Gleisi, aos 45, em campanha no Litoral | Fábio Campana

Gleisi, aos 45, em campanha no Litoral

Nesta segunda-feira (6), a candidata ao Senado Gleisi Hoffmann comemora seu aniversário com a população de Paranaguá. A agenda de Gleisi começou ainda de madrugada acompanhada pelos candidatos a deputado pelo PT, Ângelo Vanhoni e Roni Barbosa (federal), e Florivaldo Souza (estadual), além dos pedetistas José Baka, prefeito de Paranaguá e a primeira-dama Jozaine Baka, que também disputa uma vaga à deputada estadual.

A primeira visita aconteceu no Sindicato dos Arrumadores do Porto, seguida pelo Sindicato da Estiva, onde ela conversou com os estivadores em frente ao estabelecimento. Gleisi destacou os avanços do Governo Lula e a importância de dar continuidade aos projetos implantados pelo presidente.

“Grandes conquistas alcançadas pelo Governo Federal melhoraram a vida dos brasileiros, ao investir em políticas de geração de emprego e renda e aumento salarial. Nós precisamos manter esse olhar de respeito aos trabalhadores e, para que isso aconteça, é preciso eleger candidatos que tenham esses princípios”, declarou, defendendo a eleição dos candidatos da coligação “A União Faz um Novo Amanhã”.

Desenvolvimento das cidades portuárias

Gleisi afirmou ser contra a privatização dos portos, ressaltando a necessidade de investir nas empresas públicas para o desenvolvimento do País. Ela defendeu também o pagamento de royalties para as cidades-sedes de portos, como Paranaguá. “Assim, será possível investir mais em infraestrutura, saúde, segurança, educação e outras áreas que o município tenha carência, o que fará toda a diferença para os moradores dessas regiões”, destacou.

A candidata informou ainda que, a partir do ano que vem, o Governo Federal deverá investir na construção de novos estaleiros no Paraná, o que irá contribuir com o desenvolvimento da indústria naval local. Em entrevista à Rádio Ilha do Mel ela destacou a necessidade da dragagem do Canal do Calado. “O Governo Lula já trouxe muitos projetos para Paranaguá, mas precisamos avançar ainda mais. Já está previsto no PAC 2 obras de saneamento básico para o litoral paranaense, uma grande necessidade da região”, completou.

Gleisi também reforçou a necessidade de investimentos na área de Segurança Pública, pois é grande o número de crimes ocorridos no litoral. Ela citou casos graves que chocaram toda a população, como o do Delegado de Pontal do Paraná, José Antônio Zuba de Oliva, morto no final do mês passado, e o Delma Acelga Tavares, assassinada a facadas em um rio no balneário de Pontal do Sul. “Não podemos deixar que esse tipo de crimes aconteça. Devemos implantar um plano de segurança integrada com ações urgentes, até pela proximidade do verão”, concluiu.

Ainda na manhã de segunda, Gleisi concedeu entrevista à Rádio Comunitária Aliança, visitou o Comitê Majoritário e fez uma caminhada pelas ruas da cidade.


15 comentários

  1. Vivi
    segunda-feira, 6 de setembro de 2010 – 16:29 hs

    Vamos errar de novo?

