André Vargas lança campanha em São José dos Pinhais | Fábio Campana

André Vargas lança campanha em São José dos Pinhais

Um evento por adesão reuniu centenas de pessoas em São José dos Pinhais na noite de ontem (31) para marcar o lançamento da campanha à reeleição de André Vargas para deputado federal na região metropolitana de Curitiba.

Com presença do prefeito Ivan Rodrigues, os secretários municipais, do candidato à vice-governador na chapa de Osmar Dias, Rodrigo Rocha Loures e os candidatos a deputados estaduais Enio Verri, Tadeu Veneri, Floris do PT, Pedro Paulo e Toninho, da Fazenda Rio Grande, o evento reuniu mais de 500 pessoas no salão paroquial da Igreja São Cristóvão.

Vargas ressaltou a importância da Região Metropolitana de Curitiba para o desenvolvimento do Estado, uma vez que conta grandes indústrias e gera milhares de empregos. Mais uma vez, reforçou a necessidade de fazer o Paraná e o Brasil seguir mudando, por isso é primordial eleger Dilma presidente, Osmar governador, Gleisi e Requião senadores e os candidatos a deputados federal e estadual que darão sustentação ao projeto iniciado pelo presidente Lula.

O deputado se comprometeu ainda de continuar trabalhando junto o prefeito de São José, Ivan Rodrigues, para obter mais recursos para a construção de creches e de Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) para a cidade.


8 comentários

  1. quarta-feira, 1 de setembro de 2010 – 14:15 hs

    Ai Petezada, vocês sabem quem foi o autor do Projeto que crou o DEGURO DESEMPREGO? Já que vocês gostam tanto de falar em pobres, vejam leiam a matéria abaixo.

    SO FALTA A DIRMA FLAR QUE É DO PT/MST.

    14.07.2010
    FAT e seguro-desemprego: Freire desmente centrais com anais da Câmara
    Do site PPS

    O presidenciável José Serra foi, sim, o autor dos projetos que criaram o seguro-desemprego e viabilizaram-no financeiramente, com a instituição do FAT (Fundo de Amparo ao Trabalhador), disse o presidente do PPS, Roberto Freire. Ele se baseou nos anais da Câmara dos Deputados e citou, inclusive, trechos em que o relator da matéria, o então deputado Osmar Leitão, do Rio de Janeiro, para fazer a afirmação. (Confira os projetos e a íntegra do relatório)

    Leitão elogia a proposta de Serra, afirmando que ela é “socialmente mais abrangente” do que as similares que tramitavam na Casa, “na medida em que contempla importante grupos de trabalhadores, atendendo desta forma aos princípios de justiça e proteção social, que devem nortear este tipo de programa”.

    Anais da Câmara
    Segundo os anais da Câmara, o relatório de Leitão, que trata do FAT e do seguro-desemprego, afirma que “o projeto do deputado José Serra (PL 2250, de 1989) tem como objetivo primordial vincular o indivíduo ao mercado formal, com a idéia de garantir o benefício do seguro-desemprego aos trabalhadores com alguma experiência”. Nesse contexto, prossegue Leitão, “o projeto de José Serra é socialmente mais abrangente que o principal, na medida em que contempla importante grupos de trabalhadores, atendendo desta forma aos princípios de justiça e proteção social, que devem nortear este tipo de programa”.

    O projeto principal, número 991 de 1988, apenas criava o seguro-desemprego, sem especificar de onde viriam os recursos para que ele se tornasse realidade. Foi o texto de Serra que viabilizou a fonte de financiamento desse instituto, ao criar o FAT, em seu artigo 10. As ideias de Serra foram totalmente aproveitadas no relatório aprovado.

    Acusações desonestas
    Roberto Freire repudiou as acusações feitas por centrais sindicais, em um manifesto enviado aos veículos de comunicação, contra o presidenciável José Serra (PSDB), afirmando que não são dele nenhuma das duas iniciativas.

    Serra afirmou, em horário político de rádio e televisão, que tirou o seguro-desemprego do papel e criou o FAT. “O que é a mais absoluta verdade, segundo a própria Câmara dos Deputados”, insiste Freire. Foi com a iniciativa do tucano que o fundo passou a ter fonte de financiamento e pôde existir.

