Interdição do Porto de Paranaguá é mais uma herança maldita do Requião, diz Élio Rusch | Fábio Campana

Interdição do Porto de Paranaguá é mais uma herança maldita do Requião, diz Élio Rusch

O deputado Élio Rusch (DEM), líder da Oposição na Assembléia, lamentou o embargo do Porto de Paranaguá ocorrido nesta quinta-feira (08) pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (IBAMA), mas ressaltou que muitos avisos sobre os problemas que lá exitiam foram dados sem que a superintendência do Porto tomasse qualquer providência..

“Há anos temos alertado para a má administração dos portos do Paraná. Seja na questão da dragagem, do terminal de álcool e até mesmo das várias multas recebidas pela APPA por descumprimento da legislação dos portos, ambiental e administrativa”, lembrou. “Infelizmente, acontece essa interdição que mancha a imagem do Paraná para todo o país”, completou.

A interdição ocorreu em razão de programas ambientais não executados pela Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (APPA) desde 2003 e o não cumprimento do Termo de Compromisso, junto ao IBAMA, assinado pela APPA ao final do ano passado.

Rusch comentou ainda que nos últimos sete anos o Porto ficou à “deriva”, devido a falta de uma administração séria e responsável, que cumprisse as determinações legais para que o Porto operasse com eficiência.

“A APPA parece que nunca se preocupou com a infraestrutura e a legislação dos Portos. Essa interdição é mais uma herança maldita que o ex-governador Roberto Requião deixa para os paranaenses. É uma medida drástica que envergonha o Paraná, que perde muito com esse embargo”, finalizou.


29 comentários

  1. LEAD
    quinta-feira, 8 de julho de 2010 – 18:28 hs

    Mas como demorou!

  2. CARA DE PAISAGEM
    quinta-feira, 8 de julho de 2010 – 18:37 hs

    ESTA É TURMA DO OSMAR………. INCOMPETENTES……

  3. Da Poltrona
    quinta-feira, 8 de julho de 2010 – 18:41 hs

    É preciso responsabilizar os gestores públicos que descumprem as leis – até parece que o Porto (ou qualquer entidade pública ou privada) é uma entidade de carne e osso. Pune-se o Porto, não pune-se os responsáveis, os gestores públicos que caem de paraquedas por conjunturas políticas, numa sucessão de descalabros, pegam o seu boné e …. pune-se o Porto. Isso é empulhação !

  4. Charles M Tayllerand
    quinta-feira, 8 de julho de 2010 – 18:43 hs

    Seja Requião, seja Lerner, seja Eduardo, Daniel ou Mário, o fato é que ninguém dá a devida atenção às questões ambientais. O porto não pode parar mesmo empurrando as leis ambientais com a barriga. Uma hora pára mesmo.
    Talvez, agora com o susto e a vergonha nacional, essa administração que está lá resolva o assunto. Mas para isso teria que exonerar alguns diretores e nomear outros, técnicos especializados e experimentados no assunto. Não adianta colocar os cumpadres. Já se provou que o Brasil precisa de experts em se tratando de atividades portuárias. A atual administração do Porto de Paranaguá é uma piada!

  5. pitaco
    quinta-feira, 8 de julho de 2010 – 19:03 hs

    No sudoeste o IAP de Foz tá liberando geral depois que o diretor virou candidato a deputado. Mais vale o voto que o meio ambiente

  6. Ricardo
    quinta-feira, 8 de julho de 2010 – 19:56 hs

    O amigo de OSMAR, REQUIÃO ainda quer ser senador????
    Depois de enterrar o porto na lama????
    OSMAR, diga-me com quem andas….

  7. Pitoniza
    quinta-feira, 8 de julho de 2010 – 20:17 hs

    Este é o homem que interditou o Porto de Paranaguá.
    Como é que o cara pode ser presidente do IBAMA.

    Contratação irregular: Multa: Execução do contrato: Continuidade
    14/9/2006
    O Tribunal de Contas da União (TCU) julgou irregular a contratação do Instituto Virtual de Estudos Avançados (Vias) para elaborar projeto de pesquisa e desenvolver sistema integrado, utilizando gestão do conhecimento com inteligência artificial, para implantar metodologia de gerenciamento de riscos na Previdência Social.

