Versiani, do TSE, defende liberação da propaganda | Fábio Campana

Versiani, do TSE, defende liberação da propaganda

Josias de Souza na Folha Online

Num instante em que o TSE impõe uma multa atrás da outro por propaganda eleitoral fora de época, um ministro do tribunal disse algo de bom senso.

Chama-se Arnaldo Versiani. Declarou o seguinte: “Em linhas gerais, sou amplamente favorável a qualquer espécie de propaganda…”

“…Eu gostaria que a propaganda fosse permitida num período maior do que esses três meses que antecedem a eleição…”

“…Quanto melhor o eleitorado conhecer o candidato, melhor vai definir seu voto. É muito difícil a Justiça Eleitoral distinguir o que é campanha antecipada e o que não é…”

“…Eu acho lamentável que nesse período de pré-campanha, especialmente no início do ano, a gente observe cartazes e outdoors com o candidato dizendo…”

“…‘Feliz Ano-Novo’, ‘Feliz Páscoa’, ‘Feliz Dia das Mães’. Parece que só existe Ano-Novo em ano eleitoral”.

Difícil discordar de Versiani. O diabo é que existe uma lei. Proíbe que se faça campanha antes de julho. Televisão, só em agosto.

Nos dias que correm, a hipocrisia foi empurrada às fronteiras do paroxismo. Os mesmos partidos que aprovaram a lei esmeram-se em aviltá-la.


15 comentários

  1. Borduna
    domingo, 23 de maio de 2010 – 11:15 hs

    Enfim, uma opinião lúcida.

  2. NEI
    domingo, 23 de maio de 2010 – 11:34 hs

    O que realmente deve ser mudado é o nosso sistema eleitoral, como o da Alemanha por exemplo.

  3. Zangado
    domingo, 23 de maio de 2010 – 12:11 hs

    Ministro Versiani com razão.
    Chega de hipocrisia.
    O pretenso candidato, não raro, já está em campanha junto com o governante que o apoia ou lança.
    Tudo isso é feito publicamente.
    O tempo entre a homologação da candidatura pela convenção é muito curto até as eleições, então, a propaganda já começa antes, bem antes.
    A comprovação está aí pelas pesquisar que já começam a considerar os pretensos candidatos.
    A lei vigente já não serve à realidade, até porque os políticos não respeitam a lei eleitoral.
    Taí Lula sendo multado quinzenalmente e fazendo troça disso.
    Ou muda-se a lei e sua interpretação ou muda-se a realidade.

  4. domingo, 23 de maio de 2010 – 12:35 hs

    Totalmente tedenciosa a o opinião de Versiani no momento atual.
    Porque só AGORA elle tem essa opinião ? Para que os PTralhas se beneficiem mais uma vez ???

  5. Tudo dominado
    domingo, 23 de maio de 2010 – 12:39 hs

    Enquanto houver uma lei vigente, cumpra-se. Então senhor ministro, ajude a manter a lei, ao invés de ficar viajando no que seria o ideal, para justificar o 171 eleitoral.

  6. VLemainski-Cascavel-PR
    domingo, 23 de maio de 2010 – 13:26 hs

    É muito lógico e claro o comentário do ministro. Favorece quem desrespeita a lei. A turma do Silva nem está ai para a lei, preferindo pagar as multas baratas para auferir excelentes resultados. Quem obedece a lei fica prejudicado, parecendo otário.

  7. Divanir
    domingo, 23 de maio de 2010 – 13:26 hs

    É melhor liberar mesmo, pois se o Presidente da República não respeita as Leis eleitorais, quem vai respeitar, como exigir isto dos demais candidatos, se quem deve dar exemplo, deixa a desejar. Fica difícil competir com alguém que tem a máquina do estado a nível federal. Isto tudo é uma vergonha. Esperar o que, se ele vem do PT.

  8. EU SOU A MOSCA
    domingo, 23 de maio de 2010 – 13:59 hs

    Cada um , usa a arma que tem ! Enquanto o PIG não pára de tentar detonar a Dilma , o TSE dá ao PT , o direito de gratuitamente , divulgar em todos os meios de comunicação , inclusive no horário nobre da Globo , que a candidata do LULA à sucessão , é a DILMA ! Não adianta espernear , a DILMA será a primeira MULHER PRESIDENTE DO BRASIL !

