Em Cascavel, 600 professores pela Educação com Beto Richa | Fábio Campana

Em Cascavel, 600 professores pela Educação com Beto Richa

Beto Richa reafirmou seu compromisso com a educação nesta sexta-feira (17), em Cascavel, em encontro com cerca de 600 professores da região Oeste. “Os professores já sabem do compromisso que eu tenho com a educação. Está no meu DNA: José Richa foi um grande governador dos professores, sensível, amigo, diálogo franco e aberto permanentemente com os professores, que conheceram os maiores avanços naquele período”, afirmou Beto, destacando que a educação será prioridade. “Assim como fiz em Curitiba, a educação será prioridade”, disse.

No encontro, Beto ouviu dezenas de reivindicações da classe. Na entrada, Beto foi abordado pelos professores do Colégio Estadual Attílio Fontana, um dos maiores de Toledo, que entregaram um dossiê com informações e imagens que denunciam o péssimo estado de conservação da escola. “É uma escola que precisa de reforma imediata. Atendemos 1.200 alunos e a situação é precária, horrível, sem condições”, disse João Batista de Oliveira, diretor do Colégio. “Nos últimos cinco anos foram feitos apenas pequenos reparos”, observou a pedagoga Dianete Ragazzan, membro do Conselho Escolar do Colégio. “Protocolamos um pedido de providências em 2006, mas até agora nada. A única coisa que temos são promessas”, denunciou a pedagoga Fernanda Trindade.

Entre as principais reivindicações dos professores da região Oeste, que o Estado assuma os custos do transporte escolar para que os municípios possam direcionar recursos para investimentos em capacitação continuada, formação profissional e valorização salarial de professores e profissionais de educação. “Hoje, são os municípios que arcam com esses custos”, explicou a professora Sueli Goiz da Silva, presidente do Sindicato dos Professores de Cascavel, que representa 1.400 professores.

Os professores também querem a diplomação do Programa de Capacitação para Docentes da Faculdade Vizivali. De acordo com Sueli, o problema atinge mais de 25 mil professores que aguardam o reconhecimento dos diplomas. “Essa situação está travada desde 2005 e precisamos de uma solução”, disse Sueli. “Ainda faltam os certificados da Vizivali. O atual grupo que governa o Estado nos enganou. A gente fez o curso em 2005 e até agora não recebemos o diploma”, disse a professora Ondina de Fátima Teixeira Cardoso, de 44 anos, do município de Boa Vista da Aparecida.
Para ela, Beto Richa tem as melhores propostas para o setor da educação paranaense. “Simpatizo muito com o Plano de Governo do Richa, especialmente no que se refera à educação. Soube que em Curitiba ele ampliou a licença maternidade de 4 para 6 meses. Essa é uma demonstração do jeito do Beto de governar”, lembrou Ondina. “O Beto é corajoso e honesto. Ele não teria feito uma votação tão grande em Curitiba por duas vezes. O povo não se engana duas vezes”, completou a professora, reivindicando melhores salários e condições de trabalho.

“Acredito nas propostas do Beto e acho que ele fará um bom governo”, afirmou a professora Thaísy Galdino Pivato, de 33 anos, da rede estadual de ensino, em Capitão Leônidas Marques, reclamando do atendimento oferecido pelo Serviço de Atenção à Saúde (SAS). “Acho que o Estado poderia oferecer um Plano de Saúde para os professores num formato mais amplo. Hoje, é muita burocracia. Para conseguir uma consulta especializada, antes você precisa passar pelo clínico geral. Além disso, é muito demorado, liguei em março pra conseguir uma consulta em julho. Isso é um absurdo”, disse a professora. Thaísy sugere que o atendimento possa ser feito em todos os municípios. “Para conseguir atendimento, a gente precisa vir a Cascavel”, completou.

Empresários

Em Cascavel, Beto Richa também participou de um evento de campanha do candidato a deputado federal João Destro (PPS), que reuniu cerca de 2.000 pessoas na Associação Atlética Coopavel. “Vou governar com os olhos voltados para o interior, onde as pessoas mais precisam das oportunidades. Temos visto por todo o Paraná muita carência, muita dificuldade, mas por outro lado é um Estado rico em potencialidades, que foram mal exploradas nos últimos anos, justamente por falta de um governo eficiente, que tenha planejamento, que possa estabelecer prioridades e o compromisso em fazer o melhor. Nós vamos fazer essa gestão profissional e técnica, privilegiando e valorizando os servidores públicos do Estado.
130 vereadores

No fim da noite, Beto Richa participou de um encontro com 130 vereadores de municípios da região Oeste do Paraná, no comitê de campanha, em Cascavel. “Queremos, hoje, fazer uma corrente para eleger o Beto. Não tem 2.º turno, é agora!”, defendeu o vereador Júlio César Lemes da Silva (PMDB), de Cascavel. “O Beto está preparado para ser governador do Paraná, ele tem sensibilidade, respeito e escuta os paranaenses”, completou.
“Beto Richa é a melhor opção porque, ao contrário dos outros, que prometem, já mostrou que faz em Curitiba. Beto Richa é um grande avanço. Voto e apoio o Beto pela capacidade de diálogo e conciliação. Chega de truculência”, afirmou o vereador Léo Mion (PSDB), de Cascavel.
“O Beto está melhor preparado para governar o Paraná que o Osmar. Eu estou apoiando o Beto porque o PMDB e o PT são nossos adversários e agora o Osmar fez a coligação com esses partidos. Essa coligação eu não aceito. Me sinto traído pelo Osmar”, considerou o vereador Valdir Antônio Todeschatto, o Dantinho, presidente do PDT de Três Barras do Paraná.


