Impasse trava negociação entre Osmar, Pessuti e PT | Fábio Campana

Impasse trava negociação entre Osmar, Pessuti e PT

Impasse: Osmar exige Gleisi e Pessuti aliança na proporcional

O impasse se instalou na negociação entre o PT, o PDT e o PMDB para formar uma aliança para disputar o governo do Paraná. Osmar Dias e Orlando Pessuti fazem exigências que o PT considera inaceitáveis para participar da aliança sonhada pelos petistas. O senador exige para ser candidato que Gleisi Hoffmann abra mão da candidatura ao Senado e seja sua vice e Pessuti cobra coligação na proporcional para desistir da candidatura. Faltando apenas uma semana para encerrar o prazo final para o registro das candidaturas a situação se torna dramática.

O PT avalia que as condições colocadas na mesa por Osmar Dias e Orlando Pessuti são desastrosas para o partido. “O PT deve negociar a aliança de forma altiva. A Prioridade e a eleição nacional, mas não podemos impor uma derrota nas eleições proporcionais”, diz o deputado petista André Vargas em seu twitter comentando o impasse nas negociações. O PT avalia que se fizer a coligação na proporcional com o PMDB terá sua bancada federal e estadual devastada. Não vai reeleger a maioria dos seus deputados. Vai ser varrido do mapa.


A exigência de Osmar, de ter Gleisi na vice, aborta o projeto de construir uma liderança petista no Paraná e coloca a perder todo o investimento que o ministro Paulo Bernardo vem fazendo junto a centenas de prefeitos no interior do Paraná nos últimos meses. O próprio André Vargas admite em seu twitter que o PT pode ser obrigado a atender as condições que considera politicamente catastróficas pela absoluta falta de alternativas por ter sido imprevidente. “No início do processo de debates sobre 2010 eu defendi que o PT negociasse com candidatura própria colocada, abriríamos mão agora, não ficaríamos reféns”, lamenta o deputado.


15 comentários

  1. Borduna
    terça-feira, 22 de junho de 2010 – 11:25 hs

    É, pelo andar da carruagem, no Paraná, pra presidente vai dar Serra e Marina. Tchau Dilmulalá….

  2. André Peron
    terça-feira, 22 de junho de 2010 – 11:25 hs

    Osmar Dias deve aproveitar esse impasse e saltar de banda. Salte fora dessa banda podre, senador!

  3. PAULO
    terça-feira, 22 de junho de 2010 – 11:30 hs

    A EXIGÊNCIA DO OSMAR TÁ ÁRECENDO QUE ELE SÓ QUER TIRAR A GLEISI DO SENADO. GANHAR OU NÃO A ELEIÇÃO É SECUNDÁRIO. SE DER DEU, SE NÃO DER, NÃO DEU!
    ISSO TUDO É P/ RESOLVER A VIDA DO REQUIÃO???
    OU TEM OUTROS VALORE$$$$$$ NA JOGADA?

  4. O Povo
    terça-feira, 22 de junho de 2010 – 11:53 hs

    O PT so pensa na Dilma e na Gleise como Senadora, o resto para eles e detalhe, o PMDB quer dinheiro, recursos pois o Estado esta quebrado! O PDT quer Beto Richa, mais tem que ter o aval nacional, o que vai dar!!!!!!!!

  5. Manoela Campo Mourão
    terça-feira, 22 de junho de 2010 – 11:56 hs

    Com o andar da carruagem será o fim politico do Osmar e do Pessuti, eles estão achando que os eleitores são bobos.
    Cadê os principios éticos de uma sociedade, eles só pensa no poder, não vejo nenhum projeto para o Estado, vejo sim o poder pelo poder!
    O Beto Richa vai dar uma lavada nas urnas, e vai mudar a ordem politica neste estado, novas lideranças surgirão para liderar.

  6. observador
    terça-feira, 22 de junho de 2010 – 12:14 hs

    O QUE SERIA ESSA “COLIGAÇÃO NA PROPORCIONAL” IMPOSTA PELO GOVERNADOR PESSUTI???? NÃO ENTENDI NADA.. ALGUEM PODERIA EXPLICAR?

