Com português enleado, Dilma 'saboreia' o Datafolha | Fábio Campana

Com português enleado, Dilma ‘saboreia’ o Datafolha

Do Josias de Souza

Pela segunda vez em menos de 24 horas, Dilma ‘Lulodependente’ Rousseff foi ao palanque ao lado de Lula ‘Cabo Eleitoral’ da Silva.

Na noite da véspera, a dupla fizera comício em Osasco, município da Grande São Paulo. Neste sábado (21), os dois pediram votos na cidade de Mauá (SP).

Os repórteres instaram Dilma a dizer algo sobre o Datafolha que lhe atribui 17 pontos de vantagem sobre o rival José Serra.

Expressando-se em ‘dilmês’, um dialeto próprio, parente distante do português, a candidata declarou:

“Qualquer vitória que a gente por ventura consiga vai depender da aprovação de um projeto que nós começamos há muitos anos. Isso que pode levar, no dia 3 de outubro, às 5h da tarde, fechadas as urnas, começa a contar os votos e a gente possa ter qualquer perspectiva de ganhar no primeiro turno e, caso não seja isso, ir para o segundo turno e ganhar também”.

O signatário do blog suspeita que a pupila de Lula, desassistida pela galera do “midia training” na hora do lufa-luga com os microfones, tenha desejado dizer o seguinte:

“Se o eleitor que aprova o governo Lula converter intenção de voto em voto, fecho a conta no primeiro turno. Do contrário, acho que venço no segundo turno”.

Depois, já com os pés plantados no palanque, Dilma soou mais clara:

“Pesquisa não ganha eleição pra ninguém. Ganha uma eleição o povo votando no dia 3 de outubro. Daqui até lá são mais de 40 dias”.


31 comentários

  1. OSSOBUCO
    sábado, 21 de agosto de 2010 – 20:06 hs

    Esse post da Lola Aronovich é muito bom:

    E AGORA LULA APOIA SERRA, SEGUNDO O SERRA

    Não ia escrever mais nada até domingo porque estou atrasadérrima com tudo. Hoje (estou escrevendo na sexta, no almoço) dei aula de manhã e tenho outra à tarde, e de madrugada pego o voo pra SP, pra participar do Encontro de Blogueiros. Mas li a notícia que Serra incluiu Lula no seu programa eleitoral, como se o presidente torcesse pelo tucano. What the duck?! O que virá a seguir, FHC apoiando Dilma no programa do PSDB? A que ponto chegamos, hein? Serra finge que seu maior adversário político, Lula, do PT, o apoia. Como é que pode?
    Bom, a verdade é que não pode, tanto que o PT vai entrar na justiça (e pelo menos desta vez o partido agiu rápido).

    Mas é engraçado ver os reaças tentando justificar esse engodo. Sim, porque é um engodo total, conivente com a campanha do Serra, aquela sem propostas ou programa de governo, que simula não pertencer a partido algum, e que implora para que esqueçamos o passado (mezzo: afinal, temos que lembrar que Serra foi ministro da Saúde, mas sem associá-lo a FHC. É pedir demais).

    Os reaças odeiam o Lula. É um ódio visceral mesmo. Qualquer pessoa que viveu os últimos oito anos sabe que Lula é xingado diariamente por gente que o chama de analfabeto, idiota, apedeuta, corruto (aí escrevem corruPTo, pra salientar que corrupção é algo criado pelo PT, assim como escrevem Lula com dois eles, Lulla, pra lembrar o Collor que eles — não nós! — elegemos), pinguço, molusco (que o prof. Hariovaldo brilhantemente adaptou pra O Menino Molusquinho) etc etc. E os 80% que aprovam o governo Lula, eu inclusa, são burros, cegos, comprados e tal. Quer dizer, tudo isso não é novidade pra ninguém. Não é algo que apareceu agora.

    O que é impressionante é a cara de pau da elite conservadora que odeia o Lula não se considerar traída quando o Serra o coloca no mesmo programa, e faz jingle em que se põe como escolhido pelo Lula, e diz que vai chamar o PT para integrar o governo, e inventa que vai duplicar o Bolsa Família, apesar de seu partido e aliados terem apelidado o programa de Bolsa Esmola e dito, durante oito anos, tratar-se do maior programa de compra de votos do mundo.