    Ferreira Gullar- FSP

    FAZ MUITOS ANOS já que não pertenço a nenhum partido político, muito embora me preocupe todo o tempo com os problemas do país e, na medida do possível, procure contribuir para o entendimento do que ocorre. Em função disso, formulo opiniões sobre os políticos e os partidos, buscando sempre examinar os fatos com objetividade.
    Minha história com o PT é indicativa desse esforço por ver as coisas objetivamente. Na época em que se discutia o nascimento desse novo partido, alguns companheiros do Partido Comunista opunham-se drasticamente à sua criação, enquanto eu argumentava a favor, por considerar positivo um novo partido de trabalhadores. Alegava eu que, se nós, comunas, não havíamos conseguido ganhar a adesão da classe operária, devíamos apoiar o novo partido que pretendia fazê-lo e, quem sabe, o conseguiria.
    Lembro-me do entusiasmo de Mário Pedrosa por Lula, em quem via o renascer da luta proletária, paixão de sua juventude. Durante a campanha pela Frente Ampla, numa reunião no Teatro Casa Grande, pela primeira vez pude ver e ouvir Lula discursar.
    Não gostei muito do tom raivoso do seu discurso e, especialmente, por ter acusado “essa gente de Ipanema” de dar força à ditadura militar, quando os organizadores daquela manifestação -como grande parte da intelectualidade que lutava contra o regime militar- ou moravam em Ipanema ou frequentavam sua praia e seus bares. Pouco depois, o torneiro mecânico do ABC passou a namorar uma jovem senhora da alta burguesia carioca.
    Não foi isso, porém, que me fez mudar de opinião sobre o PT, mas o que veio depois: negar-se a assinar a Constituição de 1988, opor-se ferozmente a todos os governos que se seguiram ao fim da ditadura -o de Sarney, o de Collor, o de Itamar, o de FHC. Os poucos petistas que votaram pela eleição de Tancredo foram punidos. Erundina, por ter aceito o convite de Itamar para integrar seu ministério, foi expulsa.
    Durante o governo FHC, a coisa se tornou ainda pior: Lula denunciou o Plano Real como uma mera jogada eleitoreira e orientou seu partido para votar contra todas as propostas que introduziam importantes mudanças na vida do país. Os petistas votaram contra a Lei de Responsabilidade Fiscal e, ao perderem no Congresso, entraram com uma ação no Supremo a fim de anulá-la. As privatizações foram satanizadas, inclusive a da Telefônica, graças à qual hoje todo cidadão brasileiro possui telefone. E tudo isso em nome de um esquerdismo vazio e ultrapassado, já que programa de governo o PT nunca teve.
    Ao chegar à presidência da República, Lula adotou os programas contra os quais batalhara anos a fio. Não obstante, para espanto meu e de muita gente, conquistou enorme popularidade e, agora, ameaça eleger para governar o país uma senhora, até bem pouco desconhecida de todos, que nada realizou ao longo de sua obscura carreira política.
    No polo oposto da disputa está José Serra, homem público, de todos conhecido por seu desempenho ao longo das décadas e por capacidade realizadora comprovada. Enquanto ele apresenta ao eleitor uma ampla lista de realizações indiscutivelmente importantes, no plano da educação, da saúde, da ampliação dos direitos do trabalhador e da cidadania, Dilma nada tem a mostrar, uma vez que sua candidatura é tão simplesmente uma invenção do presidente Lula, que a tirou da cartola, como ilusionista de circo que sabe muito bem enganar a plateia.
    A possibilidade da eleição dela é bastante preocupante, porque seria a vitória da demagogia e da farsa sobre a competência e a dedicação à coisa pública. Foi Serra quem introduziu no Brasil o medicamento genérico; tornou amplo e efetivo o tratamento das pessoas contaminadas pelo vírus da Aids, o que lhe valeu o reconhecimento internacional. Suas realizações, como prefeito e governador, são provas de indiscutível competência. E Dilma, o que a habilita a exercer a Presidência da República? Nada, a não ser a palavra de Lula, que, por razões óbvias, não merece crédito.
    O povo nem sempre acerta. Por duas vezes, o Brasil elegeu presidentes surgidos do nada -Jânio e Collor. O resultado foi desastroso. Acha que vale a pena correr de novo esse risco?

  2. marcio linfon
    segunda-feira, 6 de setembro de 2010 – 17:02 hs

    45 é ótimo, Gleisi.
    Dá-lhe Beto, Gustavo e Ricardo.
    Chega de blá-blá-blá e de candidato que parece propaganda de sabonete.

