Beto Richa diz que não é boneco de ventríloquo | Fábio Campana

Beto Richa diz que não é boneco de ventríloquo

Do Zé Beto no Jornale

Na sabatina da Associação dos Municípios do Paraná (AMP) que acontece agora no hotel Bourbon, em Curitiba, o tucano Beto Richa, que entrou depois de Osmar Dias, pegou pesado na entrada. Ele viu que o adversário recebeu algumas dicas de Roberto Requião, através de cochichos na orelha, e atacou: “Não sou boneco de ventríloquo. Conheço o Paraná e não preciso de ninguém para responder às perguntas”. Mais de 200 representantes de municípios do Estado assistiram a cena.


17 comentários

  1. Mario Almeida
    segunda-feira, 30 de agosto de 2010 – 16:10 hs

    Esse ai tá se achando a ultima bolachinha do pacote.Calma, que o tombo seu será maior.

  2. Chico
    segunda-feira, 30 de agosto de 2010 – 16:24 hs

    Não é ventríloquo, mas poderia ser médium de tanto evocar o nome do
    pai falecido.

  3. Prof. Bonin
    segunda-feira, 30 de agosto de 2010 – 16:33 hs

    Beto resolveu adotar a política do “bateu levou” nessa campanha de forma bem clara. Osmar falou da relação de Beto e Lerner como se isso fosse um crime ou um pesadelo, como se a relação dele, Osmar, com Requião não tivesse sido pior. Requião dizia ser Osmar um lernista privativista, hoje Osmar diz que isso é o Beto. Mas vejamos que os antigos detratores de Osmar hoje são seus aliados e o pior é que ele utiliza os chavões que foram utilizados contra ele por seus atuais aliados contra Beto, que foi seu antigo aliado, acreditando que isso resolve a questão. Pelo contrário, Lerner deu mais apoio a Osmar quando candidato contra Requião do que está dando ao Beto, e reparem que seus mais chegados correligionários de antigamente, hoje estão com Osmar e Requião (os da parte financeira de campanha). É muita incoerência em nome da política que não é tão desmoralizada assim em sua essência. Mas Beto lembrou uma coisa bem interessante. Quem era o presidente do Banestado por ocasião da privatização e que foi quem fez todos os preparativos para a sua privatização? O competente e secretário várias vezes no Paraná, ex-ministro de Lula, Reinhold Stephannes, hoje candidato a deputado federal pelo PMDB apoiando Requião e Osmar. E se Beto continuar no “bate lá, toma cá” vai ter uma montoeira de coisa para falar.

  4. juliana
    segunda-feira, 30 de agosto de 2010 – 16:47 hs

    ele é apenas um boneco…

  5. Macanudo
    segunda-feira, 30 de agosto de 2010 – 17:03 hs

    É bom relacionar as obras que o Beto fez para Curitiba, pois o povo não sabe.

  6. Marlene
    segunda-feira, 30 de agosto de 2010 – 18:01 hs

    É isso ai Beto, Mostra a esse OSMAR quem é vc……

  7. segunda-feira, 30 de agosto de 2010 – 18:14 hs

    BETO não precisa do MULETA e nem de GARUPA para governar

  8. maria joana
    segunda-feira, 30 de agosto de 2010 – 18:18 hs

    se o osmar nao se garante sai fora.

  9. antonio carlos
    segunda-feira, 30 de agosto de 2010 – 19:22 hs

    e muito menos que o RR assopre alguma coisa nos ouvidos dele. ACarlos

  10. João
    segunda-feira, 30 de agosto de 2010 – 19:53 hs

    Interessante essa estratégia dos reiquianistas. Entendo que ter Lerner ao seu lado só pode ser causa de orgulho. Afinal foi um prefeito e um governador que só governou para o futuro. O que seria do Paraná, hoje, sem as indústrias? Já o apoio do Requião, que nada construiu e ainda deixou um imenso passivo que será pago pelas próximas gerações, deveria ser motivo de asco e rejeição.
    Oh! tempora. Oh mores!

  11. Ernesto Caetano
    segunda-feira, 30 de agosto de 2010 – 20:22 hs

    O OSMAR TAVA EM DÚVIDA SE SERIA OU NÃO CANDIDATO A GOVERNADOR AGORA EU NÃO TENHO DÚVIDA: BETO RICHA GOVERNADOR, 45

    O OSMAR VAI ABRAÇADO COM O REQUIÃO PRÁ TOCANTINS!

  12. Prof. Luiz Gonzaga
    segunda-feira, 30 de agosto de 2010 – 21:10 hs

    penso que a campanha deve ser de alto nível e que haja respeito entre todos os candidatos. O que me preocupa é a falta de ideologia política politica, isto dificulta a construção de uma democracia sadia. Neste caso busco analisar e votar em coligações que tenha um histórico de presença do Estado nas àreas de prioridades e que não faça leilão do patrimônio público. independente das circunstancias a tercerização do sistema Penitenciário, o pedágio e a venda do banestado. Por isto vale a pena avaliar o histórico de cada um. Mas infelizmente ninguém é perfeito.

  13. Claudia
    segunda-feira, 30 de agosto de 2010 – 21:13 hs

    È isso ai Beto não abaixa a cabeça pra esse louco do Requião, que fala tanto do Lerner, ele esquece que enquanto o Lerner era governador por 8 anos ele foi Senador po 8 anos também. Ele dá a entender que ele nâo pode fazer nada pelo Paraná ; então o que ele quer ir fazer em Brasília por mais 4 anos como Senador?

  14. Reinaldo Pereira
    segunda-feira, 30 de agosto de 2010 – 21:24 hs

    Putz…. imagino que os dois pangarés (OSMAR e REQUIÃO), espumaram de raiva !!!!
    Esse Beto Richa é mais astuto que imaginava.

  15. tati
    segunda-feira, 30 de agosto de 2010 – 21:26 hs

    no adianta o beto vai ser governador

  16. Pedro Malazartes
    segunda-feira, 30 de agosto de 2010 – 22:34 hs

    Osmar tá benzido. Na eleição passada, a escolha do seu vice ajudou puxá-lo prá baixo. Agora, o vice atual perde de dez a zero pro vice do Beto. Cês precisam ver Flávio Arns circulando no meio do povão aqui no interior. E a diferença de discurso? Enquanto o piá de prédio RLoures não diz coisa com coisa, Flávio Arns simplesmente emociona.

  17. Jabulani
    segunda-feira, 30 de agosto de 2010 – 22:53 hs

    OSMAR LARANJÃO DO REQUIÃO

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*