    O Tribunal multou em R$ 7 mil Liêda Amaral de Souza, em R$ 10 mil Sérgio Ricardo Prates e Antônio César Bassoli e em R$ 3 mil Abelardo Bayma Azevedo, todos funcionários do Ministério da Previdência Social, responsáveis pela contratação da empresa Vias. Os funcionários têm o prazo de 15 dias para comprovar o recolhimento das quantias aos cofres do Tesouro Nacional. A cobrança judicial foi autorizada.

    ACÓRDÃO Nº 1630/2006
    TC – 019.401/2004-7 Plenário
    TCU

  8. Capitão Gancho
    quinta-feira, 8 de julho de 2010 – 21:07 hs

    A “alcatéia” juntamente com os “irmãos cara-de-pau”.
    Lobos e reiquinhões…
    Taí, vergonha nacional.

  9. quinta-feira, 8 de julho de 2010 – 21:20 hs

    Senhores, o assunto é muito sério, temos nossa principal porta de entrada e saida paralizada pelo IBAMA….Isso precisa ser revertido urgentemente,pra que as coisas voltem a funcionar….depois vão ao Requião, o desqualificado, e joguem nele toda a responsabilidade por mais essa palhaçada que o Paraná foi submetido….Todos sabiam e sabem da PÉSSIMA gestão no proto, não é novidade….que se punam os responsáveis por essa barbárie…

  10. Domicel de França Filho
    quinta-feira, 8 de julho de 2010 – 21:22 hs

    Appa rebate acusações do deputado Élio Rusch
    Redação
    A Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa) divulgou nota ontem contestando as informações divulgadas pelo líder da oposição na Assembléia Legislativa do Paraná, deputado Élio Rusch (DEM).

    O parlamentar disse que obteve conhecimento de uma dívida dos dois portos com a União no valor de R$ 1,6 milhão. No entanto, Appa afirmou que a informação não procede e que o valor já foi quitado pela verdadeira devedora – a empresa Paranaguá Terminais de Produtos Florestais Ltda -junto a Receita Federal em 4 de julho deste ano.

  11. Austragésilo Penaforte
    quinta-feira, 8 de julho de 2010 – 21:27 hs

    Ué, mas o então governador não vivia dizendo que o Porto de Paranaguá era o melhor porto do Brasil? Que o seu irmão Eduardo o administrava com mãos firmes e competência extrema?
    E mais: tem culpa nessa história também, os senhores deputados da base aliada do governo, à época, que defendia o governo e fazia vistas grossas em relação aos desmandos na administração do porto.
    Eles – os deputados – eleitos para fiscalizar em nome do cidadão, davam cobertura a tudo que acontecia de errado e que agora, gerou a interdição.
    O que estes nobres tem a dizer aos cidadãos paranaenses? Se é que tem alguma coisa a dizer. Ou se calam para sempre, de acordo com a conveniência da hora.

  12. paranaense
    quinta-feira, 8 de julho de 2010 – 21:27 hs

    FICOU ENVERGONHADO!

    ANTIGAMENTE PARA ASSUMIREM UM CARGO DE DIRETORES NO PORTO DE PARANAGUÁ, ERAM PESSOAS DE GABARITO, AGORA QUALQUER UM ASSUMER OS CARGOS MAIS ELEVADOS, É AMIGO DO GOVERNADOR JA ASSUME COMO DIRETOR, AGORA É UMA POUCA VERGONHA O DIRETOR EMPRESARIAL, UM POBRE COITADO QUE NÃO SABE NADA DE PORTO O TAL DE JOÃO FEIO, MAS É AMIGO DO PESSUTI, PEDIU O CARGO DE DIRETOR.
    GENTE , O CARA NÃO SABE NADA, PEDE PARA AS OUTRAS PESSOAS ESCREVER POR ELE. COMO FICA O TRIBUNAL DE CONTAS PARA DAR UM FIM NISSO.
    AGORA ASSUMIU UM EX-FUNCIONARIO COMO DIRETOR ADMINISTRATIVO, OUTRO QUE É DO PMDB, OUTRA VERGONHA…. PESSUTE EXONERA O PESSOAL, NÃO DEIXEM FALAR MAL DO TEU GOVERNO. AINDA DA TEMPO DE ARRUMAR A CAGADA…

  13. Capitão Nascimento
    quinta-feira, 8 de julho de 2010 – 21:34 hs

    Ué? De acordo com o nepotão de mello e silva, não era o melhor porto do universo?
    Xô reiquejão!

  14. Jacarezinho
    quinta-feira, 8 de julho de 2010 – 22:00 hs

    E o governador que se dizia desatador de nós? Mais enroscos serão transferidos: Clínicas da mulher e da criança – tem prefeito se perguntando como vai contratar pediatra, ginecologista, obstetra, odontólogo e enfermeiros.