  3. FCH
    segunda-feira, 6 de setembro de 2010 – 17:10 hs

    COM O APOIO DO LULA ELA SÓ VAI PERDER OS VOTOS CONQUISTADOS. PENSEM, REFLITAM BEM ANTES DE VOTAR…. DEPOIS NÃO ADIANTA FALAR QUE NÃO FORAM AVISADOS

    LEIAM O POSICIONAMENTO DAS IGREJAS CATÓLICAS E EVANGÉLICAS REFERENTE ÀS POLÍTICAS DO PT:
    QUARTA-FEIRA, 4 DE AGOSTO DE 2010
    CNBB contra Dilma Rousseff
    Em carta, CNBB pede que fiéis não votem em Dilma
    21/07/2010 às 20h31m

    http://oglobo.globo.com/pais/eleicoes2010/mat/2010/07/21/em-carta-cnbb-pede-que-fieis-nao-votem-em-dilma-917208359.asp

    PIB CURITIBA – Culto de 29/08/2010 –
    Posicionamento do Pastor Pascoal Piragine em relação às eleições de 2010
    http://www.youtube.com/watch?v=ILwU5GhY9MI

    JÁ DISSE ISSO E VOU DIZER PELA DÉCIMA VEZ….. , QUEM VOTA NO PT É DA MESMA TURMA E CONCORDA COM ESSAS “IDÉIAS” (INIQUIDADES)…

  4. Gleisi na Cabeça
    segunda-feira, 6 de setembro de 2010 – 17:21 hs

    PARABENS GLEISI E DEUS TE ACOMPANHE SEMPRE.
    JA ESCOLHI VC PARA O SENADO, MAS VOTO NO FRUET TAMBEM.
    VOU DE DILMA, BETO, ROSINHA, LINDOLFO JR..
    VOCE ALEM DE LINDA TEM CONTEUDO TBM.
    TENHO CERTEZA QUE VOCE AINDA VAI SER NOSSA GOVERNADORA.
    VIVA A GLEISIIIIIIIIIIIIIII

  5. jaimenativo
    segunda-feira, 6 de setembro de 2010 – 18:30 hs

    esta conversa ela teve com os trabalhadores da estiva,mais teve uma intercorrencia neste local.o presidente do sindicato nao deixou eles realisarem o discurso dentro do ponto de chamada,dai tiveram que fazer la fora,dizem os trabalhadores que foi por causa da josaine baka que deu rolo,por que ela foi vaiada pelos estivadores e o baka tambem foi vaiado,foi o comentado pela cidade.

  6. VANILDE
    segunda-feira, 6 de setembro de 2010 – 18:38 hs

    IDADE LINDA A DA GLEISI…45!!!

  7. Tutu do Boqueirão
    segunda-feira, 6 de setembro de 2010 – 20:33 hs

    Não merecemos essa Gleisi, o que ela fez, o que ela foi, qual a sua experiência?
    Amigos, sua virtude é ser “esposa” do Ministro.

  8. ERNESTO
    segunda-feira, 6 de setembro de 2010 – 20:57 hs

    ENGRAÇADO COMO SURGEM COMENTÁRIOS FALANDO DA TAL ALIANÇA DE OSMAR DIAS COM O PT E PMDB!
    CONTUDO, COMENTÁRIOS DESQUALIFICADORES SOBRE DILMA ,REQUIÃO E GLEISE QUE SÃO PETISTAS E PMDBISTA NATOS SÃO DISCRETOS OU SIMPLESMENTE IGNORAM PREFERINDO ATACAR A PESSOA DO SENADOR.
    EU ,PARTICULARMENTE NÃO VOTO EM NENHUM DELES . VOTAREI MARINA E GUSTAVO ALÉM DO OSMAR DIAS.
    PARECE QUE ESTOU PERDIDO ,MAS NA REALIDAE ESTOU VOTANDO NAS PESSOAS E NÃO NOS PARTIDOS!

  9. ylreve poligrafo
    segunda-feira, 6 de setembro de 2010 – 21:06 hs

    45 combina com BETO.Pela cabecinha e idéias pensei que tivesse bem menos. Amadureça e volte daqui há alguns anos.

  10. Naiara Galvão
    segunda-feira, 6 de setembro de 2010 – 21:10 hs

    Que pena, não dava nem para dar uma velinha para cada um dos ouvintes. Sobram velas, faltam eleitores.

