Osmar acha que contratar 5 mil policiais não resolve o problema da segurança | Fábio Campana

Osmar acha que contratar 5 mil policiais não resolve o problema da segurança

Osmar Dias deu entrevista à TV RPC. Quando perguntado sobre segurança, discordou da proposta de Beto Richa que disse que vai contratar 5 mil policiais. “Não é apenas falando em aumentar em 5 mil policiais o efetivo da polícia que se resolve o problema. Se isso desse conta do problema da segurança pública, isso já teria sido feito. Nós temos que aumentar sim o contingente da polícia, mas combater a causa maior da violência e criminalidade, que, no Paraná e no Brasil é a droga”, disse Osmar.


25 comentários

  1. Carlos Eduardo
    quarta-feira, 18 de agosto de 2010 – 9:02 hs

    É não adianta, vamos demitir o restante.

  2. jose
    quarta-feira, 18 de agosto de 2010 – 9:37 hs

    Tentando justificar o injustificável, o sr. osmar dias tenta jogar o problema para cima.

    O próximo passo será dizer que o tráfico só acontece porque as fronteiras estão desguarnecidas e isto é problema do congresso que ainda não autorizou o Exército a atuar como polícia de fronteira….Livra o descaso do requião, a ineficiência do delazari, a pouca ação da polícia federal nas fronteiras e o desinteresse total do governo lula em combater o tráfico…

    Lamentável sr. osmar, queremos mais e melhores policiais (bem pagos, treinados), tanto civis, quanto militares, queremos as polícias nas ruas, queremos segurança!!!

    Sr. osmar, o sr. perdeu uma excelente oportuinidade de ficar calado!!!!

  3. inteligencia
    quarta-feira, 18 de agosto de 2010 – 9:39 hs

    claro, ele vai continuar repetindo o discurso do requião e do delazari, que não precisa contratar policia, precisa investir em inteligencia. detalhe: cadê a inteligencia? os caras não compartilham nem os dados do mapeamento do crime.
    contratar 5.000 pode nao resolver, mas dona maria vai ver polícia nas ruas

  4. VELHO BILL
    quarta-feira, 18 de agosto de 2010 – 9:45 hs

    FALAR É FÁCIL, NÃO ADIANTA DIZER QUE VÃO COMBATER AS DROGAS SE ONTEM A NOITE OS DEPUTADOS FEDRAIS DERAM PROVA MAIS UMA VEZ QUE NÃO ESTÃO NEM AÍ PARA A POLICIA QUANDO ENROLARAM E NÃO VOTARAM A PEC 300, E PIOR AINDA FAZEM CHACOTA COM OS TRABALHADORES DA SEGURANÇA PÚBLICA NEM CONTATANDO 5 MIL POLICIAIS, NEM DANDO BOLSA COPA NEM BOLSA OLIMPÍADA, NEM BOLSA ESTUDO, TEM É QUE PAGAR UM SALARIO DIGNO, JUSTO E COBRAR PARA QUE OS POLICIAIS SE QUALIFIQUEM SEM PRECISAR MEDINGAR QUE É O QUE ESTA ACONTECENDO EM BRASILIA ONDE OS POLICIAIS ESTÃO DESDE DE 2009 QUERENDO QUE SEUS SALARIOS SEJAM D E3.500,00O REIS ENQUANTO NO TRIBUNAL DE JUSTIÇA UMA TELEFONISTA OU UM PORTEIRO RECEBEM 8.000,00, NÃO ADIANTA POLICIA BOA TEM UM PREÇO, POLICIA RUIM DAÍ O GOVERNO PAGA O PREÇO QUE QUER E TEM O TRABALHO RUIM.

  5. Marajó
    quarta-feira, 18 de agosto de 2010 – 10:13 hs

    A questão é porque o candidato ao senado do Sr Osmar Dias, o Sr Roberto Requião não o fez em sete anos e três meses como Governador? Já que são tão amiguinhos poderiam ter pensado nisso antes..

  6. Xisburgue
    quarta-feira, 18 de agosto de 2010 – 10:21 hs

    Ele tá certo e errado ao mesmo tempo. Contratar ajuda muito sim, ao contrário do que ele diz, pois 80% das cidades do PR tem um ou dois policiais para cuidar do municipio inteiro.

    E está certo no combate às drogas. O problema das drogas é que não se pode punir o usuário. Se alguém rouba e vende, o comprador é preso por receptação, mas se o usuario apens consome a droga, ele é um indefeso ser desamparado que precisa de tratamento.

    Como não se pode combate os consumidores, só resta uma alternativa, combater os traficantes com um bloqueio total das fronteiras do oeste (paraguay, argentina e mato grosso) e uma fiscalização rigorosa nas fronteiras do norte com SP e mato grosso, pelo menos pra dificultar o trafico e encarecer o preço da droga aqui no estado.