  15. Zepovo
    quinta-feira, 8 de julho de 2010 – 22:01 hs

    Quando o porto for privatizado os “problemas” desaparecem…Quando o Brasil for leiloado para muitos a missão estará cumprida!!

  16. LUIZ CARLOS
    quinta-feira, 8 de julho de 2010 – 22:14 hs

    No mesmo dia que interditaram Paranaguá e aplicaram uma multa de 4 milhões, aplicaram também uma de 10 milhões no Porto de Santos. Culpa de quem? Do Requião! Agora tudo é culpa dele.
    Inclusive a seleção foi desclassificada por culpa de quem? quem?

  17. Tina
    quinta-feira, 8 de julho de 2010 – 22:41 hs

    O melhor porto do mundo????????????????

  18. Grilo portuario
    quinta-feira, 8 de julho de 2010 – 23:56 hs

    Campana, em maio/10 o IBAMA por oficio deu 30 dias pro PORTO apresentar um plano de mergencia. Não fez e perdeu prazo.
    Enquanto isso o Mariozinho comia tainha com o Requião na feira de paranaguá 4a. feira, e o IBAMA, policia federal, Anvisa e MPF se reuniam pra interditar o porto.
    Não ponham culpa em ninguém `do passado.
    É esse bando de amadores, que os empresários não queriam, e disseram em carta pro Pessuti (tenho cópia) que tinha que deixar o Daniel lá, pois é profissional.
    Mas botou o filho do secretário de propaganda, o cumpadre ex-motorista, o dono de firma de alarmes no financeiro, o gordinho de Antonina que não faz nada desde 2003 e o MARIOZINHO REQUIANISTA.
    Deu no que deu!!! Tristeza e desespero em Paranaguá!!!
    13 navios parados no cais!

  19. CLOVIS PENA - Alô Deputados !
    sexta-feira, 9 de julho de 2010 – 5:37 hs

    O jornalista Celso Nascimento alerta em sua coluna publicada hoje, para o risco de perdas para os cofres do Estado, …..”se a Assembleia Legislativa aprovar o anteprojeto encaminhado pelo Executivo que prevê a possibilidade de, quem deve impostos, quitá-los com uso de precatórios.”

    Fica evidente a necessidade de aprimorar o referido anteprojeto para, tanto quanto possível, evitar maiores danos e ao mesmo tempo e principalmente garantir as prioridades de negociação aos precatórios alimentícios, em especial para os idosos e portadores de doenças crônicas.
    O assunto vem sendo longamente debatido no Congresso Nacional onde projeto similar está em tramitação.

  20. CLOVIS PENA - Alô Deputados !
    sexta-feira, 9 de julho de 2010 – 5:47 hs

    compementando: o assunto dos precatórios está na Emenda Constitucional nº 62/2009.

  21. Aguave
    sexta-feira, 9 de julho de 2010 – 7:55 hs

    O ilustre deputado, porque não tomou as devidas providências, tava levando um por fora também?
    Você é um representante do povo, você foi conivente.

  22. Parnanguara
    sexta-feira, 9 de julho de 2010 – 8:14 hs

    Enquanto a APPA continuar sendo cabide de empregos, situações como essa serão comuns…

  23. PEIXE
    sexta-feira, 9 de julho de 2010 – 9:12 hs

    NA VERDADE O IBAMA ESTÁ PERSTANDO UM GRANDE SERVIÇO À SOCIEDADE!!
    POIS COM ESSA MEDIDA FICA PATENTE QUE DEVEMOS TER MAIS AEROPORTOS E AVIÕES CARGUEIROS PARA EXPORTARMOS PRODUTOS ACABADOS/INDUSTRIALIZADOS. TEMOS QUE PARAR COM A EXPORTAÇÃO DE PRODUTOS PRIMÁRIOS E SECUNDÁRIOS QUE BENEFICIAM OS PAÍSES RICOS QUE É BASTANTE MALÉFICO AO NOSSO ESTADO E AO NOSSO PAÍS!!!!!!!!!!!

