Cartório eleitoral desdiz o PT: neoaloprado é do partido | Fábio Campana

Cartório eleitoral desdiz
o PT: neoaloprado é do partido

Divulgada na noite de sexta (3), a novidade eletrificara o petismo: Antonio Carlos Atella, o falso procurador de Verônica Serra, é filiado ao PT.

O mandachuva José Eduardo Dutra levou o pé atrás. Achou tudo muito “estranho”. Mandaria averiguar.

Dia seguinte, manhã de sábado (4), o presidente do PT-SP, Edinho Silva, veio aos holofotes para informar o resultado da inspeção. Atônio Carlos, de fato, tentara filiar-se ao PT no ano da graça de 2003. Mas um erro ortográfico impedira a concretização do ato.

Segundo Edinho, grafara-se o sobrenome do sujeito incorretamente: Em vez de Atella, “Atelka”. O comitê de Dilma Rousseff respirou aliviado. Durou menos de 48 horas o sossego. Nesta segunda (6), a chefe do cartório da 183ª Zona Eleitoral da comarca de Ribeirão Pires (SP) expediu uma certidão que acaba com a tentativa de dissimular a filiação do moço ao PT..

Veja a certidão no Leia Mais

Chama-se Fabiana Gonzalez Mendes. Anotou no documento o seguinte:

1. Antonio Carlos Atella é, sim, filiado ao PT. Seu “registro de filiação” é datado de 20 de outubro de 2003. Ali, Atella é Atella mesmo. Nada de “Atelka”.

2. A filiação de Antonio Carlos ao PT foi anotada nos livros da 217ª Zona Eleitoral de Maua (SP).

3. Em 10 de abril de 2006, requereu-se a transferência do registro de filiação para a comarca de Ribeirão Pires (183ª Zona Eleitoral).

4. Em 21 de novembro de 2009, a anotação de filiação ao PT foi excluída pelo TSE (Tribunal superior Eleitoral).

5. Por quê? A exclusão ocorreu “em virtude de constar zona eleitoral incorreta para o eleitor [Antonio Carlos Atella] na lista interna do partido [PT]”.

6. Não há vestígio de “pedido de desfiliação” encaminhado pelo PT à zona eleitoral de Ribeirão Pires. Para a Justiça Eleitoral, Antonio Carlos ainda é do PT.

Ou seja, o neoaloprado que retirou ilegalmente, no balcão da Receita em Santo André (SP), cópias de declarações de IR da filha de Serra é mesmo petista.

A versão construída pelo partido de Dilma desce à crônica da eleição como uma mentira. Ou, por outra, uma verdade que esqueceu de acontecer.

Vai abaixo cópia da certidão:


14 comentários

  1. Mercedes!
    terça-feira, 7 de setembro de 2010 – 10:31 hs

    Até agora não vi nenhuma noticia ou comentário sobre a gangue do japones que servia aos interesses do Arruda…os comilões que assaltavam os cofres públicos em Brasilia e aqui no Paraná!

    Essa turma do DEM…

  2. terça-feira, 7 de setembro de 2010 – 10:48 hs

    PF a cabresto?

    Está nos jornais que o presidente do PT está pedindo para que a Polícia Federal investigue um dos contratados pela Turma da Dilma para fazer o Dossiê contra Serra: o jornalista Amaury Ribeiro Junior, que era a fonte da esgotosfera liderada pelos blogueiros Amossif e Nassirim, liberando informações falsas aos pedaços, sobre o sigilo fiscal violado de Verônica Serra. Não pedem que Fernando Pimentel(PT), tido como o mandante, seja investigado. Não pedem que Luiz Lanzetta, o outro envolvido, seja investigado. Não pedem que o empresário Benedito de Oliveira, que pagavas as contas da Campanha, seja investigado. A PF deveria chutar a porta do Comitê da Campanha da Dilma, entrar, pegar computador, documentos e fazer o que sempre faz nas suas operações. Só falta a Polícia Federal obedecer as ordens de José Eduardo Dutra, presidente do PT e, três meses depois, montar uma Operação Cortina de Fumaça, no mesmo estilo da Receita Federal. O assunto já não pertence mais ao PT. Já está na opinião pública e vai custar muito caro. O segundo turno, com certeza. A derrota nas eleições, como forte possibilidade.

    http://www.coturnonoturno.blogspot.com

    Não conseguirão matar a seiva da liberdade.

  3. jobalo
    terça-feira, 7 de setembro de 2010 – 11:06 hs

    A pratica mais usual dos petistas e suigeneres, é a negação e a banalização de tudo que eles fazem de errado, e criminoso. Vejam os senhores o mensalão , não sabiam de nada ddolares escusos tambem nãosabiaam de nada, assassinato do prefeito de santo andre, talvez o unico petista honesto de todos os tempos, agora a questão dos sigilos dos impostos de renda , estão banalizando.Eu queria que a população do bolsa familia, e mais alguns metidos a sabe tudo tivesse acesso a internete, ou as contas do brasil, para ver que em 2003 a ddivida interna ddo brasil , não passava de 600 bilhões, e hoje o pt pegando a casa em ordem sem infração , moeda estabilizada , a divida chega a casa dos 3 trilhões e mais alguma coisa sem contar a divida esterna, que só foi pago uma parte e as outras dividas de outros setores , isto o pt não fala , que triste e vergonhoso legado o pt esta deixando para as futuras gerações, por issom que eles querem a mtodo o custo eleger a mulher guerrilheira.