  11. CAÇADOR DE PETISTAS
    segunda-feira, 6 de setembro de 2010 – 21:28 hs

    CNBB PEDE AOS FIÉIS, NÃO VOTEM EM DILMA

    NUNCA NESTE PAIS HOUVE TANTA PREOCUPAÇÃO EM UM CÂNDIDATO – LEIAM A CARTA ABAIXO – O RISCO DILMA

    Rio – A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), divulgou uma carta na última segunda-feira, na qual pede que os fiéis não votem na candidata do PT à presidência, Dilma Rousseff.

    Leia a carta na íntegra:

    “Daí a César o que é de César e a Deus o que é de Deus. Com esta frase Jesus definiu bem a autonomia e o respeito, que deve haver entre a política (César) e a religião (Deus). Por isso a Igreja não se posiciona nem faz campanha a favor de nenhum partido ou candidato, mas faz parte da sua Missão zelar para que o que é de “Deus” não seja manipulado ou usurpado por “César” ou vice-versa.

    “Quando acontece essa usurpação ou manipulação é dever da Igreja intervir convidando a não votar em partido ou candidato que torne perigosa a liberdade religiosa e de consciência ou desrespeito a vida humana e aos valores da família, pois tudo isso é de Deus e não de César. Vice-versa extrapola da missão da Igreja querer dominar ou substituir-se ao Estado, pois nesse caso Ela estaria usurpando o que é de César e não de Deus.”

    “Na atual conjuntura política o Partido dos Trabalhadores (PT), através do seu IIIº e IVº Congressos Nacionais (2007 e 2010 respectivamente), ratificando o 3º Plano Nacional de Direitos Humanos (PNDH3), através da punição dos deputados Luiz Bassuma e Henrique Afonso, por serem defensores da vida, se posicionou publicamente e abertamente a favor da legalização do aborto, contra os valores da família e contra a liberdade de consciência.”

    “ Na condição de Bispo Diocesano, como responsável pela defesa da fé, da moral e dos princípios fundamentais da lei natural que, por serem naturais procedem do próprio Deus e por isso atingem a todos os homens, denunciamos e condenamos como contraditórias às leis de Deus todas as formas de atentado contra a vida, dom de Deus , como o suicídio, o homicídio assim como o aborto pela qual, criminosa e covardemente, tira-se a vida de um ser humano, completamente incapaz de se defender. A liberação do aborto que vem sendo discutida e aprovada por alguns políticos não pode ser aceita por quem se diz cristão ou católico.

    Já afirmamos muitas vezes e agora repetimos: não temos partido político, mas não podemos deixar de condenar a legalização do aborto. (confira-se Ex. 20,13; Mt 5,21).”

    “Isto posto, recomendamos a todos verdadeiros cristãos e verdadeiros católicos a que não deem seu voto à Senhora Dilma Rousseffe e demais candidatos que aprovam tais “liberações”, independetemente do partido a que pertençam.

    Dom Luiz Gonzaga Bergonzini.”

    Lula e Dilma representam um risco eminente a DEMOCRACIA, so não vê quem não quer.
    ACORDEM BRAZILEIROS, ACRODEM

    JOSÉ SERRA JÁ NESTA CORJA DE COMUNISTAS

  12. Jeronimo Guevara
    segunda-feira, 6 de setembro de 2010 – 21:56 hs

    FHC não tinha morrido????

  13. Jeronimo Guevara
    segunda-feira, 6 de setembro de 2010 – 21:57 hs

    Lembro que FHC e Serra se diziam ateus…será que continuam ou estão enganando essa manezada que acreditam neles…

  14. MARCIA DO CAJURU
    segunda-feira, 6 de setembro de 2010 – 23:20 hs

    A MELHOR COISA QUE VI NESTA CAMPANHA DA GLEISE ATÉ HOJE FOI O 45.
    BETO RICHA45
    JOSÉ SERRA 45.

  15. Luis Break
    terça-feira, 7 de setembro de 2010 – 9:55 hs

    no dia 03 de outubro ela vai votar em Beto Richa 45. Quem duvida? Eu não pois ela sabe que Beto Richa 45 é o melhor para o Paraná.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*