  24. sexta-feira, 9 de julho de 2010 – 9:33 hs

    Isso é política minha gente!!!! É uma tremenda ” Máscara Negra “, para se fazer um ” caixa 2 político “; estamos em campanha e o dinheiro tem que vir de algum lugar, além de tentarem com essa mídia toda do governo, criarem entre eles um ” SALVADOR DA PÁTRIA “, que ira dizer; ” Eu estive lá, com os companheiros de tal aliança e consegui e/ou conseguimos cancelar o embargo, para que o porto não tomasse prejuízo e o Paraná não fosse prejudicado, com a perca de produção no processo de importação e exportação do principal porto do Brasil, blá,…blá,…blá…., garantindo aos TPAS a continuidade do trabalho portuário, bem como a comida na mesa do trabalhador, blá,…blá,…blá,… etc…
    Sem contar com a pressão em cima dos Operadores Portuários e demais empresas envolvidas nas atividades, como produtores, cooperativas, transportadoras, prestadores de serviço em geral, para se mobilizarem e darem apoio político $$$$$$$$$$$$$$, necessário, etc…. e os eleitores vão agradecer e aplaudir os dircursos inflamados, emotivos, sensacionalistas e no dia 03 de outubro, todos vão dar risada…O lobista e marketeiro dirá: ” Eu não disse que ia dar certo, é assim que funciona “….ACORDA POVÃO!!!…O IBAMA É UM ORGÃO DO GOVERNO FEDERAL!?!?! Quem é o Presidente da República FEDERATIVA do Brasil? LULA….

  25. Parreiras Rodrigues
    sexta-feira, 9 de julho de 2010 – 10:06 hs

    O mano Edu geriu Appa e o nenê nasceu nas mãos do Pessuti. De tão esculhambado parece mais uma vítima da talidomida.

  26. sexta-feira, 9 de julho de 2010 – 10:13 hs

    Ou seja; ele tem o poder de dizer…ao IBAMA, que agora não é momento para aplicação de multa, embargos, etc…
    Ou seja; primeiro corto o sujeito com uma faca e depois apareço com uma maleta de primeiros socorros!?!?!?
    Quanto ao fato de em determinados setores da APPA, não possuírem gente qualificada, técnica, com conhecimento e poder de caneta para atender as questões ambientais, concordo plenamente, alocam qualquer pessoa com graduação contrária ao necessário….ex: Nomear um profissional com formação acadêmica e especialista em agronomia no departamento jurídico para assinar petições sem a OAB(em podere de caneta).
    Parece e se entende que é tudo já combinado, tudo tramado, fazendo com que o problema apareça onde tem que aparecer! A coisa já é premeditada, …. sabe o foco é esse!

  27. sexta-feira, 9 de julho de 2010 – 10:18 hs

    O Daniel Ponta do Felix, tem que tomar cuidado com a denuncia da associação dos exportadores feita para a receita federal, com referencia ao peso a menos da balança (soja e farelo) que foram para fora do brasil. O Chefe do Silão na epoca era o Luiz marido da arquiteta que trabalhava com o Vovo Nana em Brasilia Ana Balbinot. A receita federal e interpol já estão verificando o que aconteceu. Tem gente que pode ser preso a qualquer hora as 6 hs da madruga. Cuidado moçada vcs tem um telhado de vidro gigante. O caso da ponta do felix a antaq já está investigando, tamb´me vão ter que se explicar. Dizem que a diferença da mais de 600 carretas a menos. E ai assembleia legislativa vai ficar como, a oposição não vai fazer nenhum requerimento para receita e para a appa para saber o que esta acontecendo.Aquelçes 5000 tonelada de farelo que sumiu em 2005 o rossoni fez requerimento e até hoje ficou no esquecimento.. O Orlei que e funcionario da appa hoje vice presidente do sindicato dos portuarios que denunciou o sumiço do farelo e ninguém fez nada. Pessutão se vc prometeu nomear o daniel para alguma empresa publica agora tome cuidado, porque o bicho vai pegar.

  28. ALEMÃO
    sexta-feira, 9 de julho de 2010 – 12:37 hs

    E se Osmar ganhar vai por o Vovo naná no porto novamente.
    hahahha.
    O Estado não merce isso.

  29. Lelo
    sexta-feira, 9 de julho de 2010 – 14:38 hs

    Pelo que o Grilo Portuário falou o ofício do IBAMA é de maio de 2010 e o prazo dado foi de 30 dias para apresentar um plano de emergência. Me parece que aí foi uma questão de incompetência do atual superintendente, porque era só apresentar um plano e isso não teria acontecido, é claro se tivesse algum competente por lá… ou então foi de propósito só para cumprir uma vingancinha pessoal! Enquanto isso na África….!!!!!!! Só não vê quem não quer…Valha-me Deus…quanta canalhice.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*