  7. Mister M
    terça-feira, 22 de junho de 2010 – 12:23 hs

    “Galinha que choca em dois ninhos não cria pinto”

  8. ze Leandro Dias
    terça-feira, 22 de junho de 2010 – 13:03 hs

    Osmar não insista,o Bernardão também não o entregará, a Gleise.Logo tudo,fica como dantes no quartel d abrantes.Em tempo Gostaria de saber de todo o coração do Senador Osmar Dias aonde esta sua ideologia política se colocando da forma como está ora lá ora cá,você, ja parou para pénsar que a maioria dos seus eleitores votam em você não e apenas por votar em você mas também por ser pessoas ideológicas que respeitam o velho Brizola que de forma alguma,estaria numa chapa Com a turma que apóia Beto Richa, se isto ac ontecer pode ter certeza que mais da metade dos seus votos vão para o ralo.Ou mseja nem Governador e muito menos Senador.Porque ja não tomas uma posição rápida Governador Pessuti.E voce senador.

  9. Noé
    terça-feira, 22 de junho de 2010 – 14:41 hs

    Osmar Cagão…como que um homem dessa natureza quer ser governador de um estado como o Paraná, tem que ter postura e coragem, mas o que vem desenhando é o medo de perder a teta e ficar a ver navio..Estamos pobres de politicos do saco roxo nesse Paraná..Saudade dos velhos politicos de guerra.

  10. gerson
    terça-feira, 22 de junho de 2010 – 15:14 hs

    esse e medroso nao vai nem se eleger senador a disculpa da gleise vice e por que ele sabe que eles nao deixao eo melhor jeito dele corre e cagao

  11. HENRY
    terça-feira, 22 de junho de 2010 – 15:14 hs

    SE AS PREVISÕES DESSE DEPUTADO petista (partido do trambique) SE TORNASSEM REALIDADE, SERIA A MELHOR COISA DO MUNDO PARA ESSA NAÇÃO CHAMADA BRASIL E PARA O NOSSO PUNJANTE ESTADO DO PARANÁ.
    LEIAM O QUE ELE DISSE: O PT terá sua bancada federal e estadual devastada. Não vai reeleger a maioria dos seus deputados. Vai ser varrido do mapa.

  12. Augustinho
    terça-feira, 22 de junho de 2010 – 15:48 hs

    Olha o nível, pessoal! O senador Osmar Dias merece respeito pelo muito que fez pelo Paraná. E pelo muito que ainda fará. Se o PT abrir mão da Gleisi ele governará o Paraná por muitos e muitos dias.

  13. O democrata
    terça-feira, 22 de junho de 2010 – 17:10 hs

    Sr Augustinho,respeito o senador Ormar Dias tem q.ter com seus eleitores,e se ele fez alguma coisa pelo Paraná, não foi favor nenhum,afinal quem é eleito e recebe dos cofres públicos os tributos q. a população paga,no mínimo tem que fazer jus aos polpudos salários de senador e jetons,viajens q, nós a eles pagamos.vá dá lição de moral no iraque.

  14. Caiçara
    terça-feira, 22 de junho de 2010 – 21:37 hs

    Olha Augustinho Zucchi, voce falou bem, por muitos e muitos “Dias”, Osmar Álvaro e o resto da família. Os dias em que o Osmar governou, foram os dias da indecisão, por conveniência, é claro. E só governou porque o PDT nacional já tinha definido de que não haveria apoio ao PSDB, que era tudo que vc queria, mas…. Agora ou Vice da república, ou majorit´ria pro governo do estado sem a Barbie…
    Não percam, na próxima edição, filme inédito:
    A volta dos que não foram…

  15. DORIVAL ANGELUCI
    terça-feira, 29 de junho de 2010 – 16:23 hs

    Ei, ó OBSERVADOR, não sabes nem o que é coligação na proporcional?
    Se distancie cara, você não sabe com que arma está lidando, não conhece nada de política ?
    Então não perca a oportunidade de ficar CALADO. É melhor do que dizer asneiras;
    Eleger o Beto Richa, que Deus nos livre, pode significar: Aumento de praças de Pedágio, venda do resto da Sanepar, Venda da Copel, enfim a venda do Paraná, pois aqueles do GRUPO do LERNER, que queriam vender até honra e dignidade do povo do Paraná estão todos com o Beto Richa;
    Que medo dessa gente do bando do Lerner !
    É bem verdade que o Osmar está muito indeciso e com medo de perder a “teta” da barroza, as vezes se alia com os vendilhões do templo, mas ainda não é tão temeroso quanto quanto aos demais;

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*