Beto apresenta suas propostas para Copel e setor elétrico | Fábio Campana

Beto apresenta suas propostas para Copel
e setor elétrico

Beto Richa vai apresentar suas propostas para o setor elétrico e para a Copel em um encontro no próximo dia 1º de setembro. A data foi definida em conjunto com os presidentes da Associação dos Profissionais da Copel (APC), João Matiak Slonik, da Associação Copel, Luiz César Annes, e da Associação dos Aposentados e Pensionistas da companhia, João Stein, em reunião na tarde desta terça-feira (17).

“Queremos ouvir as propostas para o setor, para a empresa e para a Fundação Copel”, afirmou Slonik.

No encontro, Beto afirmou que a conversa franca e direta com os funcionários da Copel é muito importante, “para desfazer as maldades que os adversários andam espalhando.”

“Dizem que vou fazer isso e aquilo, que vou privatizar, que vou contratar aquele outro. Quem diz isso mente na tentativa de obter ganho político. Minha única referência é o trabalho que meu pai, José Richa, fez por esta empresa em seu governo. Tratou seus funcionários com respeito e colocou a Copel em posição de destaque nacional”, disse Beto. “Em meu governo, a Copel continuará como empresa pública e terá posição estratégica no fomento e desenvolvimento do Estado. Vai aumentar a geração e distribuição de energia e vai levar fibra ótica a todos os municípios, para atender escolas e hospitais. E vamos reerguer também a Sanepar, os portos de Paranaguá e Antonina, como empresas públicas, fortes e valorizadas”, disse Richa.

“A direção dessas empresas terá especialistas no setor. Para isso não tem negociação partidária e quem for escolhido vai assinar um Contrato de Gestão e cumprir metas determinadas”, afirmou Beto.

O presidente da Associação dos Aposentados e Pensionistas da Copel, João Stein, entregou uma pauta de reivindicações em que pede um aumento da participação da entidade nos conselhos Deliberativo e Fiscal da Fundação Copel. “Esse é um cuidado que temos para evitar que a ingerência político-partidária venha a afetar os recursos que foram reservados para garantir a segurança futura dos copelianos”, disse Stein.

Participaram também do encontro o vereador Omar Sabbag Filho e o conselheiro da Associação dos Profissionais da Copel José Antônio Gugelmin.


15 comentários

  1. marcelo ferreira
    terça-feira, 17 de agosto de 2010 – 18:12 hs

    eles nao vendem a copel porque o povo nao ia aceitar se nao babau ja tinha ido. e o pior quem nao quer vender nao sabe o que fazer trava a empresa. que e o caso do requiao

  2. Fabio
    terça-feira, 17 de agosto de 2010 – 18:38 hs

    Fabio, meu xará

    poste esse debate no seu Blog… é o ebate de 2006, requião x Osmar, é de rachar de rir….

    http://www.youtube.com/watch?v=G6wzazFgiMU&feature=related

  3. Observador
    terça-feira, 17 de agosto de 2010 – 19:19 hs

    Pagamos 29% (só de ICMS), ou seja 1/3 por cento.Viva o Requião … Requiaõ: 29% Telefone; 29% Combustível; 29% Internet; 29% …

  4. Jeka
    terça-feira, 17 de agosto de 2010 – 19:50 hs

    Acho que o primeiro projeto do betinho a ser encaminhado pra assembléia era o da venda da copel. Isso se ele ganhasse a parada. Como o Lula lá entra em campo a partir de hj, acho que ela está salva desse vendilhão.

  5. O Povo
    terça-feira, 17 de agosto de 2010 – 19:57 hs

    Beto Richa mostra como é um Administrador Público de verdade, reune as partes envolvidas para extrair o máximo possível de informações para fortalecer a empresa de energia elétrica do estado do Paraná, enquanto “outros” apenas uzam a Copel para fazerem políticagem e depois quererem lotear os cargos da diretoria da empresa, ele Beto Richa pensa no futuro da Empresa para dar a Copel todas as condições de ser a melhor de todo o Brasil como referência em energia elétrica para nosso estado e para todos os paranaenses por sequência!

