Serra: PT 'esconde' Dilma e a trata como um 'iogurte' | Fábio Campana

Serra: PT ‘esconde’
Dilma e a trata como
um ‘iogurte’

Do Josias de Souza

Aproveitando-se da ausência de Dilma Rousseff, José Serra a converteu em alvo num encontro promovido por associações comerciais, em São Paulo.

Convidada, Dilma disse que iria ao evento. Mas, na última hora, deu meia-volta. “Normal”, disse Serra. “O PT tem evitado ao máximo debater e se expor”.

Sem mencionar o nome de sua rival, Serra insinuou que Dilma se esconde atrás de Lula.

O problema, disse ele, é que “o presidente é insubstituível. Quem ganha é quem governa. É preciso se expor mais”.

Defendeu a simplificação da campanha. Disse ter sugerido um modelo alternativo em 1993:

“Cheguei a propor que nós transformássemos o horário eleitoral em uma coisa mais simples. O candidato, diante da câmera, apresentando sua proposta…”

“…É chato? É chato. Mas política é uma coisa chata. O que vamos fazer? Com isso, a gente elimina o custo e impede que o candidato sejam vendidos como iogurtes ou como um novo pão de centeio…”

“…Coisas publicitárias ou não publicitárias, como, inclusive, a ocultação do candidato. Hoje no Brasil parece uma importância grande: ocultar o que o candidato é ou deixa de ser”.

De fato, as campanhas eleitorais são guiadas mais pelo marketing do que pelas ideias. Elege-se a encenação mais competente, não o melhor candidato.

Nessa matéria, a propósito, Serra não é exceção. Longe disso. Incorporou-se à regra geral.

Acusa Dilma de usar a popularidade de Lula como escudo. Mas cuida de manter no fundo do armário o aliado FHC.

No encontro de São Paulo, Serra voltou a condenar o aparelhamento do Estado, rendido, segundo disse, a “interesses privados”.

Nessa matéria, Serra vende-se não como um iogurte, mas como a última bolacha do pacote. Sustenta que, eleito, dará cabo do fisiologismo.

“Nós, cada vez mais, nos últimos anos, vimos a recuperação das piores práticas políticas do passado”, disse o presidenciável tucano.

Está coberto de razão. O diabo é que o “passado” inclui a era tucana de FHC. Uma fase em que vicejaram as mesmas “práticas políticas”.

Sob FHC, nunca é demasiado recodar, Jarbar Barbalho mandou e, sobretudo, desmandou na Sudam. Renan Calheiros foi ministro da Justiça!!!!

O líder do governo no Senado chamava-se José Roberto Arruda, à época um tucano em perfeita sintonia com o ninho.

Como exemplo de partidarização da máquina pública, Serra citou os Correios. Ali, a desmoralização era tanta que Lula viu-se compelido a trocar o comando.

O exemplo é ótimo. Mas Serra tem pouca ou nenhuma autoridade para mencioná-lo. Por quê?

Ora, encontra-se alojado na coligação tucana o PTB de Roberto Jefferson, um dos réus no processo do mensalão.

Como se recorda, Jefferson levou os lábios ao trombone, para denunciar as conexões valerianas do PT, depois que veio à luz o esquema que o PTB montara nos Correios.

No mais, antes de prometer o fim do clientelismo, Serra precisa informar à platéia como fará para conter os ímpetos do DEM, seu principal aliado.


14 comentários

  1. Macanudo
    terça-feira, 10 de agosto de 2010 – 7:57 hs

    Olha quem fala!

  2. Willian Pinheiro
    terça-feira, 10 de agosto de 2010 – 8:20 hs

    E o FHC é iogurte vencido, para jogar fora….Não tem como fingir e falar do PT quando o telhado é de vidro não se joga pedra no vizinho…

  3. nelson
    terça-feira, 10 de agosto de 2010 – 8:21 hs

    E o Serra esconde o FHC, assim como outros candidatos tucanos/demos, em várias regiões do Brasil.

  4. VLemainski-Cascavel
    terça-feira, 10 de agosto de 2010 – 8:39 hs

    Que matéria mal posta. Quem foge do debate e esconde seu lado ruim e incompetência posa de boazinha… Enquanto isso, quem procura transparência e sai “na chuva” é criticado? O que Serra fez de errado?
    Dessa maneira os covardes saem premiados. Infeliz o redator dessa matéria. Dá-me a impressão de que é tendencioso ou tem baixa formação educacional e/ou democrática. Não sabe medir valores.

  5. Parreiras Rodrigues
    terça-feira, 10 de agosto de 2010 – 10:44 hs

    Não é apenas esse o motivo. A coisa é muito mais séria.

  6. dalton gonçalves
    terça-feira, 10 de agosto de 2010 – 11:29 hs

    Serra tem que deixar de criar factoides bobo e ir para campanha.
    Serra precisa explicar porque colocou dinhiero do SUS no final de 2009 no mercado financeiro, deixando os prestadores de serviço do SUS sem dinheuiro obrigando-os a ir aos bancos para pagarem seus compromissos. Homem que aplica dinheiro do SUS no mercado financeiro não merece ser Presidente. A Presidencia não tem espaço para canalhas.

