Nem Lula consegue unir PT, PMDB e PDT | Fábio Campana

Nem Lula consegue unir PT, PMDB e PDT

Do Bem Paraná

Fracassou ontem nova investida petista para unir em um único palanque no Paraná os partidos da base aliada do governo Lula (PT) e fortalecer assim a candidatura presidencial de Dilma Roussef (PT) no Estado.

Em Brasília, duas rodadas de negociação sepultaram as esperanças petistas de ver peemedebistas e pedetistas caminhando juntos na disputa paranaense.

O que era para ser um almoço de entendimento entre o ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, cacique do PT paranaense, os pré-candidatos ao governo, senador Osmar Dias (PDT) e governador Orlando Pessuti (PMDB), acabou afastando ainda mais o grupo e aproximando o pedetista dos tucanos, que terão Beto Richa (PSDB) disputando o Palácio das Araucárias.

Ou seja, os petistas agora terão que decidir entre lançar candidatura própria no Paraná ou fechar com Pessuti.

Segundo testemunhas do almoço, o clima ficou tenso quando Bernardo descartou qualquer possibilidade de atender a reivindicação pedetista de ter a ex-presidente do PT/PR e mulher de Paulo Bernardo, Gleisi Hoffmann, como candidata a vice-governadora na chapa encabeçada por Dias.

O senador teria inclusive reclamado da arrogância dos petistas e, sobretudo, da ausência de participação de Dilma Rousseff nas negociações. Na visão dos pedetistas, o governo também não teria se empenhado em construir o palanque único. Tanto que o deputado federal Ricardo Barros (PP), que foi vice-líder do governo Lula por quase três anos, debandou para o lado tucano sem que ninguém lhe fizesse contraponto.

Audiência — Na parte da tarde, foi a vez de Pessuti se encontrar com o presidente Lula (PT) no Palácio do Planalto. De acordo com o líder do governo na Assembleia, deputado Caíto Quintana (PMDB), que acompanhou o encontro, em momento algum o Lula pediu para que Pessuti desista de disputar a reeleição para apoiar Osmar Dias ao governo. O parlamentar admitiu a dificuldade em acomodar os interesse para formação de uma aliança PMDB/PT/PDT no Paraná. “É o desejo de todos, mas precisamos encontrar uma fórmula para fazer isso”.

Segundo Quintana, na próxima segunda-feira Pessuti se reúne novamente com Osmar Dias e Paulo Bernardo (PT) para continuar a procura da chapa perfeita. “Vamos procurar de toda forma unir no Paraná os partidos da base aliada nacional. Se não houver entendimento, cada um que siga o caminho que considerar mais conveniente”, finalizou.

Tucanos — Enquanto os adversários não se entendem, o pré-candidato do PSDB ao governo, Beto Richa, continua circulando pelo interior e dando como certa a aliança com o PDT. “Todas as conversas com o PDT, o senador Osmar Dias e o deputado Augustinho Zucchi, indicam uma aliança muito próxima com o PSDB, que será anunciada oficialmente esta semana. Juntos somos mais fortes”, disse Richa em entrevista a rádio CBN de Cascavel.


13 comentários

  1. quinta-feira, 3 de junho de 2010 – 10:34 hs

    Aí, sifu…..gostei,vão se abraçar e ir pro buraco…
    FFFFOOOOORRRRRAAAAAA,DEUS sabe o que faz.

  2. Carlos Toledo
    quinta-feira, 3 de junho de 2010 – 10:48 hs

    O futuro Governador do PARANA será aquele que apoiar e defender uma autentica e verdadeira renovação com mudança também para Assembléia legislativa, para que chegando ao Governo, possa fazer as verdadeiras reformas que o Estado precisa, vá em frente Senador Osmar Dias vamos visitar novamente todos os municípios durante a campanha, estando olho a olho conversando com a maioria dos Paraenses representados pelos seus eleitores que quer o senhor Governador, se não tivermos tempo de Televisão deste sistema arcaico eleitoral que patrocina os que de tem o poder com relação a este de tempo TV,caso não for possível vamos fazer uma vaquinha e arrumar um meio de transporte Rápido, para o senhor percorrer todos os municípios quantas vezes for preciso durante a campanha, o Povo é soberano, continue firme com o Povo ao vosso lado, que não terá pra ninguém, deixe eles se juntarem e faremos a limpeza que o PARANA precisa alias passou da hora de acabar com esta vergonha nacional.
    Venha quem Vier. Osmar Dias GovernadorPR

  3. Gilnora Rosas
    quinta-feira, 3 de junho de 2010 – 10:53 hs

    É uma pena, mas a teimosia do Pessuti em sair canditado e sai já sabendo que vai ser derrotado dá a chance do Richa ganhar as eleições no primeiro turno, o Pessuti esta´entregando de bandeja o governo para o Richa.