  9. DANE-SE A CLASSE MÉDIA
    domingo, 23 de maio de 2010 – 14:10 hs

    Que se dane a classe média.
    O podbre precisa mesmo é comer.
    Escola pública? Praque.
    Carro novo? Pra que?
    Casa nova? Pra que?
    Lazer? Pra que?
    Educação aos filhos? Pra que?
    Trabalho? Pra que?

    Temos o pai Lula que da bolsa família, v ale luz, vale telefône, vale presídio.

    Que se foda a classe média, a burguesia, a eleite como gosta de dizer a Petezada. Que paguem impostos para garantir a nossa boquinha.

    Dilma?
    Ora, é uma despreparada e dai?
    Assaltou Bancos, e dai?
    É acusada de formação de quadrilha e assassinato, e dai?

    O que importa é que o Lula mandou votar nela. Isdso é que importa.

    RESUMO DA ÓPERA.
    O voto do burro é que vale mais.

    JOSÉ SERRA NELES.
    .

  10. RST
    domingo, 23 de maio de 2010 – 14:11 hs

    Concordo plenamente com o Ministro Versiani. É muita hipocrisia a lei eleitoral proibe participações de candidatos a cargos eletivos em programas politicos? Então se acabe com os programas politicos. E afinal pau que dá em Francisco não dá em Chico? Que discriminação é essa em que só o PT é autuado enquanto o Serra faz propaganda eleitoral desde o ano passado com propagandas da Sabesp até no Nordeste e ninguem fala nada? E o que dizer das aparições do Sr Serra em programas de outro partido como o Dem, o que é proibido e oTSE faz vista grossa? Vamos acabar com essa HIPOCRISIA.

  11. Só desejo a Paz
    domingo, 23 de maio de 2010 – 14:36 hs

    Lembro-me bem da revolução de 64; tinha na época 21 anos, eramos jovens demais para entender o golpe militar, porém, hoje, vejo que realmente foi a grande necessidade e, graças a Deus os militares puseram ordem na casa. Tanto é que pessoas de bem não foram torturadas pelos militares; só os facinoras da esquerda radical, os guerrilheiros que queriam a todo custo implantar no país o regime comunista que já havia sido implantado em Cuba.

    Vejam bem: Jango estava disposto a seguir os regimes da URSS, China, Cuba e tantos outros que se instalaram no mundo. Hoje, mais do que nunca, nós precisamos ficarmos de olhos abertos para que a infelicidade não nos colha de surpresa, pois com o atual “PAC” implantado pelo governo Lula, que na verdade nada mais é que um palanque para eleger a ministra Dilma, caso por infelicidade ela se eleja, nada mais restará a nós do que amargar até o fim de nossos dias a total miséria, pois, o comunismo, travestido de socialismo, nada mais é do que a inexistência da liberdade. Todo terrorismo deverá ser banido, aplicando aos mesmos o que foi aplicado pelas forças armadas com a ditadura militar.

    Abaixo o comunismo. Abaixo a desgraça e viva a Democracia (porém plena de homens capazes e honestos para que não vingue a desgraça da corrupção, assim como hoje vemos nas esferas políticas em todos os graus da nossa república.

  12. Sirlei
    domingo, 23 de maio de 2010 – 15:36 hs

    Até que enfim apareceu alguém graduado para expressar uma opinião correta acerca do circo instalado na propaganda eleitoral. É ridículo. Parece briga de comadres. Um processa o outro, outro critica e a zoana continua.

  13. ILDO BALDO
    domingo, 23 de maio de 2010 – 18:42 hs

    essa tucanada falam na lei porque la naquele tse só tem
    puxa saco dos tucanos que por bem da verdade o serra careca
    já teria sido multado muitas vezes
    e voceisficam ai falando bestera eestâo desesperado porque a
    careira já esta perdida
    e dale dilma dilma dilma dilma

  14. ROK
    domingo, 23 de maio de 2010 – 19:32 hs

    COMCORDO COM ELE MAS SO SE FOR NA TV PAGA

  15. J C V
    domingo, 23 de maio de 2010 – 20:27 hs

    Neste momento fica muito ruim liberar a propaganda, mesmo por que tem uns meninos com a barruca cheia, dispostos a gastar o que for possível para voltar ou conquistar o poder, para depois encher duas ou três ou……mais barrucas e ai nosso país ou nosso estado podem voltar aquela letargia que era muito costumeira anteriormente.
    Regra é regra, se for pra mudar que mude para as eleições depois de 2010.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*