Senado aprova reajuste de 7,7% para aposentados | Fábio Campana

Senado aprova reajuste de 7,7% para aposentados

Em votação simbólica, texto foi mantido como veio da Câmara, com o fim do fator previdenciário; MP segue para sanção presidencial

Ana Paula Scinocca, de O Estado de S. Paulo

BRASÍLIA – Em menos de cinco minutos, o Senado aprovou na noite desta quarta-feira, 19, a medida provisória que reajusta as aposentadorias acima de um salário mínimo. Em votação simbólica, fruto de acordo entre as lideranças do governo e da oposição, os senadores mantiveram o texto como veio da Câmara. A MP segue agora para sanção presidencial e caberá ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva eventual veto. Dos 81 senadores, 78 estavam presentes no momento da votação.

Ao apresentar seu relatório, o líder do governo, senador Romero Jucá (PMDB-RR), sinalizou que o presidente Lula deverá sancionar o reajuste de 7,72% e vetar apenas o fim do fator previdenciário. “Acabar com o fator previdenciário e não criar nada em contrapartida é uma irresponsabilidade”, discursou.

Em nome do governo, Jucá avisou que a votação no Senado respeitaria a da Câmara para não atrapalhar a tramitação da MP. Se a Casa tivesse feito ontem qualquer alteração no texto, a matéria teria de voltar para a Câmara e, assim, correria risco de caducar, já que o prazo final para a sanção termina no dia 1º de junho.

A votação da MP que reajusta as aposentadorias foi acompanhada por uma centena de aposentados, que lotou as galerias do Senado. Segundo técnicos do Congresso, o reajuste e o fim do fator previdenciário podem provocar despesa adicional de R$ 5,6 bilhões a partir de 2011. Somente neste ano, o rombo deve ser de R$ 1,8 bilhão.

Após a votação, Jucá disse que o veto de Lula em relação ao fim do fator previdenciário “já estava garantido”.

O mecanismo do fator previdenciário foi aprovado no governo Fernando Henrique Cardoso (1995-2002) para desestimular aposentadorias precoces e beneficiar trabalhadores que se mantivessem no mercado de trabalho.


4 comentários

  1. Professor
    quinta-feira, 20 de maio de 2010 – 1:25 hs

    ATENÇAÕ ATENÇÃO MUITA ATENÇÃO No Paraná o Pessutão já começou a aprontar.MAIO é o mês da reposição salarial para professores.Lutamos por mais de 20% e conseguimos somente 5% que é apenas a reposição.Pasmem os Senhores,pois hoje recebemos a notícia que a folha foi rodada dia 14 sem os 5%.Onde esse homem pensa que vai chegar desse jeito?

  2. CAÇADOR DE PETISTAS
    quinta-feira, 20 de maio de 2010 – 9:02 hs

    È isso ai.
    Os aposentados deste pais merecem. Se foi ou não FHC, agora pouco importa, o que realmente importa é corregir um erro do passado.

    Os valores que serão acrescidos á aposentadoria de quem lutou para o crescimento do Brasil não é esmola é de direito e não adianta dizer que o INSS foi sofrer um rombo.

    BILHÕES PARA A REALIZAÇÃO DA COPA DO MUNDO e MAIS BILHÕES PARA AS OLIMPIADAS TEM.

    MILHÕES PARA AJUDAR OUTROS PAISES TEMMMM, ENQUANTO QUE OS BRASILEIROS MORREM NA FILA DE ESPERA DO INSS E ESCOLA PÚBLICAS SÃO SUCATEADAS.

    Quero mesmo é ver se o Ditador Lula da Silçva tem C….. pra vetar.

  3. O democrata
    quinta-feira, 20 de maio de 2010 – 10:37 hs

    AO CAÇADOR DE PETISTA, meus parabens,pelo excelente comentário.vc dá uma demonstração q.nem todos os eleitores são alienados politicamente.

  4. quinta-feira, 20 de maio de 2010 – 12:09 hs

    EU ACHO QUE O PRESIDENTE LULA VAI APROVAR..POIS SÃO 9 MILHÕES DE APOSENTADOS E SOME POR TRES DE CADA FAMILIA ISSO DÁ 27 MILHÕES DE VOTOS,,É UMA QUANTIA QUE PODE MUDAR OS RUMOS DE UMA ELEIÇÃO…E ALEM DO QUE OS APOSENTADOS MERECEM TUDO DE BOM ;;;;;EM RESPEITO AO QUE TEM FEITO EM PRÓL DO PAIS.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*