Sotto Maior rebate denúncias | Fábio Campana

Sotto Maior rebate denúncias

O procurador geral Olympio de Sá Sotto Maior, também em entrevista à Band News, negou as irregularidades e afirmou que todos os procedimentos do MP podem ser consultados e que o órgão trabalha sob total transparência. Em certa altura da entrevista, ele disse “lá vem o senhor de novo, senhor Burko”. “São denúncias infundadas”, afirmou ele. O MP também já estuda medidas caso as denúncias de Burko sejam infundadas.


11 comentários

  1. Jose Carlos
    terça-feira, 1 de junho de 2010 – 12:24 hs

    Até os postes luz da praça de N.S. de Salete sabem que nada, niente, rien de rien, irá acontecer com este episódio dos fantasmas e outras assombrações, porque na quinta comarca há uma histórica e atávica tradição tolerância… alguns pobres-diabos vigaristas vão assumir toda a culpa e o resto da turma vai dar acenos de príncipe em dia de gala… Paraná, terra de biltres e poltrões…

  2. Cap. Nascimento
    terça-feira, 1 de junho de 2010 – 12:59 hs

    Isto está parecendo briga de comadres. Será o roto falando mal do rasgado?

  3. Laercio
    terça-feira, 1 de junho de 2010 – 13:22 hs

    Tudo pilantra, não tem um que se salve.

  4. Carlos Toledo
    terça-feira, 1 de junho de 2010 – 13:41 hs

    Esta na hora de se entender atenção do Procurador Olimpyo de Sá Sotto Maior ao Interior do estado, aqui no Centro Sul principalmente a cIdade Prudentópolis vive um desmando,pois até outubro de 2008 a promotoria vinha sendo conivente com estes desmando.
    Apesar do garnde trabalho do Promotor de Justoça Eduardo Cambi as maracutais vem tendo colher de cha por parte de outras importante autoridades da Justiça que faz de conta que nada ve, uma vergonha nossa comarca a 207 km da capital o coronelismo provinciano impera aqui por estas bandas Centro Sul.

  5. Laercio
    terça-feira, 1 de junho de 2010 – 14:05 hs

    Carlos Toledo, não é querer te desanimar, mas o judiciario é o poder mais corrupto que existe, muito mais que o executivo e o legislativo.

  6. INACINHO....do Banestado.
    terça-feira, 1 de junho de 2010 – 14:38 hs

    NNNNOOOOOSSSSSSAAAAAAAA !!!! Laercio…

  7. Anônimo
    terça-feira, 1 de junho de 2010 – 14:38 hs

    Parabens ao Burko, foi o único a apontar essa vergonha do nosso MP e deste Hermas Brandão que compra fazendaq de 25 milhoes no Para e 20 milhões em Rib Claro com dinheiro da Assembleia, corrompr prefeitos e ainda da as cartas………

  8. TUKU NARE
    terça-feira, 1 de junho de 2010 – 16:39 hs

    Que DEUS ABENÇOE O VICTO HUGO BURKO, falou o que o povao sabe
    sobre Nao Ministerio mais MISTERIO PUBLICO, cuja finalidade e F……….
    O POBRE,efechar os olhos sobre as artimanhas dos poderosos, SO AGE
    sensatamente para favorecer quem tem dinheiro.

  9. PM
    terça-feira, 1 de junho de 2010 – 17:20 hs

    Vocês já conversaram com um Promotor? Não? Ah, então façam esta experiência. Assim vocês vão descobrir o real significado das palavras arrogância e prepotência.

  10. paulo farah
    terça-feira, 1 de junho de 2010 – 21:50 hs

    Já falei no outro post. O Burko bateu na veia, só que a “imprensa canalha”, como costumava dizer o Bob Req, possivelmente não vai dar nada. A lista dos funcionários comissionados na Assembléia, divulgada ontem, mostra que tem um monte de parente de promotor, ex-promotor, desembargador e ex-desembargador mamando nas contas públicas. Significa que desde priscas eras esse bando de chupança vem levando o melhor e seus parentes no MP e nos tribunais abençoando tudo. Quero ver se tem sacudo na RPC e na Gazeta para fazer matéria a respeito disso e com a importância que o tema merece. E que os demais veículos de imprensa saiam do silêncio para fazer a sua parte, ajudando a limpar o resto do que a RPC e a Gazeta, por má vontade ou interesses inconfessáveis, podem se recusar a fazer.

  11. observando
    terça-feira, 1 de junho de 2010 – 22:30 hs

    Já sabia ANÓNIMO, por comentários. O tal de Brandão, de simples cartorário, dizem: Tem um império. Que homem econômico.
    Seria bom uma olhadinha nas compras em relação aos ganhos…
    Dizem que as ilhas em Ribeirão Claro pertencem aos latifundiários … Hoteis, mansões …

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*