Osmar garante que Sanepar continuará sendo empresa pública | Fábio Campana

Osmar garante que Sanepar continuará sendo empresa pública

O Comitê do Saneamento -Sanecom, coordenado pelo atual presidente da Sanepar, Hudson Calefe, realizou na noite de ontem, dia 19, uma reunião com as presenças do governador do Estado, Orlando Pessuti (PMDB) e do candidato ao governo, Osmar Dias (PDT).

Na oportunidade, o candidato assumiu o compromisso perante os mais de 300 saneparianos presentes, que a empresa continuará pública, reforçando a sua posição antagônica à privatização. Calefe entregou para Osmar um plano de saneamento que incrementará novos projetos e obras que beneficiarão a população nos próximos anos. Também estavam presentes o Ministro do Trabalho e presidente nacional do PDT, César Lupion, o candidato à vice-governador, Rodrigo Rocha Loures, a candidata ao Senado, Gleisi Hoffman (PT), os deputados estaduais Stephanes Júnior e Kielse Crisóstomo, além de toda a diretoria da Sanepar.

Segundo Osmar, “ A Sanepar é uma referência como empresa pública não só no Brasil como em toda a América Latina. Os prêmios recebidos nos últimos 7 anos, comprovam esta posição de vanguarda. E isso foi conquistado por ser uma empresa pública administrada com ações voltadas à saúde e qualidade de vida dos paranaenses. Os programas sociais introduzidos pelo atual governo serão mantidos porque estão dentro do meu conceito básico de como governar” Já Orlando Pessuti,fez uma prestação de contas dos sete anos e meio de governo do PMDB. “ Os programas sociais marcaram o governo do PMDB. Na Sanepar implantamos a tarifa social que beneficiou mais de 1,3 milhão de pessoas da camada mais pobre da população. Além deste programa, também a Luz Fraterna através da Copel e o Leite das Crianças com a Secretaria de Abastecimento. Estes programas só foram implantados porque este governo teve sensibilidade de entender que a população carente precisa de uma atenção diferenciada. Em termos de saneamento básico, há muitos anos não se investia tanto levando obras primordiais para a vida da população”.

Já o presidente da Sanepar Hudson Calefe, agradeceu as considerações de Osmar e Pessuti e ainda ressaltou que “ a água é um bem público. É um direito do ser humano. Por isso a Sanepar, com o apoio do Governo do Estado, não poupou esforços para que cada paranaense tivesse acesso ao saneamento básico. Além da água com qualidade, conseguimos avançar na coleta e tratamento de esgoto e realizamos um trabalho inédito até então, na preservação e recuperação do meio ambiente. Este trabalho não pode parar, por isso entregamos ao Osmar um plano de saneamento, que se for seguido, com certeza a população terá acesso a grandes benefícios na área de saúde e mais qualidade de vida”.


9 comentários

  1. Zepovo
    quarta-feira, 21 de julho de 2010 – 5:49 hs

    Eu acho que a Sanepar deve ser vendida para a CocaCola…

  2. ILDO BALDO
    quarta-feira, 21 de julho de 2010 – 8:50 hs

    JA O BETO NÂO PODE FALAR POIS AS PRIVATIZAÇÔES ESTA NO SANGUE DO SUJEITO

  3. Saldanha
    quarta-feira, 21 de julho de 2010 – 9:57 hs

    O povo sem saneamento agradece.

  4. Duval Simões Araújo-Londrina
    quarta-feira, 21 de julho de 2010 – 9:58 hs

    Beto também. Mas não no modelo atual. Modernizada e eficiente e a serviço do povo, pois será bem gerida e não cabide de empregos dos amigos do Rei-quião, que querem ficar através de Osmar Traíra Dias. Osmar

  5. Carlos
    quarta-feira, 21 de julho de 2010 – 10:49 hs

    Piada de mau gosto…requião detonou a SANEPAR, hj a empresa é motivo de piada no país pela incapacidade técnica…nem os saneparianos aguentam trabalhar lá…ele e a sua cachorra, maria arlete, que vão pastar em outra freguesia…E o Osmar, traíra do diabo, esquece tudo o que aconteceu…viado é ele, não o irmão, pedindo pica pro requião depois de tudo!!!