    Então, como justificar que o inimigo número 1 dessa elite, o sapo barbudo, seja enganosamente inserido como cabo eleitoral do Serra? Um jeito é o velho “os fins justificam os meios”. Ou seja: vamos mesmo enganar o povo, confundi-lo, mentindo que Serra é o candidato de Lula (Serra, que não tem apoio nem dos candidatos a governador, senador e deputado pelo seu próprio partido!).

    A justificativa mais forçada é quando eles dizem que não, Serra não usou Lula em sua propaganda eleitoral, usou apenas a imagem do presidente. E o presidente é do Brasil, não do PT, então pode (e deve?) estar em todas as propagandas eleitorais! Como se Lula não fosse, em primeiro lugar, Lula, o maior adversário do PSDB há cinco eleições? (Ou o PSDB tem algum outro adversário que não seja o PT, e eu perdi alguma coisa?).

    Sabe o negócio de perder com dignidade? Lula perdeu três eleições com dignidade. Não se rebaixou, não apelou a golpes baixos. As eleições estão perdidas pro Serra e pro PSDB, mas convem aprender a perder, sem apelar tanto. Isso do Serra usar Lula em sua campanha vai entrar pra história como um enorme ato de desespero. Um ato patético, de quem não sabe mais o que fazer, mais ou menos como Alckmin vestindo camiseta da Petrobrás e do Banco do Brasil em 2006, pra fingir que não iria privatizar outras estatais, caso ganhasse. Uma camiseta, um boné de estatal, serviriam pra apagar oito anos de privatização e de corte de verbas do governo tucano! O povo não caiu nessa, e ainda assim a elite chama o povo de burro!

    Enfim, incrível como criticam a Dilma por pegar carona na popularidade do Lula. Mas tem gente de outros partidos, de propostas antagônicas, que adoraria estar nessa garupa.

    E ninguém pensa no FHC, tadinho! Pô, como deve estar o ego ferido desse homem! Ele está totalmente à margem da campanha, não aparece de jeito maneira, não é chamado pra dar pitacos, nada. E de repente ele liga a TV e vê que o candidato que ele apontou, do partido que ele fundou, não só tem vergonha do seu legado, como ainda põe o Lula do seu lado! Juro que quase dá um aperto no coração. É um final melancólico para um político… ou dois. E também para um partido que vai levar um bom tempo pra se recuperar desta surra.

  2. Zangado
    sábado, 21 de agosto de 2010 – 20:11 hs

    Deem toda a corda aos bandos de analfabetos políticos da nação e teremos, se não houver reação, mais do pior do mesmo …

  3. paulo
    sábado, 21 de agosto de 2010 – 20:12 hs

    E SERRA, O SARKOZY DOS TRÓPICOS, SONHA COM UMA LULADEPENDÊNCIA P/ PODER SAIR DO ATOLEIRO EM QUE SE TEU!!!!!

  4. Antonina
    sábado, 21 de agosto de 2010 – 20:13 hs

    Hoje o Lula sobe no palanque com a Estella, amanha ela come o Lula gralhado ao alho e óleo, e depois de amanha o povo é que vai pro brejo…

  5. sábado, 21 de agosto de 2010 – 20:15 hs

    nós ja tivemos milagres economicos recente,em especial na decada de 70, depois custou caro. A modernidade manda conhecer a historia politica e economica, é so se ligar no movimento.A regra é o que vc plantar, vc vai colher, ou melhor, todos colhem.

  6. ▄▀▄†Ψ REQUEIJÃOΨ†▄▀▄™
    sábado, 21 de agosto de 2010 – 20:41 hs

    Dilma está ganhando porque falta investimentos do PSDB em comprar mais balançadores de bandeiras na Rua XV de Novembro.

    Gasta tudo esse dinhero, tudinho. Se não gastar vai falir, perder, humilhar!!!!!!