  6. Linco
    terça-feira, 17 de agosto de 2010 – 21:25 hs

    Um bom motivo prá se decidir pelo. Acesse:

    http://www.youtube.com/watch?v=SIv22MFUV-Q

  7. Dias melhores virão...
    quarta-feira, 18 de agosto de 2010 – 0:03 hs

    A Copel irá prosperar na gestão do Beto Richa como futuro governador. Quem está próximo sabe que ele quer uma empresa forte, pública e que valoriza seus funcionários. Não tem um copeliano antigo que não lembre com saudades da época do pai do Beto.

    Beto, sabemos que você não é como os mercenários da passado que queriam rifar essa grande empresa!!

  8. nei
    quarta-feira, 18 de agosto de 2010 – 0:20 hs

    Não acredito numa virgula que ele escreva e assine embaixo. Na verdade se eleito ele vai vender a cia. Não acredito em p$$$dbista.

  9. quarta-feira, 18 de agosto de 2010 – 0:22 hs

    BETOOOOO não esqueça,assim que assumir, de tirar o TIRANOSSAURO assecla do Duce e do Pansuti da diretoria da COPEL,este camarada irrrrrrrque dá náuseas… outra coisa tem que dar mais oxigênio na COPEL,mais trabalho,tirar os reizinhos que se perpetuaram nos cargos,tem que dar mais oportunidades aos novos e competentes, chega dos mesmos TIRANOSSAUROS,etc….

  10. MUTUKA
    quarta-feira, 18 de agosto de 2010 – 7:58 hs

    Qual é a proposta ? De quem ? Quanto ?
    Esse Beto Turista irá vender a COPEL pela melhor oferta.
    Para ele é claro!
    E esses Copelianos da foto babando ovo!
    Que Tristeza!

  11. XULIPA
    quarta-feira, 18 de agosto de 2010 – 8:26 hs

    Privatiza, é mais fácil de resolver, ou melhor não precisa fazer, é o que prega o PSDB.
    Aliás SSantos disse, fique sempre endividado, pois terá que trabalhar mais, para pagar os juros, e os banqueiros agradecem.

  12. Lelo
    quarta-feira, 18 de agosto de 2010 – 12:47 hs

    Como a COPEL ficou importante agora para essa turma! Antes queriam vender. Vá entender este povo. A proposta está registrada no Cartório? Ah! E por falar em Cartório qual é o nome e endereço do Cartório para que se possa pegar uma cópia das propostas?

  13. Paranaense
    quarta-feira, 18 de agosto de 2010 – 13:07 hs

    Beto nõ adianta puxar o saco do pessoal da Copel, vc quer vender sua imagem de cordeiro, e depois de ganha a eleição, ferrar os funcionários e vender a empresa, como vc no passado já tinha votado pela venda. Cuidado funcionários da Copel, o Traidor esta à solta, já fez no passado e fará muito mais no futuro.Assim caminha a humanidade. Fora Beto!!! Já foi tarde!!

  14. Flor
    quinta-feira, 19 de agosto de 2010 – 15:13 hs

    Vcs que morrem de medo que a Copel seja vendida, devem ser uns incompetentes, pois tem medo de perder o emprego,não são bons o suficiente para se manter em uma empresa privada?

    O Beto não quer vender nada, apenas quer ser um bom administrador, porque vcs não param de transferir responsabilidade de um politico para outro. O Beto é o Beto. Não é assim que funciona? Acordem.

  15. THIAGO
    quinta-feira, 2 de setembro de 2010 – 9:09 hs

    Eu trabalho a 8 anos na copel, e acho que ela precisa realmente de uma urgentemente de uma REFORMA.
    Os chamados “dinossauros” que custam a querer aposentar estão tirando a oportunidade de renovação que oxigena qualquer empresa.
    Esta estrategia que hoje é aplicada onde temos plano de carreira e outras coisas, só acarreta no desinteresse dos mais novos, onde estamos perdendo muita gente boa por esse motivo.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*