  6. justiceiro
    quarta-feira, 21 de julho de 2010 – 11:21 hs

    SANEPAR – A coisa que os maus políticos mais adoram e que jamais abrem mão são, sem sombra de dúvidas, as empresas estatais, as verdadeiras galinhas dos ovos de ouro, a vaca sagrada, por que delas fazem o uso políticos em seus propósitos, isso em razão dos numerosos cargos políticos dentro da empresa que existem para oferecer aos pelegos e apaniguados em troca de apoio político que recebem dos partidos.
    Com REIquião sempre foi assim. COPEL, PORTO DE PARANAGUÁ, SANEPAR, FERROESTE, etc, REIquião tinha verdadeira adoração por essas e outras empresas públicas e parece que o mesmo acontece com seus pretensos sucessores.
    Quando ocorre corrupção, o que é comum, tudo acaba ficando por isso mesmo, quando, em muitos casos, nem chegam ao conhecimento público.
    É bom lembrar que uma empresa privada é quase que totalmente imune a essas influencias maléficas.Seus titulares que são escolhidos a dedo, tem que possuir vasto currículo e com perfil de empresa privada. Currículo de empresa estatal é muito raro ser aceito.
    A água e saneamento é um serviço público que pode ser explorado via concessão privada, isso para afastar a ingerência política dentro da empresa,o que poderia ser feito através de licitação pública dentro das metas e condições impostas pelo edital de concorrência como, plano de saneamento, capacidade financeira necessária para os investimentos a serem impostos e demais regras de funcionamento.
    Mesmo sendo concessão privada as tarifas podem facilmente controladas e determinadas pelo poder público.Os políticos não informam isso.
    Atualmente, a tarifa social de água destinada aos mais carentes são cobertas pelos que consomem água abaixo da quantidade mínima de 10m3, ou seja 10.000 litros por mês cuja tarifa mínima é de R$ 30,25 para os consumidores normais.Nada disso os políticos informam ao público.
    Essa tal de tarifa social é também aplicada em empresas privadas de saneamento como AGUAS DE PARANAGUÁ e outras pelo Brasil afora, sem nenhum problema. O mesmo ocorre com o denominado “luz fraterna” programa esse fartamente utilizado em todas as empresas de energia elétrica do Brasil, não só privadas como também as públicas.
    Cabe também lembrar que o programa leite fraterno é coberto com o dinheiro público do Estado e não com o dinheiro do bolso dos políticos. Infelizmente vem sendo usado por esses maus políticos com fins eleitoreiros Se essa bondade tivesse que ser coberta do bolso dos políticos, esse programa jamais existiria.

  7. quarta-feira, 21 de julho de 2010 – 13:41 hs

    hehehe…que o Osmar diga onde ele ouviu algo no sentido contrário…..quem não tem o quê falar, diz isso ( besteiras)…

  8. silva
    quarta-feira, 21 de julho de 2010 – 17:41 hs

    Com os preços que cobra, não faz diferença nenhuma.

  9. A REALIDADE
    quinta-feira, 22 de julho de 2010 – 21:32 hs

    Graças a política austera do governo, a Sanepar não repassou aumento de tarifa e praticou com dignidade a política social. Tanto isso é verdade, para os comentários de ignorantes e desinformados que pregam o terrorismo na mídia que essa grande empresa, valoroza, pelo seu quadro de técnicos, conquistou a menos de uma semana o Prêmio de MELHOR EMPRESA DE SANEAMENTO DO PAÍS. Contrariando as idiotices do desinformado Beto Buraco de Curitiba e seu bando de privatizadores calhordas.
    Bando de ignorante: a Sanepar que já foi taxada de relapsa, é responsável, de forma digna, pelas maiores autoridades do saneamento mundial como referência. Tanto é verdade que a população paranaense dispõe de 99,99% de água tratada.
    Na cidade do Beto Buraco, o buraco é mais embaixo, pois a população é atendida com 94% de coleta e tratamento de esgoto. Indice invejado por capitais europeias e com meta de em 2012 superar os 80% em todas as cidades do Paraná.
    Querem mais?????

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*