Lula defende carga tributária pornográfica | Fábio Campana

Lula defende carga tributária pornográfica

Por Lauro Jardim

Em geral, a cartilha do político reza: “nunca defenderás aumento de impostos”. Nos EUA, por exemplo, os republicanos têm na diminuição da carga tributária uma de suas principais bandeiras.

No Brasil, onde a carga tributária não para de crescer, Lula parece dar de ombros ao mandamento e, do alto de sua popularidade, defende a quase pornográfica carga tributária – que não para de crescer desde o governo FHC.

Hoje, respondendo a um leitor de sua coluna semanal, publicada em mais de uma centena de jornais amigos, Lula mandou ver. Eis alguns trechos:

— Todos os países desenvolvidos, que têm sistema de bem-estar social, têm carga tributária bem mais elevada, em cerca de 50% do PIB. Do outro lado, há países mais pobres na América Latina, no Caribe e na África, cuja carga tributária é bem baixa, inferior a 15%. Resultado: eles não têm recursos para adotar políticas sociais e o Estado é praticamente inexistente. O Brasil está numa posição intermediária: em 2009, a carga tributária foi de 34%. A arrecadação nesse patamar é decisiva para que o Estado possa atuar para reduzir as desigualdades sociais, fazer os investimentos necessários em Educação, Saúde, Segurança e atacar as deficiências de infraestrutura.

Ou seja, Lula no final das contas diz que a carga tributária aqui não é tão alta assim…


6 comentários

  1. AMARAL
    terça-feira, 13 de julho de 2010 – 16:53 hs

    É, QUANDO SE ESTÁ NO PODER O DISCURSO MUDA !

  2. Luiz
    terça-feira, 13 de julho de 2010 – 18:30 hs

    E pensar que a Inconfidência Mineira aconteceu por causa de impostos de 20%.

  3. ALEMÃO
    terça-feira, 13 de julho de 2010 – 18:51 hs

    Não seria alta se eles parassem de desviar tanto e investissem mais em obras, saneamento básico, educação, saúde, etc…..

  4. terça-feira, 13 de julho de 2010 – 19:28 hs

    eu concordo com o presidente, a taxa é relativamente alta ou baixa conforme a comparação, agora ela é mal distribuida, emrpesário não paga imposto, ele apenas o recolhe pois repassa o custo aos preços, nem irpf pagam, enquanto eu pago 27,5 eles pagam 3%, vejam a diferença. Assim as taxas de ipostos nunc acaem pois para os empre´sario é ótima, é uma herança que trazemos desde o descobrimento.

  5. terça-feira, 13 de julho de 2010 – 21:30 hs

    DEFENDO ESSA CARGA TRIBUTÁRIA, FOI POR CAUSA DELA QUE O IPEA, AFIRMOU QUE 13 MILHÕES DE BRASILEIROS SAIRAM DA LINHA DA MISÉRIA. NO FUTURO QUANDO 100% DA POPULAÇÃO ESTIVER ECONOMICAMENTE INTEGRADA , A DEMANDA POR POLÍTICAS PÚBLICAS RECUARÁ E DESSA FORMA SERÁ POSSIVEL UMA REDUÇÃO DRÁSTICA DA CARGA DE TRIBUTOS.
    TOMEMOS COMO EXEMPLO OS VEÍCULOS:
    NOS EUA, O VEÍCULOS SÃO MAIS BARATOS QUE NO BRASIL.
    PORÉM SE RETIRARMOS A CARGA TRIBUTÁRIA SOBRE OS VEÍCULOS BRASILEIROS, AINDA CUSTARÁ O DOBRO DE CARRO AMERICANO,OU SEJA AS MONTADORAS PAGAM UMA MISÉRIA PARA NOSSOS OPERÁRIOS, E AINDA COLOCAM O PREÇO DO AUTOMÓVEL LÁ EM CIMA, EXPOLIANDO O CONSUMIDOR BRASILEIRO. SEM CONTAR QUE NOS EUA, OCORRE UMA FISCALIZAÇÃO EM CIMA DO IMPOSTO DE RENDA, COISA QUE NO BRASIL É UMA FESTA, OU ALGUÉM AÍ NUNCA PEDIU UM RECIBO FALSO PARA ABATER NO IR,USANDO COMO DESCULPA QUE O GOVERNO É CORRUPTO; TÁ CERTO O BARBUDO ,MAIS UM VEZ…

  6. Bicudo
    terça-feira, 13 de julho de 2010 – 22:01 hs

    Este cidadão comum . que hoje é nosso presidente bem como a toda sua equipe econômica tem a noção da diferença dos salários praticados nos países desenvolvidos e dos praticados aqui???? el tem a noção de quem ganha acima de 4.200 reais/mes considera-se classe alta ………… façam-me o favor …… tento enxergar além do horizonte……. mas quando olho para trás vejo que todos os que sentaram-se naquela cadeira tomaram a mesma postura e nada mudou.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*