Rombo no caixa do Estado. Herança de Requião? | Fábio Campana

Rombo no caixa do Estado. Herança de Requião?

Técnicos da Secretaria da Fazenda calculam em R$ 1,2 bi (um bilhão e duzentos milhões de reais) o déficit previsto para este ano nas contas estaduais.

Subiram as despesas de custeio, a folha cresceu e a arrecadação despencou, dizem eles. Por isso mesmo o Estado está fazendo uma operação de trasnferência de todos os fundos de órgãos como o Detran para reforçar o caixa.

Além disso, é visível a olho nu o retorno dos fiscais da receita estadual, acompanhados da polícia, nas saídas das cidades.


24 comentários

  1. PERISCOPIO
    quarta-feira, 26 de maio de 2010 – 10:46 hs

    QUEM SABE UMA AÇÃO DE VOLTAR COM AS CAMPANHAS DE TROQUE SUA NOTA ALIADA A UMA AÇÃO SERIA DE FISCALIZAÇÃO E COBRANÇA NÃO RESOLVE.
    ME PARECE QUE É O QUE FALTA ACABAR COM A LETARGIA NO SISTEMA DE ARRECADAÇÃO.

  2. João Hansen
    quarta-feira, 26 de maio de 2010 – 11:05 hs

    Caro Redator: A sociedade já sabia do resultado, está apenas aguardando o tamanho do furo. A sociedade está aguardando quando as autoridades judiciárias irão exercer suas funções fazendo executar os mandados, ou estão aguardando novos lances como a prática de nepotismo e de estelionato eleitoral praticados durante o processo democrático de renovação eleitoral, ação que poderá tomada após a eleição quando o mesmo adquirir o direito a impunidade eleitoral. Atenciosamente.

  3. Geraldo Medeiros
    quarta-feira, 26 de maio de 2010 – 11:09 hs

    Esse coronel frustrado conduziu o processo de maranhanização do Paraná, conseguindo quebrar o Estado em suas 3 gestões como governador e os 8 anos de Senador, quando atrapalhou todos os pleitos da sociedade,

    Ainda bem que não deitou raízes como o Sarney do Maranhão e do Amapá. Mas levaremos uns bons 20 anos apenas para recuperar as perdas.

  4. observando
    quarta-feira, 26 de maio de 2010 – 11:15 hs

    Terrorismo para suprir o caixa desviado? – Com policiais? É guerra?
    Está na hora, aliás, passa da hora – de lutarmos contra os impostos excessivos. Não alcançam os objetivos sociais, como constam nos orçamentos.
    Que tal cada comerciante anunciar dois valores:
    Mercadoria …. (tal) R$ ….
    Iimpostos …. R$ ….
    TOTAL R$ ….
    PARA QUE O POVO SAIBA QUANTO PAGA DE IMPOSTO

  5. CLOVIS PENA -
    quarta-feira, 26 de maio de 2010 – 11:18 hs

    Ué !!
    E a tal “reforma fiscal” fantástica, bolivariana, que houve na província ?

  6. saci
    quarta-feira, 26 de maio de 2010 – 11:20 hs

    coisa da imprensa canalha!!! requião é exemplo de moralidade e para com a coisa pública!!
    hahahahhahahahhahahhaha

  7. Servidor
    quarta-feira, 26 de maio de 2010 – 11:21 hs

    É isso aí, o Paraná bate todos os records, segundo o requião !Então. como explicar, o Paraná com o maior crescimento no PIB do Barsil nos ultimos meses e uma arrecadação tão baixa ?. Quer uma explicação : Falta de investimento na Secretaria da Fazenda, falta de valorização dos funcionários, além das insenções, benefícios fiscais, dispença de multas, anistias, etc, etc, etc…, a troco de que : Menos hospitais, menos escolas, menos saúde, menos segurança pública, menos estradas, essa foi a pólitica do governo nos ultimos 7 anos.

  8. LEAD
    quarta-feira, 26 de maio de 2010 – 12:16 hs

    Ué! Não anunciaram aos 4 ventos a mensagem do aumento para os funcionários para votação na Assembléia. Com toda a ponta, até o Pessuti faturou mídia em cima disso. Agora, depois de aprovada a Lei, dizem que não tem caixa? Os deputados comeram tudo?