  7. O Povo
    quarta-feira, 18 de agosto de 2010 – 10:26 hs

    A insegurança de Osmar Requião Dias, para responder as perguntas colocadas e evidente, nunca vi o senador se sentindo tão mal e atrapalhado, acho que suas pessimas companhias estão lhe dando um travamento mental total, essa ideia de que não resolve contratar policiais e querer empurar com a barriga igualmente fêz o Requião nestes 8 anos de inercia, so falta dizer que o incompetente Ex-Secretario Dellazari vai resolver os problemas de violência e Segurança Publica, a palhaçada do Requião foi transferida para o hoje inseguro e indeciso e vacilante do Osmar Requião Dias!!!!!

  8. Lorena Meyers
    quarta-feira, 18 de agosto de 2010 – 10:31 hs

    Puxa!!

    São as DROGAS as culpadas!!!!

    Obrigada por me avisar.

    E eu que achava que era a IMPUNIDADE. Como sou desinformada!

    Ah…só mais uma pegunta…as sumidades que descobriram que a “droga” é a culpada pela criminalidade não são as mesmas que pregaram por décadas que a culpada era a “pobreza”, não é?

    Se fosse a IMPUNIDADE, a responsabilidade seria das autoridades omisssas, correto?

    Como são as DROGAS, a responsabilidade é dos viciados, traficantes, produtores, dos pais e mães desatentos, da avó que era hippie, do motorista que dá esmola…de todo mundo…menos das “autoridades”.

    Parabéns autoridades…nem Goebbels teria feito melhor.

  9. Ary Kara
    quarta-feira, 18 de agosto de 2010 – 10:40 hs

    Então “Contrate os Bandidos”! RT @TukaScaletti Osmar acha q contratar 5 mil policiais ñ resolve! http://bit.ly/vvSEa

  10. Eleição 2010
    quarta-feira, 18 de agosto de 2010 – 11:20 hs

    Não se preocupe povão Paranaense ele já tem a solução.
    O Requião já indicou o Delazari como Secretário de Segurança, agora a coisa vai!
    Só não sei pra onde, mais vai.

  11. PAULO
    quarta-feira, 18 de agosto de 2010 – 12:03 hs

    TENHO QUE CONCORDAR COM O OSMAR!
    SE NÚMERO DE SOLDADOS GANHASSE GUERRA, OS EUA NÃO TERIAM SAIDO SURRADOS DO VIETNAN E NÃO ESTARIAM DE CALÇA NA MÃO NO ORIENTE MÉDIO…
    CONTINGENTE, POR SI SÓ, NÃO RESOLVE MELECA ALGUMA. SÓ ONERA O SERVIÇO!

  12. Nobre Cristão
    quarta-feira, 18 de agosto de 2010 – 12:04 hs

    Osmar Dias está muito mal assessorado nesta área. Deve estar rodeado de oficiais da PM. Só fala em Polícia Militar e “polícia comunitária”. Nem sabe que existe a investigação criminal e está é que está em muito pior situação do que o policiamento ostensivo. Como tem dito sempre, Osmar Dias é um agricultor, de segurança entende nada e os militares que o envolvem estão impondo suas idéias. Está criando enorme antipatia nas outras corporações de Segurança no Estado, especialmente na Polícia Civil. É ruim para a campanha e muito pior para um futuro governo se por acaso se eleger.

  13. Tiago Oliveira
    quarta-feira, 18 de agosto de 2010 – 12:09 hs

    Faço minhas as palavras do Osmar.

  14. PM
    quarta-feira, 18 de agosto de 2010 – 12:51 hs

    Mas claro que o Osmar esta certo, para que mais Policiais, bem pagos, com uma corregedoria atuante, para que Ordem Publica, para que Segurança Publica, pois os estudos que dizem que um percentual aceitavel seria um policial por 500, e ele vai combater o trafico com o que? de certo com os politicos do PT.

  15. puliça
    quarta-feira, 18 de agosto de 2010 – 12:57 hs

    É isto mesmo. escrito desta forma mesmo, é assim que querem a Polícia Paranaense, em cada esquina tem um traficante atuando, nas pequenas cidades os policiais não vencem atender as ocorrencias que estão em andamento, e onde tem dois por turno, pois em muitos lugares só tem um por dia, ou trabalhando 48X48 e 72 horas no final de semana, então pra que mais?