    “Infelizmente, algumas centrais sindicais estão se prestando ao papel de correia de transmissão dos interesses do governo e trabalhando por uma candidatura, o que é péssimo para o sindicalismo – que deve ser independente – e para a democracia”, lamentou Freire.

    Câmara confirma que Serra ajudou a criar o FAT e o seguro desemprego
    Atendo solicitação feita pelo PPS, o Centro de Documentação e Informação (Cedi) da Câmara dos Deputados confirmou em comunicado oficial enviado a Liderança do Partido que José Serra foi autor de projetos e emendas que resultaram na criação do seguro-desemprego e do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT). As informações enviadas ao PPS desmentem a farsa armada por centrais sindicais que, em nota à imprensa, alegaram que Serra não participou da elaboração das medidas em benefício dos trabalhadores.

    Confira abaixo a íntegra do comunicado:
    Em atenção à sua solicitação, segue o material anexo, que trata das discussões na Assembleia Nacional Constituinte a respeito do financiamento do seguro-desemprego e do Projeto de Lei nº 991, de 1988, sobre o Fundo de Amparo ao Trabalhador – FAT.

    Com respeito à atuação parlamentar de José Serra, como Deputado e Constituinte, ele foi autor de emendas ao dispositivo que resultou no art. 239 da Constituição Federal e do Projeto de Lei nº 2250, de 1989, que tramitou conjuntamente com o PL 991/1998.

    Seguem os links para essas duas proposições.
    http://www.camara.gov.br/sileg/Prop_Detalhe.asp?id=185613
    http://www.camara.gov.br/sileg/Prop_Detalhe.asp?id=201454

    Nos pareceres das comissões em anexo há várias referências ao projeto apresentado por José Serra.

    Atenciosamente,
    Centro de Documentação e Informação (Cedi)

    postado por William, às 19:32

    Tags:fat, seguro, desemprego, freire, câmara, josé serra, eleições 2010.

    JOSÉ SERRA – PRESIDENTE, PARA GARANTIR A DEMOCRACIA DO BRASIL

  2. Duval Simões Araújo-Londrina
    quarta-feira, 1 de setembro de 2010 – 14:33 hs

    André sei que tem muito que o PT te arranjou e tá sobrando. Mas não precisa gastar tanto, vc se reelege só aqui na região. Guarda um pouco homem pra curtir a vida na Disney e Miami em dezembro. Pançuti já está curtindo o $$$ dele. A vida é curta e logo até as energias acabam.

  3. Gondro
    quarta-feira, 1 de setembro de 2010 – 14:37 hs

    Andrè Vargas ja nao é aquelas coisas, mas se juntar com o Ivan Rodrigues.. fala serio nao vai ter voto algum em SJP.. Fora Ptzadaaa

  4. Carlos Honorato da Silva
    quarta-feira, 1 de setembro de 2010 – 15:18 hs

    Este cara com codinome Bocão deveria esclarecer as inúmeras ações de que é alvo, além de denúncias e ocorrências em diversas questões suspeitas, como Esquema Gafanhoto, Sercomtel, Banestado, entre outras.
    Veja no site http://www.excelencias.org.br

  5. Pina
    quarta-feira, 1 de setembro de 2010 – 16:06 hs

    Quem conhece o PT não vota em candidatos do PT?
    Estão sempre comprometidos com corrupção e tramóias!!!!!!!!
    Fora Osmar, Requião e Petezada!!!!!!!!

  6. Marcos Pop
    quarta-feira, 1 de setembro de 2010 – 17:58 hs

    Beto foi eleito o melhor prefeito de capital do país por dez vezes. Ivan Rodrigues de São José dos Pinhais foi sempre eleito o pior prefeito do Paraná. Será que vai ajudar ou atrapalhar Vargas?
    Pra quem não tem nada por aqui o que vir é lucro. Né Vargas?

  7. anônimo
    quarta-feira, 1 de setembro de 2010 – 18:38 hs

    Vai cair do horse.

  8. Josemar
    quarta-feira, 1 de setembro de 2010 – 19:55 hs

    O André Vargas vai ter o voto de todos vigilantes do Paraná.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*