PMDB aceita registro de Requião e Pedreira | Fábio Campana

PMDB aceita registro de Requião e Pedreira

Da Agência Estado

Presidente do PMDB e candidato a vice-presidente da República na chapa encabeçada pelo PT, o deputado federal Michel Temer (SP) aceitou, nesta sexta-feira, o registro das candidaturas de Roberto Requião e Antônio Pedreira. Os dois querem disputar, neste sábado, a indicação do partido para concorrer à Presidência da República.

O ex-governador paranaense Roberto Requião tem a candidatura apoiada pelo diretório do PMDB gaúcho, presidido pelo senador Pedro Simon. Pedreira foi candidato a presidente na eleição de 1989 pelo extinto PPB, hoje é dono de um jornal de baixa circulação no Distrito Federal, chamado Jornal do Brasileiro.

A Convenção Nacional do PMDB foi convocada apenas para referendar o nome de Temer para compor a chapa presidenciável capitaneada pela petista Dilma Rousseff. Os convites aos filiados já haviam sido até distribuídos tendo como ordem do dia “aprovar” o nome de Temer para compor a chapa quando os dois novos candidatos solicitaram a inscrição.

Uma reunião da Executiva Nacional do partido estava marcada para a tarde desta sexta-feira para decidir se o registro da candidatura dos dois seria ou não aceita. Mas, Michel Temer cancelou a reunião após decidir em uma reunião informal durante um almoço, na casa do deputado Eunício Oliveira (CE), que o partido aceitaria os dois na disputa. Requião já havia dito que recorreria à Justiça Eleitoral se lhe fosse negado o direito de concorrer na eleição interna.


17 comentários

  1. Borduna
    sexta-feira, 11 de junho de 2010 – 17:17 hs

    Tomara que Bob Req vença a convenção. Perde as eleições e não sai pro senado local. Muito bom…..

  2. Capitão Gancho
    sexta-feira, 11 de junho de 2010 – 18:10 hs

    E eu que pensei que a gauchada era mais inteligente que os paranaenses…

  3. sstzbr
    sexta-feira, 11 de junho de 2010 – 18:37 hs

    Se vencer a convenção o Brasil é Requião!

  4. Lucio
    sexta-feira, 11 de junho de 2010 – 18:42 hs

    Apareçeu mais um louco de Brasilia pra se juntar com o nosso.

  5. Rock
    sexta-feira, 11 de junho de 2010 – 19:00 hs

    A quesatão é de direito, eu fico pensando que democracia partidaria seria essa se o membro de um partido não pode postular a sua candidatura, Requião desse momento em diante não representa ansiedade sómente dos paranaense ou gaúchos, mais sim de uma nação que esta clamando por novidades na politica e não aceitando essa determinação direcionada como se existisse sómente opção PT ou PSDB, é de direito do eleitor ter uma gama de opções no primeiro turno e ai sim em um segundo turno escolher sómente entre dois candidatos mais votados no primeiro turno, eu não sei por que esse medo de Requião que o PT e o PSDB tem, pois seria ele o ponto de desequilibro desta eleição com cartas marcadas. Vamos lá Requião que voce desmonta nos debates os candidatos do Governo , do capital e da PIG.

  6. Rock
    sexta-feira, 11 de junho de 2010 – 19:03 hs

    Leia-se no lugar de quesatão, questão.

  7. PAULO
    sexta-feira, 11 de junho de 2010 – 19:50 hs

    rOCK, MENOS, VAI…BEEEEMMM MENOS!!!!

  8. Reinoldo Hey
    sexta-feira, 11 de junho de 2010 – 20:14 hs

    Essa convenção vai ser Pedreira ou vai ser moleza? Na dúvida e por uma questão de sorte,levem Arruda!

  9. Charles M Tayllerand
    sexta-feira, 11 de junho de 2010 – 20:24 hs

    Ponto para a Democracia.

  10. Limas
    sexta-feira, 11 de junho de 2010 – 20:46 hs

    O Pedreira vai fazer mais votos que o Requião!

  11. Edalia
    sexta-feira, 11 de junho de 2010 – 21:33 hs

    Sou Requião de Coração. Vamos lá Requião!!!!
    Por uma Educação Nacional de qualidade.
    Professora Edalia

  12. Rock
    sexta-feira, 11 de junho de 2010 – 21:43 hs

    Leia-se existise,

  13. PATO DONALD
    sexta-feira, 11 de junho de 2010 – 23:03 hs

    concordo com o ROCK, medo porque ?, vai Requião e boa sorte, precisamos acabar com esses mensaleiro aloprados.

  14. Parreiras Rodrigues
    sábado, 12 de junho de 2010 – 0:42 hs

    Cadê Teolino Mendonça, de O Tempo?