  7. O Povo
    sábado, 21 de agosto de 2010 – 20:47 hs

    Tem muita gente que se a Dilma for eleita, irá se arrepender profundamente, é só verificar o que está a acontecer nos paises latinos que estão em regime de “semi ditaduras” tais como Venezuelo (Chaves), Bolívia (Evo Morales), e mais recente a Presidenta da Argentina fazendo censura e cortando a licensa do jornal El Clarin, portanto os primeiros sinais de que os movimentos das Forças Revolucionárias advindo das guerrilhas estarão em breve instaladas e atuando em nosso pais, o narcotráfico mandando e a violência fazendo reféns as pessoas de bem de nosso belo Brasil, que não merece isso!!!!
    Eu não vou pagar para ver, tenho alternativas de mudança, agora outras pessoas e amigos não tem a mesma chance que eu possuo, penso no geral e estou preocupado com o rumo que isso está levando ao “ufanismo”.

  8. walter
    sábado, 21 de agosto de 2010 – 21:09 hs

    josias, cuidado pra não morder a lingua, pode morrer pelo próprio veneno

  9. paulo
    sábado, 21 de agosto de 2010 – 21:31 hs

    E FOI COM UM PORTUGUES CAPENGA QUE LULA SE TORNOU O MELHOR PRESIDENTE DA HISTÓRIA REPUBLICANA!!!
    E FOI COM SUA FALTA DE EXPERIÊNCIA QUE FEZ DO BRASIL UM PAÍS RESPEITADO NO CENÁRIO INTERNACIONAL!
    QUEREM MAIS OU ESTÁ DE BOM TAMANHO?

  10. EDUARDO
    sábado, 21 de agosto de 2010 – 22:37 hs

    PQ o serra não convoca o fhc?

  11. Jomar Ferreira
    sábado, 21 de agosto de 2010 – 22:53 hs

    PESQUISA COMPRADA COM O DINHEIRO DO POVO,SERRA GANHA ELEIÇÃO , TEM MAIS GENTTE NESTE PAIS COM A CABEÇA NO LUGAR DO QUE OS POBRES MANTIDOS PELO GOVERNO COM NOSSO DINHEIRO.

  12. justiceiro
    sábado, 21 de agosto de 2010 – 23:00 hs

    O povão fica todo empolgado com aquela linguagem simples de trabalhador que Lula usa em todo o seu blá, blá de sindicalista.
    A sorte de Lula e também da Dilma candidata, é que a oposição ao governo jamais teve a capacidade de vir a público e esclarecer que Lula, assim como Dilma, não tem currículo algum que o indentifique como trabalhador. Sempre viveu pendurado em sindicato. Além dos ganhos que tem como Presidente da República recebe ainda uma gorda aposentadoria como anistiado político de mais de R$ 4.500,00 e outra por invalidez de um dedo. (no atual regime previdenciário isso não seria mais possível).
    Fala como se fosse um trabalhador mas leva uma vida de marajá que nada o identifica como trabalhador que nunca foi. Aliás, o PT inteiro é assim.
    Que a parte mais difícil e impopular ficou por conta do governo anterior, FHC, o qual cabeu a mais difícil missão que foi toda a reestruturação econômica, inclusive o plano real. Tudo isso Lula combatia. Para a sorte de Lula e de Dilma o PSDB nunca foi suficientemente claro e competente para dar a população todas essas explicações ao longo da campanha.
    Que, Lula só viaja pelo exterior, gozando de todas as mordomias possíveis e imagináveis como Chefe de Estado onde é recebido com todas as honras militares.
    Quando está no Brasil seu único trabalho é inaugurar obras que não realizou e nem sequer acompanhou. Sempre usando como propaganda, os órgãos de comunicação no seu intensivo blá, blá quase que diário, onde se apresenta como o santo milagroso que mudou o Brasil, quando na verdade encontrou o Brasil pronto e preparado para a nova fase de desenvolvimento. Que, são os técnicos da área econômica que dando continuidade ao programa do governo anterior é que fazem tudo.
    Lula não teria como fazer qualquer coisa porque nada entende de economia além de não ter tempo, por que só viaja.
    Dilma por sua vez , só ocupou cargos políticos dentro do governo. Assim como Lula, eram seus técnicos que faziam tudo.
    Se a oposição ao governo de Lula se dirigisse a população simplória do país e fizesse todos esses esclarecimentos a popularidade de Lula e de Dilma despencaria aos mais baixos patamares. Não sei se há tempo.
    Faltou inteligência.