  16. ELEITOR
    quarta-feira, 18 de agosto de 2010 – 12:59 hs

    TODOS SO FALAM EM AUMENTAR O NUMERO DE AGENTES NA AREA DE SEGURANÇA, MAS NENHUM DELES FALA EM MELHORAR OS SALARIOS DOS POLICIAIS E AS CONDIÇÕES DE SERVIÇO, POIS HJ TEMOS UMA POLICIA TOTALMENTE DESMOTIVADA E SEM INTERESSE POR FALTA DE VALORIZAÇÃO

  17. quarta-feira, 18 de agosto de 2010 – 13:37 hs

    Mas sr.RAMSO ops sr.OSMAR,os 5mil anunciados pelo BETO são os previstos e autorizados pelo exército brasileiro.
    Se o sr.Osmar não sabe,então vamos lá, o Estado não pode querer contratar 10mil ,20mil policiais,somente para o seu conhecimento,primeiro o Estado não tem esta estrutura,mas, é o exército brasileiro que estabelece as metas e as áreas de maior segurança e seus reais efetivos.
    Então sr. Osmar,a resposta do sr. Beto é coerente é de quem já foi prefeito e montou uma boa estrutura da polícia municipal,budcou um delegado da Polícia Federal especialista no combate aos traficantes em Curitiba,mas,cabe lembrar que tem que saber o que fala.
    Sr.RAMSO OSMAR com o mano mais novo do Duce na coordenação de sua campanha,o vovó Naná pedindo acerto com a APPA, e assim por diante, o Pansuti garantindo uma nomeação na vaga para ele no Tribunal do Faz de Contas,seus filhos em alguma assessoria ,assim como sua esposa,os asseclas amiguinhos de seus filhos atrapalhando nas estruturas públicas,fora os atuais diretorzinho(a)s que declararam detestá-lo abertamente e hoje ostentam adesivos em seus carros,para só se garantirem,pois, estarão na rua a partir de 01/01/2011…
    Limpeza geral nesta cambada,pau neles desde já,ajude ao Beto ter menos trabalho em expulsá-los do poder…

  18. Flávio
    quarta-feira, 18 de agosto de 2010 – 15:06 hs

    Sim Senador… e quem é que vai combater a droga na rua? O senhor? A população cresce e o efetivo de policiais diminui a cada ano. Só o senhor não percebeu ainda!

  19. Ita
    quarta-feira, 18 de agosto de 2010 – 15:58 hs

    FUNCIONALISMO – Reestruturação da polícia vai abrir 4,8 mil vagas

    Os quinze novos delegados de polícia nomeados pelo governador Orlando Pessuti, em julho, participaram nesta terça-feira (16) da Escola de Governo. Eles iniciaram na última segunda-feira (15) o curso na Escola Superior da Polícia Civil, que está previsto para encerrar no dia 21 de dezembro. “Os delegados e delegadas recém-contratados vão melhorar a estrutura da nossa polícia e oferecer um serviço melhor à população paranaense, dando uma nova fisionomia à polícia judiciária do Paraná”, disse o governador.

    Pessuti revelou que a nomeação dos novos delegados e reestruturação das polícias civil e militar é um compromisso assumido ao tomar posse no governo do Estado, em abril. “Espero que esse compromisso seja de todos, que possamos, em cada comarca, ter um delegado de carreira para prestar melhor serviço à população paranaense”, afirmou.

    O governador falou da melhoria da Polícia Civil, com a contratação de 500 novos policiais nomeados recentemente, e com a proposta encaminhada à Assembléia Legislativa de reestruturação das polícias Civil e Militar. “Determinei que os ajustes necessários para melhorar as condições de trabalho dos policiais e para aumentar o efetivo fossem cumpridos. Com isto, teremos mais de 4.800 vagas para novos policiais em breve”.

    Pessuti citou ainda o reajuste aprovado por ele para os salários da Polícia Militar, realizado em três etapas – abril, maio e agosto. Esse reajuste representará R$ 9 milhões a mais na folha de pagamento da Polícia Militar. “As previsões para as arrecadações desse mês são boas, por isso vamos manter esses R$ 9 milhões aporte para a PM”, garantiu.

    O governador assinou a Lei 16.449/2010 juntamente com o secretário de Estado da Segurança Pública, coronel Aramis Linhares Serpa; com delegado-chefe da Polícia Civil, Jorge Azor Pinto; o comandante geral da Polícia Militar, Luiz Rodrigo Larson Carstens, e o comandante do Corpo de Bombeiros, coronel bombeiro Geraldo Domaneschi. A Lei se refere aos 9% de reajuste nos salários dos policiais militares na ativa e aposentados, anunciados anteriormente pelo governador.

    PÓS-GRADUAÇÃO – O delegado Newton Tadeu Rocha, diretor da Escola Superior da Polícia Civil, lembrou a história da Escola, que recebeu credenciamento em 2001, e é a primeira escola de polícia com pós-graduação. Desde 2005, quando se formaram os primeiros pós-graduandos, a escola formou 46 delegados especialistas em Gestão da Segurança Pública. “A aprovação desses 46 especialistas demonstra como a visão da polícia é diferente hoje. A Escola Superior da Polícia Civil tem muito mais valor e é referência nacional”, disse.