12 comentários

  1. ▄▀▄†Ψ REQUEIJÃOΨ†▄▀▄™
    sábado, 18 de setembro de 2010 – 16:59 hs

    Cadê o Alvaro Dias? Será que ele vai votar no seu Irmão?

  2. Grilo de Paranaguá
    sábado, 18 de setembro de 2010 – 17:38 hs

    Se o Osmar não tem educação pra tratar com as pessoas, como é que vai falar em “investir na educação”.
    Primeiro ele tem que investir na dele, e depois falar na de milhões de paranaenses.
    O Beto é educado e sabe ouvir. Flávio Arns neles!

  3. Eduardo Almeida
    sábado, 18 de setembro de 2010 – 18:56 hs

    Beto vai vencer no 1 turno. 45 Neles!

  4. Povo
    sábado, 18 de setembro de 2010 – 19:12 hs

    Beto fica tranquilo por que nós verdadeiros defenssores da educação sabemos o que voce quer dizer com a espressão “laranja podre”, e pode ter certeza que compartilhamos o mesmo sentimento.

  5. 30 mil
    sábado, 18 de setembro de 2010 – 20:07 hs

    O Bruxo chik jeitoso ta bombando no youtube, nas urnas vai arrazar e vai sobrar votos, ja passou de 30 mil acessos no video do bruxo, o beto ta com sorte, Goverandor e o Bruxo deputado
    http://www.youtube.com/watch?v=19Dx2mLAgSU

  6. sábado, 18 de setembro de 2010 – 20:37 hs

    é isso, essa app quer usar uma das classes mais politizadas do estado para fazer o joguinho velho e errado, conheço muitos professores que admiram o trabalho de beto e sabe que ele valorizou o professor municipal e valorizara ainda mais o professor estadual, da dó que essa laranjada quer vai tomar é o osmar.

  7. Magali
    sábado, 18 de setembro de 2010 – 21:38 hs

    Esta é mais uma prova que poucos não podem falar em nome de muitos. Professores da rede estadual não são marionetes para serem manipulados por quem quer que seja, SEED, NREs ou Sindicato. Quanto ao sucateamento das escolas, o Beto que vá se preparando, as escolas estaduais estão abandonadas e a maioria tem solicitações desde 2006 sem qualquer atendimento.
    Aliás, é bom registrar aqui, que os diretores, pelo menos de Curitiba são proibidos de darem emtrevistas para a imprensa, só o NRE pode. Se os pais denunciarem o abandono das escolas o diretor tem que se esconder, não pode falar com jornalistas.
    Só pode se for para dar entrevista para a TV Paulo Freire falando bem do atual governo. Parabéns aos componentes do Conselho escolar que mostraram a verdade para o Beto. Esperamos que ele nos ouça e mude a educação do Paraná para melhor e principalmente que institua o respeito aos educadores e a liberdade de expressão.

  8. Sara Regina Rodrigues
    sábado, 18 de setembro de 2010 – 23:59 hs

    Sou professora da Rede Pública há quase 28 anos e sindicalizada neste Sindicato que está tentando fazer lavagem cerebral em muitos professores, e está autorizando o Senador Osmar Dias em seus programas eleitorais, a dizer que a grande maioria dos profissionais da Educação o apoiam. MENTIRA!
    O que estão fazendo (principalmente em Ivaiporã, nas Escolas da Rede Estadual), é falando inverdades sobre o nosso Futuro Governador.
    BETO NELES!!!

  9. Melissa
    domingo, 19 de setembro de 2010 – 8:25 hs

    Belo exemplo dos professores da região oeste – independentes, sem medo de assumir uma candidatura que vai contra às impoisições das atuais autoridades de ensino. Mostram a realidade do que acontece com a infraestrutura das escolas. Sucateadas na sua maioria. Fora outros problemas tão importantes como o transporte escolar. Quanto tempo vimos fileiras de ônibus escolares, novos, em frente ao Palácio Iguaçu, esperando “o momento” para serem entregues? Que vergonha!
    Vamos mudar tudo isso, Beto! Confiamos na sua vontade política de fazer acontecer.

  10. domingo, 19 de setembro de 2010 – 8:55 hs

    Parabéns Sara Regina Rodrigues! O seu comentário procede para a grande maioria dos professores.

  11. Helena Jansk
    domingo, 19 de setembro de 2010 – 9:17 hs

    A APP-Sindicato já é algum tempo um Aparelho do PT e aliados PMDB e agora PDT do Osmar Dias. Esse Sindicato leva dinheiro dos professores do Paraná para eleger o Lemos e dar votos para um ou outro, e para votar nessa eleição no Osmar Dias!
    Vergonha!!!

  12. Professora
    domingo, 19 de setembro de 2010 – 17:18 hs

    Todos os professores estão sabendo da verdade sobre a expressão “laranjas podres” que foi dita ao se fazer menção a alguns, e tão somente a alguns professores com cargos comissionados que estariam intimidando professores que exercem função no(s) NRE’(s), ameaçado-os de perderem seus postos de trabalho, porque estão apoiando o Beto.
    Sabemos que os cargos comissionados, ao longo da história, sempre foram substituídos na troca de governos.
    Hoje, meia dúzia de professores, os camisetas laranjas, ligados a SEED/SUDE, dentre eles alguns com cargos comissionados, estão tentando convencer os professores que o Beto chamou todos eles de “laranjas podres” . Pergunto? Como podemos confiar em pessoas, que distorcem os fatos com inverdades?. Isto é no mínimo preocupante. A educação está sendo gerida por este tipo de profissional. E nós vamos deixar que eles continuem ?

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*