  4. Zangado
    terça-feira, 7 de setembro de 2010 – 11:16 hs

    O drama das instituições do pais é que até a polícia federal, o ministério público federal, o tribunal eleitoral mexerem sua paquidérmica estrutura opleito eleitoral já passou e passando o boi ou a vaca passará a boiada inteira e depois ninguém tira mais essa boiada do pasto … isso se não forem lobos vorazes … e a sociedade não está nem aí, como se diz, acha tudo normal no mais normal dos mundos …

  5. Gika
    terça-feira, 7 de setembro de 2010 – 11:17 hs

    Esse é o PT da Dilma e do Osmar Dias!

  6. VLemainski-Cascavel
    terça-feira, 7 de setembro de 2010 – 11:34 hs

    A quebra de sigilo em nosso país é crime e alguém deveria pagar por isso. Mas, para o PT, o que está acontecendo serve como casca de banana e o PSDB pisou e está caindo feio. Digo isso porque a grande massa de eleitores não está nem aí para a tal quebra de sigilo, que somente interessa a quem teve o mesmo quebrado. Não é a briga de quebra do sigilo que elevará Serra nas pesquisas e sim propostas que façam o eleitor sonhar com melhoras para si e seus interesses. Não estão falando o que o eleitor quer ouvir. É um grave erro dos marketeiros.

  7. Vivi
    terça-feira, 7 de setembro de 2010 – 12:02 hs

    deu em o globo
    Lula rebaixa a cidadania

    De Merval Pereira

    O mais espantoso na atuação do presidente Lula no episódio das quebras múltiplas de sigilo fiscal de pessoas ligadas ao PSDB, até mesmo a filha do candidato tucano à Presidência da República, é como ele manipula seus seguidores, explorando-lhes a boa-fé e, sobretudo, a ignorância.

    José Serra lamentou que Lula tenha “debochado de coisa séria” quando fez análises nada republicanas sobre o episódio. Segundo o presidente, em cima de um palanque, o episódio não passa de “futrica”, e o candidato do PSDB “está nervoso” com a previsão de derrota e está usando sua família “para se fazer de vítima”.

    Seriam comentários ofensivos à cidadania, partidos de um presidente que deveria ser imparcial quando o assunto são as garantias dos direitos individuais dos cidadãos, sejam eles petistas ou não, lulistas ou não.

    Mas o mais grave, do ponto de vista da manipulação do eleitorado, está na frase que jogou no ar como se fosse um desafio: “Cadê esse tal de sigilo que ninguém viu?”

    O presidente Lula se utiliza assim da dificuldade que o brasileiro comum tem de compreender os meandros da disputa política, muito mais quando se trata de questões técnicas ligadas a computadores e senhas eletrônicas, para tentar desmoralizar a questão, reduzindo-a a uma “futrica” de perdedor.

    Se o tal do “sigilo” não apareceu, é porque não existe, quer levar a crer o nosso nada republicano presidente.

    É conhecida a piada que circula entre os petistas segundo a qual Lula teria dito que essa questão de dossiê não abala seu eleitorado, pois eles não sabem o que quer dizer a palavra, e muitos a confundem com “doce”.

    Há também o raciocínio segundo o qual como apenas 40 milhões de brasileiros de- claram o Imposto de Renda, a imensa maioria dos eleitores não estaria preocupada com o assunto.

    Para se ter uma noção do que esse raciocínio perverso embute, dos 130 milhões de eleitores, cerca de 60% são formados por analfabetos, analfabetos funcionais ou pessoas que não completaram o ensino fundamental.

    Ora, a esta altura dos acontecimentos, todo cidadão de boa-fé e minimamente informado sabe que os dados colhidos em diversas instâncias da Receita Federal, em várias partes do país, estão espalhados em diversos documentos que circularam no comitê da candidata oficial Dilma Rousseff.

    Não foram usados formalmente, nem nunca seriam, pois trata-se de material ilegal. Mas estão sendo espalhados há muito tempo em diversos blogs e continuam sendo usados com insinuações contra as vítimas dos atentados.

    A própria candidata Dilma Rousseff, abusando da inteligência de seus interlocutores e seguindo por um caminho perigoso, insinuou em entrevista coletiva que os dados levantados sobre Verônica Serra seriam usados por membros do próprio PSDB contra Serra, que àquela altura ainda disputava com o ex-governador de Minas Aécio Neves a escolha do partido para concorrer à Presidência da República.