  4. João Carlos Paranaguá
    quinta-feira, 3 de junho de 2010 – 11:02 hs

    parabéns Pessutão pela postura seja candidato seja o qualquer que der o resultado não fique em cima do muro continue firme gorvenador

  5. RICARDO C G
    quinta-feira, 3 de junho de 2010 – 11:15 hs

    O PRESIDENTE QUE SE CONFORME , AFINAL JÁ TENTARAM UNIR O COMANDO VERMENHO COM O PCC E TAMBEM NÃO OBTIVERAM ÊXITO.

  6. Luiz
    quinta-feira, 3 de junho de 2010 – 11:21 hs

    Só falta o Osmar baixar as calças e vim para o lado do Beto agor, primeiro tentou ir contra, agora que não tem apoio vem mansinho. rsrsrsrsr

  7. Prof Luiz Gonzaga
    quinta-feira, 3 de junho de 2010 – 12:05 hs

    Penso que o Pessutti agiu coerentemente com a filosofia de retomada dos bons princípios da política, onde não se vende projetos e sonhos e nem abre mão de toda uma construção histórica. O Paraná haverá de reconhecer a postura do Pessutti, que tenta resgatar o velho PMDB e a boa forma de fazer política. Sucesso e que os paranaenses não se vendam.

  8. Amahdilmajah
    quinta-feira, 3 de junho de 2010 – 12:35 hs

    PB, eu não ti dissi? Eu não ti dissi?

  9. CAÇADOR DE PETISTAS
    quinta-feira, 3 de junho de 2010 – 12:42 hs

    SO PRA CONTRARIA UM POUCO

    Lula morreu, e Deus e o Diabo brigam porque nenhum dos dois quer ficar com ele. Sem acordo, pedem a mediadores uma solução, que decidem por uma proposta que se alterne um mês no céu e outro no inferno.
    No 1° mês, Lula fica no céu.
    Deus não sabe o que fazer, quase fica louco.
    O metalúrgico bagunça tudo. Atrapalha todos os elementos das orações e da liturgia. Dissolve o sistema de assessoria pessoal dos anjos, tenta formar uma coligação de maioria absoluta na base da compra de votos.

    Suborna os arcanjos e os querubins.

    Transfere um km quadrado do céu para o inferno.

    Nomeia anjos provisórios aos milhares. Intervém nas comunicações aos Santos.

    Troca as placas das portas de São Pedro.

    Envia um projeto de lei aos apóstolos para reformar os Dez Mandamentos e anistiar Lúcifer.

    Funda o PTC, o “Partido dos Trabalhadores Celestiais”, com estrela azul clarinho. O céu vira um caos.

    As pessoas não o suportam mais e promovem piquetes e invasões. Deus não vê a hora de chegar o fim do mês para mandá-lo para o inferno.
    Quando Lula, finalmente, se vai, Deus respira aliviado. Mas lá pelo dia 20, começa a sofrer novamente, pensando que dentro de 10 dias terá que voltar a vê-lo.
    No primeiro dia do mês seguinte nada acontece e Lula não volta do Inferno.
    No 5° dia, ainda sem notícias, Deus estava feliz, mas logo começou a pensar que, tendo passado mais tempo no inferno, Lula poderia querer passar dois meses seguidos no Paraíso…

    Desesperado com a mera possibilidade, Deus decide ligar para o inferno para perguntar ao diabo o que estava acontecendo.
    Ring…ring…ring…!!!
    Atende um diabinho e Deus pergunta:
    “Por favor, posso falar com o Demônio?”
    “Qual dos dois?”, – responde o empregado – “O vermelho com chifres ou o filho da puta sem dedo?”

  10. Prof Luiz Gonzaga
    quinta-feira, 3 de junho de 2010 – 12:46 hs

    Que prevaleça o bom senso e os respeito aos eleitores e isto o Pessutti sabe fazer.

  11. JoseII
    quinta-feira, 3 de junho de 2010 – 14:43 hs

    Sapo Barbudo.. desista o PT não ganha aqui no PR,salvo esta meia duzia de vereadores e deputados que a cada eleição o PR vaia eliminando…

  12. CLOVIS PENA -
    quinta-feira, 3 de junho de 2010 – 18:34 hs

    Lula mostra mais uma vez sua habilidade.
    Por aqui, seria missão de alto risco querer coordenar algum entendimento nas.
    Não se pode desconhecer, que há um serviço de inteligência federal que informa o presidente. Conforme evoluirem até setembro, as ações do M.P., do GAECO e da imprensa poderão fazer com que a tendência de renovação seja efetivada em dimensão maior do que a imaginada.
    Lula deve saber que há algo no ar, além dos avíões de carreira.
    Melhor não por a mão no fogo. Um dedo já se foi.
    Vamos ver.

  13. Amahdilmajah
    quinta-feira, 3 de junho de 2010 – 23:10 hs

    PB , eu nun dissi?

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*