Dilma elogia acordo heterodoxo no Paraná | Fábio Campana

Dilma elogia acordo heterodoxo no Paraná

Via Gazeta do Povo

A candidata do PT à presidência da República, Dilma Rousseff realizou o primeiro evento oficial de campanha no Paraná na noite desta quarta-feira (14). Em encontro realizado no Clube Concórdia, em Curitiba, a petista fez questão de exaltar a aliança firmada entre PT, PDT e PMDB no estado.

Dilma desembarcou na capital paranaense por volta das 20h30. No Aeroporto Internacional Afonso Pena, ela foi recebida pelo candidato ao governo Osmar Dias (PDT) e também pela candidata ao Senado na chapa de apoio à petista, Gleisi Hoffmann (PT). Eles chegaram ao clube por volta das 21h.

Estima-se que cerca de 800 pessoas estiveram presentes na reunião. O governador Orlando Pessuti (PMDB) e o candidato a vice na chapa de Dilma, o deputado federal Michel Temer (PMDB), também compareceram ao evento.

A união entre PT, PMDB e PDT no estado, definida apenas um dia antes do fim do prazo estabelecido pela legislação eleitoral, foi muito exaltada. Em todos os discursos, ficou evidente a intenção de mostrar que as diferenças partidárias foram superadas. Dilma elogiou a aliança firmada no estado. “Estavam enganados os que achavam que não seríamos capazes de construir esta unidade”, disse a petista. “O Paraná mostrou extrema maturidade e exemplo de conduta política para superar as dificuldades para a formação da aliança”, completou a candidata.

Pessuti, que desistiu de concorrer à reeleição em favor da candidatura de Osmar, foi um dos mais aplaudidos durante o encontro. O governador afirmou que vai trabalhar para que a campanha do pedetista tenha sucesso. “Abri mão da minha candidatura por um projeto maior e estou comprometido nestas eleições”, declarou Pessuti.

O papel do governador foi destacado por Dilma. “O governador Pessuti deu um exemplo de grandeza e visão de um projeto de futuro”, afirmou. Osmar Dias disse que a aliança será um diferencial em relação às ultimas eleições ao governo, quando ele foi derrotado pelo agora aliado Requião. “Todos me perguntam por que eu perdi em 2006. Perdi porque eu não tinha ao meu lado o PMDB e o PT”, disse Osmar.

A reunião com a presença da presidenciável acabou por volta das 23h10. Segundo a assessoria de imprensa de Dilma, ela iria deixar a capital ainda na noite desta quarta.

Primeira visita

Esta foi a primeira vez que Dilma Rousseff veio a Curitiba desde o início oficial da campanha eleitoral. O principal adversário da petista na disputa presidencial, José Serra (PSDB), abriu oficialmente sua campanha na capital paranaense ao lado do candidato tucano ao governo, Beto Richa, no último dia 6.

Na última terça-feira, Osmar anunciou, por meio microblog Twitter, que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva também deve vir para Curitiba. A visita está prevista para o próximo dia 31, quando deve ocorrer um comício na cidade, provavelmente na Boca Maldita.


3 comentários

  1. Divanir
    quinta-feira, 15 de julho de 2010 – 15:49 hs

    Tem gente que é cégo e surdo, e tenta querer enxergar outras coisas, pensar que o MST não é um bando que invade fazendas com o objetivo de implantar o terror e destruição, é querer não enxergar a realidade. Quem não se recorda daquele grupo que invadiu a fazenda de plantação de laranjas e derrubou com trator parte da plantação e destruiu os pédio da fazenda, aquilo mostrou a cara do MST, grupo formado por grande partes de bandidos inrrustidos, ou ninguém lembra de José Rainha.

  2. brasileira
    quinta-feira, 15 de julho de 2010 – 17:04 hs

    É a fotografia do mal. Deus nos livre deles.

  3. Jacarezinho
    quinta-feira, 15 de julho de 2010 – 17:58 hs

    Onde cara-pálida, construção de aliança? Onde cara-pálida, acordo heterodoxo? Prá muita gente dona de certa dose de percepção, nada mais que o suportamento de uns e outros na cata de benesses e sinecuras. Sei como funciona: Terminado o jantar, os discursos afagativos e animativos, dona Dilma, a Oca, vai pro Afonso Pena na avenida das Torres, se indagando: Puta merda, que negócio mais desencontrado! Osmar confabula com os seus: Inveja que tenho do Rubens Bueno, mas não sei se aguento até dia 3. Pessuti liga prá dona Regina: Cê precisava ver a cara dÊle (referindo-se ao Deus destronado), parece que tinha comido um vagão da ferroeste carregado de estrume. Gleisi: Ih! Hoje, Bernardinho não me diz Boa Noite, minha Sissi Imperatriz. E o ex-gov, mas sempre en-gov num torpedo para Doártico: Tou phodido!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*