  13. RST
    sábado, 21 de agosto de 2010 – 23:46 hs

    Muito bem Sr Josias de Souza quando até seus patroes da Folha “Serra’ de São Paulo já parecem estar desembarcando da candidatura derrotada o Zé Chirico, pelo menos foi o que demonstraram em editorial hoje, o Sr. continua a prestar seus valorosos serviços ao Patrão Serra. Isso sim é que é correligionário afunda junto mas não abandona o barco, por isso transmito-lhe meus parabéns.

  14. SOLANGE LOPES
    domingo, 22 de agosto de 2010 – 0:01 hs

    Em conversa com um amigo, que já foi político, fiz a seguinte indagação. O que é que tem que ser feito para que o povo brasileiro realmente conheça a candidata do PT. A sua resposta foi ¨deixa ela falar¨.

  15. estudante de letras
    domingo, 22 de agosto de 2010 – 2:25 hs

    Bando de ignorantes!Nunca antes na história deste país houve tanta oportunidade de avanço na área da educação.Vão estudar seus semi-analfabetos,ao invés de ficar criticando o governo que deu certo.Vocês tem que baixar a bola, e reconhecer que um presidente sem diploma fez escola,e resgatou a dignidade do povo brasileiro!

  16. CLOVIS PENA - JABOTI
    domingo, 22 de agosto de 2010 – 5:28 hs

    Vejo um jaboti no alto de um poste.

  17. Santino do PT
    domingo, 22 de agosto de 2010 – 9:34 hs

    Ora sr. Jomar Ferreira. Deixa de ser ingênuo homem! Que pesquisa comprada é essa? É mais provável que a diferença em favor da Dilma seja ainda maior, pois o Data Folha é o mais direita de todos os institutos de pesquisas e sempre foi contra o Lula.

  18. Vanessa
    domingo, 22 de agosto de 2010 – 9:49 hs

    Pela finalização do discurso ela sabe que este resultado da pesquisa foi sob encomenda… O indignante é que somos nós que pagamos por esta enganação! tsc tsc tsc

  19. Jacarezinho
    domingo, 22 de agosto de 2010 – 10:10 hs

    Se eu fosse Serra, ou Índio, ocuparia todo o tempo do horário eleitoral, denunciando a podridão desse governo. Nem me importaria em falar de projetos que todo o mundo sabe que os candidatos falam sempre dos mesmos interesses populares. O negócio seria descer o sarrafo na ladroeira, na corrupção, na impunidade, na desobediência à Constituição, na diminuição dos outros poderes fiscalizatórios. E pediria pro Ministério Público, prá Polícia Federal, começar pela conta bancária do Neto do Brasil, isso, o filho do Filho do Brasil. Mesmo perdendo a eleição, o povo, esses 80 por cento que aprovam essa irresponsabilidade, ficariam avisados.

  20. Jomar Ferreira
    domingo, 22 de agosto de 2010 – 10:47 hs

    ESSE TAL DE RST, QUE NÃO TEM CORAGEM DE MOSTRAR A CARA, ASSIM É A TURMA DO PT, SÃO CORRILIGEONARIOS COM O ROSTO COBERTO COM MASCARAS, SÃO BANDIDOS TRAVESTIDOS DE POLITICOS

  21. Gilliard
    domingo, 22 de agosto de 2010 – 10:54 hs

    Pior que o português enleado é o Zé, o Zé Serra, querendo falar a linguagem do povão. O PSDB escolheu o candidato errado. O “Zé”, ex-feirante, ex-pobre, já tinha perdido para o Lula e vai perder de novo e, se Deus permitir, que encerre a carreira para que novos rostos possam aparecer.

  22. Gilliard
    domingo, 22 de agosto de 2010 – 10:55 hs

    Voto com o relator Jacarezinho. Denuncie as barbaridades “Zé”, porque a eleição já está perdida.

