Um Paraná tucano | Fábio Campana

Um Paraná tucano


De Felipe Patury, na Veja:

Pode ser concluído nesta semana um capítulo crucial da campanha presidencial: a montagem do palanque do Paraná, que tem 7,5 milhões de votos e é o sexto maior colégio eleitoral do país. Hoje, há no estado dois candidatos competitivos: Beto Richa, do PSDB, e Osmar Dias, do PDT.

Caberia ao último dar sustentação à campanha da petista Dilma Rousseff ao Palácio do Planalto. Em troca, Dias exigiu apoio total do PT e que os partidos da base lulista participassem da sua chapa, inclusive o PMDB. O PT resistiu e o PMDB lançou um candidato à sucessão local.

O pedetista quer desistir do governo, apoiar Serra e concorrer a senador na chapa de Richa. O caso abrirá um rombo na aliança do PDT com o PT, que já naufragou no Maranhão e está ameaçada no Ceará.


3 comentários

  1. Pesquisa
    terça-feira, 11 de maio de 2010 – 16:32 hs

    Interessante que há 6 meses atrás Osmar era o favorito ao governo do estado, 3 meses atrás Beto Lerner era o favorito. E agora Pessuti é o favorito. O que é política eim.

  2. terça-feira, 11 de maio de 2010 – 17:45 hs

    hehehe..desde quando o Pessuti é favorita a alguma coisa..tem aí um levantamento em Londrina de uma semana que o Pessuti tem 2,2 % dos votos lá….Pessuti é o alvo das pancadas se o Osmar sair da briga…..Beto governador, aclamado em outubro..Pessuti, rumo aos 1,9% dos votos ( 140 mil) no máximo…

  3. Sou do litoral
    terça-feira, 11 de maio de 2010 – 17:57 hs

    QUERO PARABENIZAR O SR. ENIO VERRI PELO NAUFRAGIO DO PT PARANAENSE ! VC CONSEGUIU COM SUA GRANDE HABILIDADE E ARTICULAÇÃO POLÍTICA . É ISSO AÍ ……

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*