Datafolha: Dilma registra 51% das intenções de voto e venceria no primeiro turno | Fábio Campana

Datafolha: Dilma registra 51% das intenções de voto e venceria no primeiro turno

Da Agência Brasil

O instituto de pesquisa Datafolha aponta que a candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff, venceria a eleição no primeiro turno se o pleito do dia 3 de outubro fosse hoje (16). Segundo os resultados divulgados na madrugada, a candidata tem 51% das intenções de voto contra 27% do candidato do PSDB, José Serra, e 11% de Marina Silva (PV).

Se forem excluídos os votos brancos e nulos – critério usado pela Justiça Eleitoral para estabelecer o resultado final das eleições para o cargo de presidente – Dilma chega a 57% dos votos, o que garantiria a vitória em primeiro turno. Em votos válidos, o candidato tucano tem 30% das intenções de voto e a candidata do PV fica com 12%.

Comparando os resultados com o levantamento do Datafolha divulgado no último dia 10, os dados revelam estabilidade nas tendências de voto. A petista oscilou um ponto percentual para cima (tinha 50%), enquanto Serra e Marina mantiveram o mesmo resultado.

Além disso, o levantamento comprovou que teve impacto mínimo, até o momento, as denúncias de vazamento de dados fiscais de tucanos e da filha de Serra, Verônica Serra. O instituto apurou que 57% dos eleitores tomaram conhecimento do assunto, mas só 12% se consideram bem informados a respeito.

Os mais escolarizados (86%) e os que têm maior renda mensal (84%) são os que mais sabem do assunto. Mas esses segmentos são minoritários no eleitorado, por isso não houve alteração.

A pesquisa foi encomendada pelo jornal Folha de S.Paulo e pela TV Globo e registrada sob o número 30014/2010 no Tribunal Superior Eleitoral. Foram entrevistadas 11.784 pessoas entre os dias 13 e 15 deste mês. Conforme o Datafolha, a margem de erro é de até dois pontos percentuais.


7 comentários

  1. SOLANGE LOPES
    quinta-feira, 16 de setembro de 2010 – 10:52 hs

    O exército de ignorantes deste país é um espanto.

  2. Vivi
    quinta-feira, 16 de setembro de 2010 – 11:23 hs

    Um povo que não sabe ler e escrever , ou quando lê não sabe interpretar, será sempre explorado por alguém.

  3. Vanessa
    quinta-feira, 16 de setembro de 2010 – 12:06 hs

    Vazamento de dados, ameaça à democracia, não são temas de interesse para a maioria da população e não vão impactar os resultados. Para reverter o resultado ele tem que incorporar tolices petistas ao discurso, tipo a distribuição de renda é um direito adquirido e vou aumentar o teto da bolsa esmola de R$120,00 para R$150,00… aí ele conquista os eleitores da Dilma.

  4. MArye
    quinta-feira, 16 de setembro de 2010 – 15:16 hs

    Dilma não!!!Gente vamos analizar melhor as propostas, não “vamos de maria” vai com as outras Lula é Lula e Dilma è Dilma. O Brasil tem que acorda para a realidade Serra é o melhor para tds!!!!

  5. luis gringo
    quinta-feira, 16 de setembro de 2010 – 19:02 hs

    quinta-feira, 16 de setembro de 2010
    José Serra ditador censura imprensa: Serra exigiu e levou a fita original sem cortes do programa da CNT.

    O diretor de jornalismo da CNT, Domingos Trevisan, foi obrigado entregar ao candidato José Serra (PSDB) depois de editado, o material bruto, com imagens e áudio da discussão entre ele e a jornalista Márcia Peltier

    Todo material foi entregue a José Serra, o objetivo, segundo a assessoria da emissora, era evitar vazamento do material. A assessoria de Serra afirma que levou a fita para fazer a transcrição da entrevista e que imaginou que a emissora tinha ficado com uma cópia. M E N T I U . Serra não queria que ficasse cópias. Ele tinha medo que fosse divulgado o caso

    Serra tem mostrado irritação durante a campanha com perguntas de jornalistas, na maioria dos casos quando abordam pesquisas de opinião.

    A discussão foi travada entre o primeiro e o segundo blocos do programa, ou seja, está gravada em alguma fita da emissora mas tudo indica que a CNT não vai colocar no ar (em geral esses momentos de intervalo são considerados off the records, mas se fosse a Dilma as imagens certamente seriam recuperadas e passariam no Jornal Nacional):

  6. Sônia Mara de Oms
    quinta-feira, 16 de setembro de 2010 – 23:04 hs

    Já passou da hora de derrubar este governo, por muito menos, o Collor,foi deposto…
    Pelo amor de Deus, quem vai tirar este safado e a quadrilha???
    Todo mundo sabe e ninguém pode fazer alguma coisa???
    Temos que fazer corrente de oração, a magia negra , prática deles,
    não pode ganhar de Deus!!!

  7. eduardo
    terça-feira, 19 de outubro de 2010 – 23:37 hs

    Companheiros brasileiros, alguem pode explicar o pagamento da divida externa. A pouco tempo era impagavel e num passe de magica foi sanada. O que foi que o Sr Lula fez? Sera que restou alguma coisa do brasil? Vamos acordar o BRASIL nunca esteve em perigo como agora. Nossos filhos vao pagar com sangue. Nao vejo ninguem comentar a respeito. Cade o jornalismo do brasil? Estamos anestesiados. Cuidado! Muito cuidado. O que foi que aconteceu na Alemanha em 1940?

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*