Osmar diz que defesa da empresa pública pautará campanha | Fábio Campana

Osmar diz que defesa da empresa pública pautará campanha

Em Ponta Grossa, hoje, Osmar Dias disse que o grande debate da campanha eleitoral deve ficar em torno da defesa das empresas públicas paranaenses. Ele lembrou da luta pela extinção da multa que o Estado pagava à União por conta dos precatórios do Banestado.

“Fui o primeiro a assinar um abaixo assinado contra a venda do Banestado. No Senado, passei por cima das divergências políticas e pessoais e me uni ao então governador Roberto Requião e depois ao governador Pessuti para resolver a questão da multa. Um dia alguém vendeu o banco do Paraná de forma equivocada e deixou uma dívida até 2029. Um banco que financiava a agricultura e os pequenos produtores rurais. Quem paga o preço por um negócio mal feito é a população”, salientou.

O candidato do PDT ao governo ressaltou que a venda do Banestado deixou como garantia as ações da Copel e afirmou que não irá permitir que o Paraná perca o controle acionário da estatal. “Perdemos um banco público, que era o propulsor do desenvolvimento econômico do Paraná. Ficamos com uma dívida de R$ 8 bilhões com a União e R$ 1,3 bilhão com o banco Itaú. O que está garantindo esta dívida são as ações da Copel. Ou seja, vendemos um banco e corremos o risco de ter a Copel privatizada. Vamos até as últimas conseqüências para impedir isso. Temos que negociar com o banco Itaú, mas garanto que não vão mexer em um centavo da Copel”, afirmou Osmar.
Ele também defendeu a criação de uma agência reguladora para definir as tarifas de pedágio com a participação dos usuários, governo e concessionárias para analisar mensalmente a planilha de investimentos e as obras nas estradas. Outro ponto destacado por Osmar, no encontro nos Campos Gerais, foi a necessidade do fortalecimento das cooperativas e ainda do suporte à agricultura, principal vocação do Estado. “Por eu ser produtor e técnico tenho obrigação de desenvolver o melhor programa de agricultura que este estado já teve. Vou investir na agroindustrialização e garantir o escoamento da produção, com a implantação de mini-ceasas em regiões estratégicas”, observou. Ele também defendeu a união do Bolsa Família à agricultura familiar de forma que os pequenos produtores possam vender diretamente os produtos aos beneficiários do bolsa família com benefício para ambos os lados, tanto no escoamento da produção como na garantia da população de contar com produtos de qualidade. Osmar também afirmou que irá manter as políticas públicas que estão dando certo e a ampliar os projetos de êxito hoje feitos tanto na escala estadual quanto federal.
Civilidade
Osmar Dias disse que iniciou sua caminhada pela cidade de Ponta Grossa que é a capital cívica do Paraná e defendeu uma campanha propositiva. “Quero que a campanha seja pautada pela civilidade e não por troca de acusações pessoais. Que possamos discutir propostas e projetos que cada um tem para o Paraná”, disse o senador acompanhado do candidato a vice na chapa, Rodrigo Rocha Loures, da candidata ao Senado pela coligação, Gleisi Hoffmann e outras lideranças aliadas como o deputado federal Angelo Vanhoni e o estadual Péricles de Melo. Também estiveram presentes no encontro em Ponta Grossa vários prefeitos e lideranças da região, entre eles o prefeito Frederico Bittencourt Neto, de Reserva; Lauir de Oliveira, prefeito de Imbaú; Ocimar Camargo, prefeito de Ventania; Eros Danilo Araújo, prefeito de Telêmaco Borba; Walter Juliano Doria, prefeito de Sengés; Sinval Silva, prefeito de Tibagi; Rubens Pontarolo, prefeito de Imbituva e também Antonio Levi, presidente da Câmara de Vereadores de Castro e Bart Jansen, presidente da Câmara Municipal de Carambeí.
De Ponta Grossa, Osmar segue a Londrina, onde nesta tarde concederá entrevista coletiva, às 14h30, no Hotel Cristal, que fica na rua Quintino Bocaiúva, número 15.


7 comentários

  1. Carlos
    terça-feira, 6 de julho de 2010 – 13:56 hs

    EMPRESA PÚBLICA = CABIDE DE EMPREGOS.

  2. terça-feira, 6 de julho de 2010 – 14:53 hs

    Pois é Senador..nada como um dia após o outro….A população do Paraná quer saber de vc, como o Banestado chegou ao estado de insolvência, como ocorreu…quem não pagou, quem liberava empréstimos pra quem….facilitações politicas…esse tema vem bem a calhar, inclusive em o da multa que existia porque seu agregado Rei quião não pagou a divida, por escolha própria….O bicho vai pegar no caso Banestado e tenho certeza que o Osmar tem muito a explicar……

  3. anonimo
    terça-feira, 6 de julho de 2010 – 14:59 hs

    nao fez mais que a obrigaçao voce ganha muito pra isso maria vai com as outras,amigo de requiao…………………………

  4. Luiz Henrique CWB
    terça-feira, 6 de julho de 2010 – 15:59 hs

    No Passado, JOSE RICHA era um defensor e PROTETOR das Empresas Publicas Paranaenses. Ontém, em reunião com mais de 200 funcionários da SANEPAR, BETO RICHA também ressaltou o respeito e a necessidade de re-estruturar e capacitar a SANEPAR, tornando-a além de um orgão publico, a melhor Companhia de Saneamento do BRASIL. Segundo ele, a SANEPAR é dos Paranaenses (eliminando assim, qualquer burburinho, fofoca, intriga, mentira, induzindo a privatização).
    Diante de tudo isso, parabenizo o Candidato do PSDB ao Governo do Paraná. Junto a ele, a figura do Candidato Felipe Braga Cortes, integro, FICHA LIMPA, e de conduta transparente. Os paranaenses precisam renovar a Assembleia Legislativa, com candidatos acima de tudo, competentes e ilibados. Para mim, Beto Richa e Felipe Braga Cortes, são pessoas sensatas, que respeitam a opinião dos outros. São acima de tudo, REALISTAS. Para frente um Novo Paraná, nosso estado tem FUTURO !

  5. terça-feira, 6 de julho de 2010 – 18:17 hs

    O Programa de Governo do PT diz que vai estatizar tudo e acabar com propriedade privada , taí o começo

  6. paulo
    terça-feira, 6 de julho de 2010 – 19:02 hs

    o osmar va explicar da onde todo aquele patrimonio dele que o requiao denuncio depos venha fala en moral seu sen vergonha voce tem que se varido do parana

  7. Maria do Ingá
    terça-feira, 6 de julho de 2010 – 23:38 hs

    MACACADA, JOGO RAPIDO!
    VCS SE LEMBRAM QUEM PRIVATIZOU AS ESTRADAS DO PR?
    VCS SE LEMBRAM QUEM PRIVATIZOU O BANESTADO?
    VCS SE LEMBRAM QUEM VENDEU PARTE DA SANEPAR E DA COPEL?

    A RESPOSTA PARA TODAS AS QUESTOES: JAIME LERNER!

    QUEM ERA E CONTINUA SENDO UM FORTE ALIADO DELE? BETO RICHA!

    POR ESSAS E OUTRAS VOTAREI NO SERRA, NO OSMAR E NO RICARDO BARROS!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*