  23. Rock
    domingo, 22 de agosto de 2010 – 10:55 hs

    Concordo Jacarezinho, exatamente isso teria que ser feito, o problema que tem que ter moral para fazer isso. Falando em desobediência e corrupção como sera que Fernando Henrique Mala, conseguiu o seu segundo mandato.

  24. dalton gonçalves
    domingo, 22 de agosto de 2010 – 11:02 hs

    Serra é o tipo da pessoa que tudo faz e que tudo fez. E pior, tem solução para tudo. É um genio. Até professor universitario ele virou sem curso universitario. Virou economista sem ser. Virou o pai dos genericos sem ser., Itamar Franco que o diga. Tudo ele diz que fez em SP. Foi prefeito e declarou em cartorio que não deixaria a Prefeitura. Deixou !. Na Prefeitura nada fez. Maluf tinha um orçamento de 9 bilhos. Serra teve um orçamento na Prefeitura de 29 milhões . Serra nada fez. Foi Governador sua grande obra foi pedagiar todas as estradas duplas e simples. Vendeu a Nossa Caixa o único Banco de Fomento que restou no Estado de SP. Privatizou os hospitais publicos entregando a Osips de seu amigos. Proitegeu Hospital de Barretos em deprimento as demais Hospitais de Câncer de SP, do mesmo porte que Barreto. Serrá foi um Governo mediocre em SP capital e no Estado. Transformou a Educação num caso de policia.
    O blog que assina esse blog precisa ter mais postura critica e deixar a militancia de lado . E deixar a desonestidade intelectual de lado e tentar fazer um jornalismo sério. Chega de pena alugada.

  25. RST
    domingo, 22 de agosto de 2010 – 11:32 hs

    É impressionante a capacidade de análise de alguns comentários acima que o Datafolha é pesquisa comprada pelo governo. Basta comprar um jornal só da Folha “Serra” de São Paulo para ver que este jornalão apoia o Zé Chirico desde longa data. E o DataSerra é um apendice deste jornalão. Para quem acompanha as pesquisas desde o inicio sabe que o DataSerra há um mes atrás dava Serra na frente, quando os outros orgãos de pesquisa já davam Dilma 8, 10 até 11 pontos na frente. Eles tentaram levar o seu candidato até o inicio dos programas eleitorais inflando a candidatura do Zé Chirico para ver se com os programas eleitorais ele deslanchava e derem um tiro no pé. Agora em um mês tiveram que se ajustar a realidade deram a candidatura Dilma 17 pontos sem que nada de extraordinário tenha ocorrido. Então aos que vem aqui falar besteiras, é bom que fiquem mais atentos ao que se passa ao seu redor. rsrrs

  26. salete cesconeto de arruda
    domingo, 22 de agosto de 2010 – 13:30 hs

    Eu avisei:

    ESTAVA ESCRITO NAS ESTRELAS – DESDE SEMPRE – DILMA SERIA A PRIMEIRA MULHER – PRESIDENTE DO BRASIL!

    Quando Serra viajou SELOU o seu destino de figurante.

    Só isso.

  27. domingo, 22 de agosto de 2010 – 13:53 hs

    Prefiro este colunista da Folha (só hoje)
    Quem não tiver paciência pra ler tudo, leia apenas a última frase…

    JANIO DE FREITAS

    Amor e ataque

    Só coincidência ou não, entrou a fase incisiva de Serra e começaram a sua queda e a subida de Dilma

