os mesmos. Estou vendo esses problemas se arrastarem por muitos anos. E a população sendo prejudicada com a falta de investimento na saúde pública, com a falta de investimento na contratação de mais policiais para garantir a segurança, a tranquilidade e a paz das famílias do Estado do Paraná.”
“A minha candidatura representa a mudança, de estilo, jeito, com um governo que apresente resultados positivos que atendam aos interesses de todos paranaenses. Sou candidato da mudança sem aventuras, com a segurança e a tranquilidade de manter bons programas que vêm dando certo e a população aprova. Assim como fiz na capital, com os programas Armazém da Família e Mãe Curitibana. Programas sociais que a população aprova, nós vamos manter.”


18 comentários

  1. maria joana
    terça-feira, 21 de setembro de 2010 – 10:12 hs

    o BETO RICHA È dez vezes melhor que osmar dilma requiao e lula juntos. sou beto richa e josé serra.

  2. Parreiras Rodrigues
    terça-feira, 21 de setembro de 2010 – 10:16 hs

    Dona Ruth Bolognese insinua empate ou virada. Baseia-se, suponho, em pesquisas internas da sua coligação.
    Contrárias, lógico, as que mostram o nosso “instituto”.

  3. Pablo Calvo
    terça-feira, 21 de setembro de 2010 – 10:20 hs

    Estou no Noroeste do Estado.
    Conversei com amigo funcionário de instituto que pesquisa 14 cidades pequenas, que deveriam, pela vocação agrícola e governista, serem redutos osmaristas.
    Disse-me que nelas, “Tá pau a pau,Beto ganha num, Osmar noutro, diferenças miúdas”.
    Dedução: Beto governador!

  4. PAPUDO
    terça-feira, 21 de setembro de 2010 – 10:20 hs

    Continuidade de REQUIAO aí é pra acaba!!!

    O sujo junto do mal lavado, é só o que falatava

  5. Luiz
    terça-feira, 21 de setembro de 2010 – 11:27 hs

    RUMO A VITÓRIA BETO!!!
    FORA OSMAR DIAS E CAMBADA DO PT E PMDB!!!
    JUNTOS FAREMOS UM NOVO PARANÁ!

  6. se gritar pega ladrão ...
    terça-feira, 21 de setembro de 2010 – 11:29 hs

    Se o Osmemo Dias falou isso perdeu meu voto de vez. Continuação do governo requião , ele só pode tar brincando!! A segurança no paraná é péssima, o investimento em infraestrutura é uma piada, votei nele em 2006 justamente porque não aprovo a conduta e a gestão do requião no estado.

  7. Indignado
    terça-feira, 21 de setembro de 2010 – 12:19 hs

    Como pode, ter um continuismo de uma era de falcatruas e desserviço para a população paranaense? Em 08 anos de Requião no estado, o que realmente foi feito? Nada de relevante. Vejam só, hospitais, postos, segurança, isso tudo são obras obrigatória de investimento, mesmo assim foi muito pouco, pelo periodo de 08 anos. O Requião fala que construiu casas no Guarituba, mas a Cohapar esta colhendo assinaturas somente agora? Como pode, e se tiver contruido, são 08 anos para somente isso? No primeiro mandato teve o Romanelli que nada fez a não ser vender toda a carta de crédito para a CEF, no segundo mandato, teve o Greca que sómente fazia festa do Ile de France e vernisagem nas dependencias da Cohapar. As secretárias foram inchadas por um bando de cabideiros de plantão, do PT e PMDB, a máquina do estado ficou inchada. E na SEED, como ficou depois do caso das tvs laranja? Quem era o secretário na época? Mauricio Requião! E o Porto de Paranaguá, com o tão competente Eduardo Requião, virou um porto de nada, com as maiores empresas de importação e exportação indo embora para SC e SP, o porto esta abandonado e o sr. Eduardo Requião tendo que explicar sobre dinheiro, e muito dinheiro, que sumiu da sua casa e daonde vem esse dinheiro, e pq culpar outras pessoas? E a mobília do escritório de Brasilia, onde esta, e o que se fazia neste escritório? Para que servia, a não ser para preparar a campanha do sr Requião de Melo e Silva. Espero que o povo paranaense na hora do voto, lembre de tudo isso. Vamos mudar para termos pelo menos a chance de dizer que tentamos.

  8. terça-feira, 21 de setembro de 2010 – 13:24 hs

    Continuação da CORRUPÇÃO ???

    Deus nos salve !

    QUEREMOS um NOVO PARANÁ

  9. Joao Batista de Almeida
    terça-feira, 21 de setembro de 2010 – 13:47 hs

    Voce Beto tem demonstrado que realmente é o melhor candidato para o Governo do Estado, acho que a questão dos “Laranjas Podres” fez com que os adversários usassem contra voce, não teria um meio para voce justificar o que quis dizer e que provasse que não citou todos os professores do estado, acho prioridade de sua campanha fazer esta justificativa, boa sorte…..