  7. Zé Venancio
    terça-feira, 10 de agosto de 2010 – 11:53 hs

    Se ela é iogurte, este senhor é uma coalhada rançosa!!!

  8. ILDO BALDO
    terça-feira, 10 de agosto de 2010 – 12:32 hs

    É O DISESPERO DEFINITIVAMENTE BATEU NA BUNDA DO SUJEITO SERRA
    ELES SE PREOCUPAM MAIS COM A DILMA E ESQUECE DE MOSTRAR PROJETO ISSO É PORQUE N
    AO TEM PROJETO
    ENTÂO O PROJETO É TENTAR ATACAR O PT QUE EM ADMINISTRAÇÂO É CAMPEÂO
    E O ANALFABETO PÉ DE CANA PUDIM DE CACHAÇA BOTOU A TUCANADA NO FUNDO DA GARAFA E MANDOU A
    TUCANADA CHORRAR NOS ESTEITES

  9. Laparis
    terça-feira, 10 de agosto de 2010 – 15:53 hs

    O Serra está super certo! É verdade, a Dilma realmente é algo montado, olha como ela se perde nas entrevistas, o bom mesmo seria o sujeito de cara limpa mostrando suas propostas … aí sim as fraquezas dela ficariam ainda mais evidentes….

  10. CAÇADOR DE PETISTAS
    terça-feira, 10 de agosto de 2010 – 15:56 hs

    ILDO BALDE – OSSOBURRO – TEUKUNARRETA e outros cegos petisas, ACORDEMMMMM.

    Cineasta Fernando Meirelles diz que Dilma tenta ocultar seu passado e isto é ruim paraa Democracia do Brasil
    Publicidade
    BERNARDO MELLO FRANCO
    DE SÃO PAULO

    Alvo de críticas na biografia oficial de Marina Silva (PV), a presidenciável Dilma Rousseff (PT) voltou a ser atacada pelos verdes no lançamento do livro em São Paulo.

    Autor do prefácio, o cineasta Fernando Meirelles afirmou que a petista não faz uma obra semelhante porque teria que esconder sua atuação na luta armada e assalto a bancos na década de 60 e 70.

    “Não sei se existe uma biografia da Dilma, mas como ela tem esse passado de guerrilha, que 90% da população não sabe, no caso dela não seria oportuno. Ela iria omitir uma parte,” e isso é ruim para a Democracia do Brasil.

    Enquanto Marina autografava exemplares do livro, Meirelles acusou Dilma de tentar esconder a trajetória e as ideias na campanha.

    “Talvez fosse melhor para ela ficar mais quietinha. Não fazer biografia, não ir aos debates. Quanto menos exposição, melhor”, disse o cineasta, que colabora no programa de TV de Marina.

    Dois integrantes do PV que foram ao lançamento atuaram na luta armada: Fernando Gabeira, candidato ao governo do Rio, e Alfredo Sirkis, candidato a deputado.

    ACORDA BRASIL, vocês estão prestes a eleger uma Banida para ser Presidente do Brasil e Chaves agradece.

  11. Maria Gorete Manoel
    terça-feira, 10 de agosto de 2010 – 16:38 hs

    É isso aí! Mulher de fibra está aí!
    Dá-lhe Dilma iogurte é bom, mas como disse o Zé Venâncio, o Serra é uma coalhada rançosa que já deve ser jogada fora, descardada do cenário político do Brasil.

    Fora Tucanalhada!
    Dilma Presidente do Brasil!

  12. OLHO VIVO
    terça-feira, 10 de agosto de 2010 – 20:49 hs

    Maria Gorete Manoel… a senhora é uma comedia não sei se comento vc ou monto um STAND UP com vc o que realmente deveria ser feito e que na lei eleitoral o minimo que deveria ser exigido deve ser O COLEGIAL ..rsrsrsr ou pelo menos UMA FICHA DE BONS ANTECEDENTES então a essa tal ” MULHER DE FIBRA ” que devemos e dar uma puxada de DESCARGA pq vejo no futuro BRASILEIRO uma M…. só !!!

    Pq dar um peixe ” AO POBRE E FACIL, DIFICIL E ENSINAR ELES A PESCAR ”

    Put’s ainda teremos daqui a pouco o “BOLSA CELULAR” que realmente é o fim da picada… As pessoas carentes não precisam disso mas sim de alguem que lhe ofereçam a oportunidade não quem lhe ofereçam MORDOMIAS. .. . .. PQ DE GENTE MORGADA E FOLGADA TEM DE MONTE NO PT ! ! ! ! ! ! !

  13. walter
    terça-feira, 10 de agosto de 2010 – 21:34 hs

    melhor que ser suco de chuchu, sem gosto

  14. ALEMÃO
    quarta-feira, 11 de agosto de 2010 – 10:21 hs

    A gente nota que o programa de alfabetização do governo lula não funciona mesmo, vejam só como escreve o ildo burro. Também, vai funcionar como, se desviam quase todo o dinheiro para os sindicatos e os bolsos. DEve ser o tal do PACPP; programa de Aceleração do crescimento do patrimonio próprio. KKKKKKKKK

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*