  15. Borduna
    sábado, 12 de junho de 2010 – 6:35 hs

    O Rock, Requião agora virou novidade? É com, esse slogam q

  16. Borduna
    sábado, 12 de junho de 2010 – 6:36 hs

    O Rock, Requião agora virou novidade? É com, esse slogam que vai vencer a convenção?

  17. João Luiz
    sábado, 12 de junho de 2010 – 18:51 hs

    Pessuti reafirma pré-candidatura em convenção nacional do PMDB
    A célebre frase “festa da democracia”, deixou de ser um jargão popular para se tornar realidade neste sábado (12) em Brasília, onde foi realizada a convenção nacional do PMDB. O encontro reuniu lideranças de todo o país e culminou com a decisão de coligação com o Partido dos Trabalhadores (PT), que realiza sua convenção, homologando a candidatura da ex-ministra Dilma Roussef a presidência da República, tendo como vice o deputado federal Michel Temer (PMDB), neste domingo.

    O governador Orlando Pessuti participou da reunião, onde reiterou sua disposição de participar ativamente da campanha de Dilma no Paraná.”Tenho dito por onde tenho andado que a melhor opção para dar continuidade as grandes obras desenvolvidas pelo presidente Lula, é Dilma Roussef”, disse.

    Plebiscito – A exemplo do que recentemente declarou o ex-governador Roberto Requião, de que o PMDB disputará as eleições de outubro no Paraná, com o governador Pessuti, será um plebiscito, Michel Temer tem a mesma visão no cenário nacional.
    “Esta eleição terá dois lados distintos e o PMDB vai chegar ao governo, ao lado do PT, e vamos eleger a maior bancada de deputados federais e senadores do Congresso Nacional”, disse Temer.

    Ao lado de Pessuti, o candidato a vice-presidente disse que no Paraná o plebiscito se repetirá. “O Pessuti é o nosso candidato a governador no Paraná e vamos vencer as eleições no Estado mais uma vez”, declarou Temer.

    “Nós estaremos lado a lado, marchando rumo a vitória do PMDB, não apenas no Paraná, na Assembléia Legislativa e no governo do Estado, mas perfilados às da candidatura peemedebista à vice-presidência da República”, discursou o governador do Paraná. Michel Temer e Pessuti também defenderam a candidatura de Roberto Requião ao Senado Federal.

    Militância – Para Pessuti e Temer um dos diferenciais nesta eleição é que o PMDB tem uma forte militância que, quando chamada para a disputa, não foge a luta.Participaram da disputa na convenção além do deputado Michel Temer que obteve 560 dos 657 votos, o ex-governador Roberto Requião que defendia a candidatura própria, a exemplo do que deseja o Diretório Paranaense. Requião obteve 95 votos dos convencionais e Antônio Pedreira conseguiu 4 votos.

    Candidatura própria no Paraná- O governador Orlando Pessuti, reafirmou sua candidatura à reeleição ao participar da convenção nacional do PMDB. Ele discursou em apoio à indicação do presidente nacional do partido, deputado federal Michel Temer, a vice de Dilma Rousseff. Pessuti afirmou, em entrevista coletiva, que pode disputar a eleição apoiado pelo PT, PR, PC do B, PRB e PSC. “As conversas estão acontecendo e tudo será definido na nossa convenção estadual marcada para o próximo dia 27”, afirmou.

    Repercussão- O Portal Ig publicou reportagem neste sábado onde afirma que: “Se por alguns dias a candidatura de Pessuti à reeleição pareceu duvidosa, com o governador aparecendo em terceiro lugar nas pesquisas, atrás de (Osmar) Dias e do tucano Beto Richa, a idéia agora ganha força, uma vez que o pré-candidato do PDT já parece ser carta fora do baralho nas eleições ao governo do estado.

    Sem exigências atendidas pelo PT, Dias provavelmente concorrerá à reeleição ao Senado na chapa de Richa. Pessuti, porém, faz questão de ressaltar que o cenário no Paraná ainda não está 100% definido”, afirma o site.

    Dilma – Com o final da convenção, Dilma Roussef e Michel Temer foram festejados pelos convencionais e saudados em um discurso do Senador José Sarney, que demonstrou muita animação com o resultado da consulta ao diretório. Utilizando sua frase mais que célebre “Brasileiros e Brasileiras”, o ex-presidente da república afirmou que “o PMDB apoiando o presidente Lula possibilitou que o Brasil chegasse a um novo potencial mundial. O PMDB é maior que todos nós juntos, é um símbolo nacional”, disse.
    Dilma Roussef, que foi bastante assediada pelos peemedebistas, rememorou em seu discurso sua trajetória política e falou sobre as pretensões de fazer uma campanha vitoriosa ao lado de Michel Temer.

    PMDB/PR- A convenção estadual do PMDB/PR será no domingo (27), onde serão lançadas oficialmente as candidaturas de Roberto Requião ao Senado, Orlando Pessuti ao governo do Estado e quando será concluído o processo de alianças.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*