  10. Prof. Bonin
    terça-feira, 21 de setembro de 2010 – 13:52 hs

    Beto Richa = Mudanças e Novo Paraná de Conquistas
    Osmar Dias = Estagnação e Continuísmo Requião
    Vamos de Modernidade e Progresso, vamos de BETO RICHA e FLÁVIO ARNS vice!!!!!!!!!

  11. Joao Batista de Almeida
    terça-feira, 21 de setembro de 2010 – 14:10 hs

    Presta atenção Osmar, querer continuar o governo Requião é uma piada, Governo das promessas, como o pedágio abaixa ou acaba, estradas altenativa, Segurança, Porto de Paranaguá e por aí vai, Osmar voce não merece isto, seja voce mesmo, comparar com o Requião e pedir para não ir nem para o 2º turno, Votei em voce n passada porque era, sou e sempre serei contra Requião, desta vez sou +BETOOOOOOOO.

  12. Jose
    terça-feira, 21 de setembro de 2010 – 15:44 hs

    O Beto pegou leve com o Osmar. Poderia te-lo massacrado em várias oportunidades, como nos erros numéricos do faturamento das empresas, no caso de reconhecer um erro so depois de falar com os sindicalistas que iria prejudica-los com o fim da multa do FGTS, ou seja uma engabelação pois como um senador nao saberia que tirar 40% nao prejudicaria os trabalhadores, e principalmente na historia da “amizade”com a Dilma e Lula, onde o Beto poderia dizer que uma amizade comprada não é garantia de nada. Mesmo assim Beto aproveitou a oportiunidade e apresentou suas propostas. Osmar, acorda! O telespectador do debate é formador de opinião, nao substime nossa inteligencia!

  13. Jose
    terça-feira, 21 de setembro de 2010 – 15:50 hs

    O proximo debate poderia ser menos engessado. Perguntas livres para quem quiser. Aí sim! O melhor da organizacao do debate da RIC foi a Alessandra Consoli, alem de excelente profissional, embeleza o cenário. Tem a intervenção mais suave no fim do tempo de cada candidato. Nem o Nascimento no debate dos presidenciaveis conseguiu tal façanha.

  14. FILET MIGNON
    terça-feira, 21 de setembro de 2010 – 16:54 hs

    Não fui, nunca votei, nunca apoiei, nunca desejei ao Paraná o TSNUNAME DA INCOMPETENCIA REQUIÃO.
    Fui fundador do MDB no Norte Pioneiro… Cansei de falar pro velho RICHA que o REQUIÃO era um engôdo (quando RICHA o apoiou para a Prefeitura. Disse o mesmo ao Álvaro…
    OSMAR, sem dúvida é a melhor opção para o PARANÁ que é um estado que possui uma agropecuária forte e estabelezada únicamente às custas dos empresários rurais, pois, se fossem esperar qualquer coisa de um ex-governador que come mamona e diz que o “Beto subia nos pés de melancia”, aí não dá né!
    Tenho certeza que o OSMAR que de bobo não tem nada, está peiando o leitão gordo, e, depois das eleições solta ele no pasto pois não vai mais mamar. Terá que comer da GRAMA QUE NUNCA PLANTOU!
    Disso, tenham certeza absoluta!

  15. tngdrf
    terça-feira, 21 de setembro de 2010 – 17:45 hs

    Não é continuismo de Requião. Isto é Bazófia. A questão prioritária é a continuação de modelo de Curitiba para o Estado. As obras aconteceram em Curitiba graças a dinheiro do BNDS e principalmente aos antecessores.
    O ideal seria a política limpa. Mas no Brasil ????
    Acredito que o Sr. Beto seja boa pessoa, porém o partido dele é uma B….

  16. marcelo
    quarta-feira, 22 de setembro de 2010 – 9:06 hs

    Na boa, quem vota na Dilma, tem que comer farinha !!!!!!!
    Esse povo merece o que passa……….
    Por isso nao volto para o brasil… povo mane… vende voto por uma bala ou churrasco……….
    !!!!!!!!!!

  17. Senhor V
    quarta-feira, 22 de setembro de 2010 – 10:30 hs

    Conitunuidade da malandragem e de desmandos no Paraná
    Beto richa será eleito no primeiro turno e Osmar Dias mais uma vez derrotado pois nem com todo $$$ do Governo Estadual e Federal consegue se eleger.

    Senhor V

  18. antonio leal da silva
    domingo, 26 de setembro de 2010 – 19:02 hs

    Beto Richa quando vc for o governador por favor acabe com aqueles ladroes que ficam abrindo bicas e tombados dos caminhoes nas filas no porto de paranagua, porque nao da mas para sair do patio a noite para ir os silos para descarregar chega nos silos com o caminhao vazio os produto ficam na rua para eles catarem depois. Tem malandro rico comprando esses produtos e os motoristas ficam com os prejoizos quando vai trocar o frete nos postos tem que pagar. falo isso porque sou caminhoneiro, por favor fassa alguma coissa por nos a nossa vida e muito sofrida…….. sou da cidade de Nova Tebas

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*