    A rebeldia de José Serra contra a mais nova regra eleitoral brasileira foi esmagada, depressa e com dor. Formulada pelo publicitário e marqueteiro Duda Mendonça, na primeira eleição presidencial de Lula, em 2002, é simples e convicta: “Agressividade não ganha eleição”. Verdade apenas circunstancial, como atestam o passado mais distante e Fernando Collor no pós-ditadura contra Lula mesmo, consagrou-se com a derrota do próprio José Serra para o construído Lulinha Paz e Amor.
    Apesar do resultado até agora, há um mérito na rebeldia de Serra. Parte da linha de ataque, que marca uma segunda fase, vem do seu temperamento sempre contundente e irritadiço, com o efeito positivo de mostrar o candidato mais tal qual é, de fato, do que fabricado por técnicas publicitárias.
    Mas o impulso de Serra para ceder à sua tendência não foi solitário. À sua volta no PSDB (o aliado DEM ele jamais ouviu nem olhou), muitos cobravam-lhe palavras e atitudes diretas e firmes de oposicionista. Fernando Henrique não deixou de fazê-lo até em público, várias vezes.
    Em favor do marqueteiro de Serra, Luz Gonzalez, ficam indícios de que não compartilhou da elevação de tom e teor das manifestações do candidato. A Folha informou que no debate promovido pelo jornal e o UOL, por exemplo, Serra recebeu de Gonzalez o pedido para que atenuasse suas investidas contra Dilma Rousseff, àquela altura havendo já, também, algumas crispações voltadas para Marina Silva.
    Curioso é que as cobranças da cúpula peessedebista evoluíram quando Serra estava na liderança, com Lula e Dilma batalhando por uma ascensão que não ganhava embalo ameaçador. Quando, portanto, Serrinha Paz e Amor, sorrisos e ares de simpatia jamais suspeitados nele, sobrepunha-se à inércia política e à falta de mensagem de Serra. Só coincidência ou não, entrou a fase incisiva e começaram a sua queda e a subida de Dilma.
    Entre atento e distraído, como convém diante do programa eleitoral, o espectador vê surgir na tela o rosto de Serra debruçado sobre o de Lula, como em um comentário confidente, e a legenda “Dois líderes experientes”. É propaganda de Serra ou do líder cuja experiência indica Dilma para manter a situação de tranquilidade, crescimento econômico e aumento do consumo de que o eleitorado desfruta em plena disputa eleitoral? Assim é a mistura de oposicionismo direto e firme, em relação a Dilma e ao governo, e de afagos nos 77% de eleitorado aprovador de Lula. Serrinha Amor e Ataque.
    A Lula só falta ver Dilma vitoriosa no primeiro turno para a confirmação de suas antecipações e da tática audaciosa, e por certo tempo desrespeitosa, que adotou para uma sucessão bem ao seu gosto. Não seria justo deduzir daí que a situação de Dilma é obra exclusiva de Lula. Mais do que contrariar a expectativa da oposição de que suas aparições de campanha seriam desastrosas, Dilma tem se saído bem, sobretudo se considerado que sua estreia eleitoral ocorre já em disputa para a Presidência. Nos espantosos 17 pontos de vantagem que o Datafolha lhe confere, Dilma tem a sua quota de conquista. E Serra, a de contribuição.

  28. Elohin
    domingo, 22 de agosto de 2010 – 15:52 hs

    A pergunta e simples e a resposta direta.
    Quem são os candidatos? ( Com reais condições )
    Dilma e José.
    Qual e origem dos candidatos?
    O que fizeram pelo pais?
    O que pretendem fazer?
    Qual a credibilidade pessoal de cada um dos candidatos?
    E quem decide será o cidadão cada um com sua vontade e seu voto.
    Na esperança que vença (o) (a) melhor e não a melhor propaganda!

  29. comandante
    domingo, 22 de agosto de 2010 – 19:39 hs

    Justiceiro, estou contigo.

  30. OSSOBUCO
    domingo, 22 de agosto de 2010 – 22:55 hs

    Jacarezinho, que moral tem o Serra se o seu vice é acusado de roubar merenda escolar e se ele é apoiado pelo Roberto Jefferson e malif?

  31. CAÇADOR DE PETISTAS
    segunda-feira, 23 de agosto de 2010 – 10:01 hs

    não sabia que esta quadrilheira ér candidata.
    NÃO É LULA O CANDIDATO?

    Você não tem vergonha mulher?
    Obs: os COMUNISTAS não deixam o vermelho de lado mesmo.
    a cândidata quadrilheira de lula vive de vermelho, é assím na União Soviética. Fascistas e Comunistas adoram vermelho.

    Cria vergonha velhota, larga as muletas de Lula. Cortesia com chapéu alheio é feio.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*