    FONTE: Agência Estadual de Notícias: http://www.agenciadenoticias.pr.gov.br

  20. Palmense
    quarta-feira, 18 de agosto de 2010 – 16:40 hs

    Pelo visto esse candidato é mal assessorado e não entende nada de segurança. Cinco mil Policiais é somente a defasagem existente na Polícia Militar, já na Polícia Civil a defasagem é de três mil. Esse numero seria ainda maior se for considerado que esses efetivos são baseados em leis da década de 80 do século passado, hoje seriam necessários muito mais, pois o ideal segundo a ONU é de um policial para cada 350 habitantes. A maioria das pequenas cidades do Paraná, além de não existir a Polícia Civil, os efetivos da PM geralmente é de um PM por plantão e mais o comandante do destacamento. Essa mesma babozeira o Requião dizia, muitos batalhões da PM tem viaturas sobrando, mas não tem efetivo para colocá-las nas ruas. Até farda tem Batalhão que não recebe a mais de dois anos. Seria bom se ele visitasse pequenas cidades e conferisse.

  21. quarta-feira, 18 de agosto de 2010 – 16:47 hs

    e pra combater com sucesso o tráfico de droga é necessário… mais pms! acho cinco mil a mais pouco, mas é um bom começo. o ideal seria dobrar o contingente. Ou um pm para cada 400 habitantes.

  22. Parreiras Rodrigues
    quarta-feira, 18 de agosto de 2010 – 21:58 hs

    Para cada carga de droga apreendida, passam dez. A apreensão ocorre por causa de denúncia anônima: Um membro da quadrilha se sentiu lesado ou está buscando espaço. Todo mundo tá careca de saber que praticamente não existe fiscalização nas pontes Ayrton Senna (Guaíra-MS-PY), Deputado Magalhães Neto (Icaraíma-MS), nas balsas de Querência-Navirai, Porto São José-Nova Andradina, etéque. Aforante os barcos que atracam em portos clandestinos. Aforante pequenas aeronaves e, quem duvida de um ou outro jatinho? O problema do tráfico de drogas e armas é enorme e o consumo de droga já atinge pequenas comunidades, vilas rurais. Triste, muito triste. E revoltante é a omissão, a indiferença de todos os governos.

  23. comandante
    quarta-feira, 18 de agosto de 2010 – 22:30 hs

    O OSMAR CADA VEZ MAIS DESACREDITADO….TA VIAJANDO NA MAIONESE…SOMENTE COM AS DIÁRIAS DA SEED/SETI/E DOS SALÁRIOS DOS ESTAGIÁRIOS ACADÊMICOS A SERVIÇO DOS SINDICATOS RURAIS, COLOCADOS PELA UNIVERSIDADE SEM FRONTEIRA…..PAGOS PELO GOVERNO DO ESTADO E FEDERAL, DARIA TRAQUILAMENTE PARA PAGAR OS 5000 POLICIAIS QUE A POPULAÇÃO PRECISA…E FALANDO EM POLICIAIS MILITARES…O GOVERNADOR MANDA DINHEIRO PARA ABASTECER E CONSERTAR AS VIATURAS……

    BETO QUANDO ASSUMIR O GOVERNO…MANDE FAZER UMA AUDITORIA RIGOROSA NOS GASTOS COM A PROGRAMA UNIVERSIDADE SEM FRONTEIRA…TEM MUITO PROFESSOR MAMANDO SEM FAZER NADA….E COLOCANDO OS ESTAGIARIOS ACADÊMICOS EM SITUAÇÕES REDÍCULAS…..NOS PAIOIS DOS SINDICATOS RURAIS…

  24. JR
    quarta-feira, 18 de agosto de 2010 – 23:14 hs

    ITa
    esta noticia não e verdadeira ” O governador falou da melhoria da Polícia Civil, com a contratação de 500 novos policiais nomeados recentemente”

    Estes policiais ainda não foram nomeados estão aguardando a boa vontade do governador que esta fazendo propaganda antecipada.

  25. POLICIAL INDIGNADO
    terça-feira, 24 de agosto de 2010 – 10:56 hs

    SOU PM A 12 ANOS E DURANTE 12 ANOS SÓ CAMELANDO E DERREPENTE VEIO A PEC 300 QUE IRIA DAR UMA VIDA DECENTE A TODOS OS POLICIAIS DO PAIS, POREM VIRAM NO QUE DEU..ENTÃO SENHORES POLITICOS CONTINUEM NOS PAGANDO MAL QUE A CADA DIA A SEGURANÇA IRA PIORAR, PODE CONTRATAR 200000 POLICIAIS QUE NÃO VAI ADIANTAR, TEM SIM QUE EM PRIMEIRO LUGAR DAR NOS UM SALARIO DIGNO E DEPOIS SIM CONTRATAR MAIS POLICIAIS….

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*