    Os petistas engendraram uma pseudoexplicação que culpa a vítima, e Dilma se en-carregou de tornar essa intriga em fato de campanha na sua entrevista.

    A disputa entre Serra e Aécio seria a verdadeira origem do tal dossiê, que eles negavam existir e agora, diante das evidências, querem jogar no colo de Aécio Neves, numa mesquinha tentativa de confundir os eleitores.

    Mais uma vez coube à chamada grande imprensa, para ódio dos governistas e seus blogueiros chapas-brancas, demonstrar que essa versão não se sustenta.

  8. terça-feira, 7 de setembro de 2010 – 12:02 hs

    Governo do PT é uma afronta a Cosnstituição Federal.

    Num país sério essa corja do PT já estaria na sarjeta.

  9. Santino
    terça-feira, 7 de setembro de 2010 – 12:24 hs

    OS DEMOTUCANALHAS estão usando uma munição de calibre muito grosso que certamente não passará pelo cano da arma. O tiro inevitavelmente sairá pela culatra. Quando houve a quebra do sigilo fiscal, havia uma disputa entre AÉCIO NEVES E JOSÉ SERRA, ambos do PSDB, para ver quem iria ser o candidato à Presidente da república. Na iminência da derrota interna, AÉCIO NEVES, foi ao extremo e forjou a quebra de sigilo fiscal de aliados de SERRA. Prova disso é o fato de tudo ter sido iniciado em Minas Gerais. Caso contrário, por que tudo isso veio à tona somente agora? O fato ocorreu em novembro de 2009, época em que as articulações estavam sendo feitas para a definição de candidatos. Quem fêz tudo isso, foram os próprios demotucanalhas e o PT tem como provar tudo isso.

  10. Tuku Nare
    terça-feira, 7 de setembro de 2010 – 12:38 hs

    Nao adianta essa defamaçoes, contra 80% dos brasileiros, jamais seremos capachos destes 20% de maniacos que nos considera , casta baixa. e nos querem engolir um velho que tem 40 ans de mamaçao dos bens publicos.

  11. FISCAL DE REALEZA
    terça-feira, 7 de setembro de 2010 – 12:43 hs

    O PSDB APANHA E NÂO PERCEBE QUE QUANTO MAIS BATEM NO PT A DILMA CRESCE

    SE LIGUEM TUCANADA VÂO ACHAR O QUE FAZER VIREM O DISCO
    PORQUE NÂO VÂO FALAR PARA O BETO PARAR DE MENTIR SOBRE AS PRIVATIZAÇÔES DAS RODOVIAS
    QUE VAI DAR UM JEITO
    QUE JEITO SE FOI ELE QUEM AJUDOU A PRIVATIZAR

    SE MANQUEM TUCANADA

  12. Cascavel
    terça-feira, 7 de setembro de 2010 – 12:58 hs

    Ser ou não filiado ao PT não diz muita coisa se assim fosse poderiamos condenar o partido do DEM pelo fato do Governador do DF ter sido acusado de corupção.
    Mas o mais importante é a Verônica Serra provar para todos nós que ela não cometeu nenhuma irregularidade e que não deve nada.
    Esta tudo certo com as empresas dela?
    Não ajudou alguma empresa vencer licitação do governo quando o PSDB estava no poder?
    O Serra esta limpo?
    Nunca priviligiaram empresas em licitações?
    São perguntas que ficam no ar.
    Aconselho o povo a pesquisar na internete. É só digitar no google o nome da pessoa a ser investigada e vai aparecer o que ela tem.
    Se pesquisar Verônica Serra vai aparecer alguma coisa o mesmo com outras pessoas.
    O PSDB esta desesperado pela queda do Serra.
    Eu estava pensando em votar no serra mas depois que ele acusou o PT de vazamento de informação pesquisei na internete seu nome e da filha e dedcidi que no Serra não votarei.

  13. Parreiras Rodrigues
    terça-feira, 7 de setembro de 2010 – 19:21 hs

    Um fato como esse, de tintas semelhantes ao que provocou a renúncia de Nixon, o Watergate, nem provoca a devida indignação ao eleitorado que vota em quem o presidente manda. Esse atentado à cidadania, somado a outros passados e de conhecimento de grande parte da população, é uma antecipação dos riscos que corre o País, ao entregar o seu comando administrativo a uma, digamos, desconhecida.

  14. JOVEM FAXINALENSE
    terça-feira, 7 de setembro de 2010 – 19:53 hs

    O PT e suas velhas armadas, sempre estão envolvido em algo sujo, e agora que medidas vão ser tomadas sobre este caso? , sera que vão deixar passar em branco para não prejudicar a campanha de Dilma? , Serra, Marina e Plínio sim esses não estão envolvido em nenhuma sujeira, sera que o povo não ve que o PT ja esteve envolvido em muitas sujeiras e agora esta envolvido em mais uma? até quando o país vai ficar na mão desse partido? , o povo tem que dar a resposta nas urnas em outubro votando em quem realmente merece.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*