  9. Zangado
    quarta-feira, 26 de maio de 2010 – 12:47 hs

    Tivemos uma década de “desapercebimento” senão de “compadrio” manifesto e escandaloso das ditas autoridades de controle público (Ministério Público, Tribunal de Contas, Judiciário, parlamentares isentos da Assembleía), salvo raras e honrosas exceções, sobre os desmandos do Poder Executivo.

    A sociedade, tomada pela anomia reinante, agora com o movimento “O Paraná que queremos” piou tarde. Os prejuízos públicos estão aflorando.

    O deputado Gustavo Fruet, cerca de tres anos atrás, denunciava em pronunciamento no Congresso, que no Paraná “nada se apura, ninguém é punido”.

    A abertura da Caixa de Pandora da Assembléia Legislativa, se por um lado é salutar, por outro, faz deixar de banda ou no esquecimento total, os desmandos do Executivo.

    Mas, o pior de tudo: NINGUÉM SERÁ CHAMADO Á RESPONSABILIZAÇÃO !

    Nem a uma simples licitação das tv laranjas e seus indefectíveis pen-drives sequer se dignaram a dar uma conclusão á sociedade sobre as denúncias públicas levadas a efeito.

    O Paraná que queremos, portanto, não será tomado pelo exemplo edificante, vale dizer, apurar também a responsabilidade dos agentes e mandatários públicos malversadores e ímprobos.

    Menos bom ou menos ruim ?

  10. Zóio de Bebum
    quarta-feira, 26 de maio de 2010 – 12:51 hs

    REUQUIÃO deve fazer uma faxina na política do Paraná, abandoná-la.

  11. João Luiz
    quarta-feira, 26 de maio de 2010 – 12:59 hs

    É isso aí, cade o homem mais sério do mundo?

    Agora fica criticando seu sucessor para tampar o sol com a peneira, onde deveria estar explicando o escandalo das TVs laranja, e mais deixou inclusive a educação sem dinheiro para nada.

    Requião tem que ir para o lugar que merece, ele com sua catrefa.

    Cadeia neles!!!

  12. Divanir
    quarta-feira, 26 de maio de 2010 – 13:08 hs

    Saci, você está vivendo aonde? isto não é um conto de fadas! Acorda, Requião é sim, muito mentiroso. Requião deixou foi uma bomba para o Pessutão.

  13. Borduna
    quarta-feira, 26 de maio de 2010 – 13:53 hs

    Vamos colocar os pingos nos iiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiis. Quem quebrou esse estado foram o 8 anos de lernismo….

  14. oinformante de foz
    quarta-feira, 26 de maio de 2010 – 13:59 hs

    E o distinto da foto, quando vinha para Foz do iguaçu, só frequentava os restaurantes da Argentina…agora vá pedir votos para eles….

  15. A VERDADE
    quarta-feira, 26 de maio de 2010 – 14:05 hs

    Aí está a verdade. Um rombo de 1.2bi no caixa do Estado do Paraná, deixado pelo ex – requião. Aos poucos vamos sabendo ainda mais quem foi esse ex que tanto mal fez em seus governos.

  16. Incógnito
    quarta-feira, 26 de maio de 2010 – 14:08 hs

    Será que é por isso que ano passado aconteceu isso abaixo e que não é publicado em lugar nenhum???? Um Secretário aumentando remuneração por resolução, sem lei???

    SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA
    RESOLUÇÃO 173/2009 – SEFA
    DIOE 8134 de 07/01/2010
    O SECRETÁRIO DE ESTADO DA FAZENDA, no uso das atribuições
    que lhe confere o art. 66 da Lei Complementar no 92, de 5 de julho de 2002, tendo em
    vista a Informação no 503/2008 da Diretoria de Contas Estaduais do Tribunal de
    Contas do Estado, o Parecer no 50/2008 da Procuradoria Geral do Estado, o Parecer
    no 12.207/2008 da Procuradoria do Ministério Público junto ao Tribunal de Contas, as
    reiteradas decisões judiciais favoráveis aos fiscais, relativamente ao recebimento das
    quotas de produtividade “esforço fiscal coletivo”, de que trata a Resolução 36/2005-
    SEFA, o teor do Acórdão no 25.210 da 6a Câmara Cível do Tribunal de Justiça do
    Paraná e,
    Considerando:
    os excelentes resultados da política fiscal implementada pelo
    Governador Roberto Requião, com suporte nos projetos específicos de fiscalização;
    que o Paraná, graças à pujança de sua economia e ao trabalho da
    Fazenda paranaense, é a quinta arrecadação do País em ICMS;
    a constante busca por maior eficiência da administração pública no
    combate à sonegação fiscal e, finalmente;
    que a remuneração dos Auditores Fiscais é composta, em sua maior
    parte, por quotas de produtividade, e que estas resultam do combate à sonegação
    fiscal;
    RESOLVE
    Alterar o limite de percepção do prêmio de produtividade a que se
    refere a Resolução 131/2002-SEFA para 6.460 (seis mil quatrocentas e sessenta)
    quotas, ficando alterado para 5.510 (cinco mil quinhentas e dez) o limite de percepção
    das quotas fixas de que trata o item 1 da Resolução 131/2002 – SEFA.
    Esta Resolução entrará em vigor na data da publicação, surtindo
    efeitos financeiros a partir de 1o de março de 2010.
    Curitiba, 31 de dezembro de 2009
    Heron Arzua
    SECRETÁRIO DE ESTADO DA FAZENDA
    Nestor Celso Imthon Bueno
    DIRETOR GERAL

  17. Marcos Pop
    quarta-feira, 26 de maio de 2010 – 14:41 hs

    E agora Requião? Antes vc só falava dos rombos do governo Lerner. E agora vão falar sobre os seus!

  18. O democrata
    quarta-feira, 26 de maio de 2010 – 15:23 hs

    Resposta ao “INCÓGNITO” talvês vc não saiba q. o estado do Paraná é o 5º em arrecadação e a 5º economia do Brasil,só que os Auditores Fiscais da Receita do Estado do PR,tem a 22º isto mesmo vigéssima segunda remuneração do Brasil,perdendo para o Amapá,Amazinas,Piaui,Alagoas e outros q.so produz mandioca ou macaxeira,então nã fale besteira seu asno,idiota,pesquise primeiro e depois volta a falar do assunto.

  19. VLemainski-Cascavel-PR
    quarta-feira, 26 de maio de 2010 – 17:15 hs

    É com profunda tristeza que lemos jornais de outros estados e vemos as coisas acontecendo, empresas se instalando, indústrias sendo ampliadas, etc…
    Tenho visto muito pouco no Paraná…
    É muita conversa fiada e fofoca. E isso não constroi….

  20. Aguave
    quarta-feira, 26 de maio de 2010 – 17:44 hs

    E de anistia em anistia chegamos lá uai!

  21. JustoVeríssimo
    quinta-feira, 27 de maio de 2010 – 8:45 hs

    O povo que elege, reelege e tolera
    esse homo-gardenalis, merece
    sem dúvida!…

  22. quinta-feira, 27 de maio de 2010 – 12:03 hs

    Claro que tinha que ter um rombo destes,pois,desprezaram o cofre, faltou milho para a galinha dos ovos de ouro,ou melhor dizendo, a maior fonte arrecadadora de ICMS do Paraná está em Paranaguá.Portanto, tentaram matar a galinha dos ovos de ouro,pois, faltou milho,sobrou palha, porque????Quanto tempo sem a ideal dragagem no canal de acesso,e não se iludam,agora que pensamos em melhorar o CEGO coloca as raposas para cuidarem da galinha dos ovos de ouro.
    Tenho dó do próximo governador,seja ele quem for, que vai herdar esta bagunça toda.
    Olha BETO se for você o eleito,tem pessoas que andam contigo que já passaram pela APPA e deixaram um grande rastro,todos em Paranaguá conhecem muito bem estas raposas que eu cito,é só ver e perguntar.Não adiantará tirar as velhas raposas e trocar por raposas famintas….
    Impeachment já no porto antes que afundem de uma só vez…Não se mata assim a galinha dos ovos de ouro,tem que tratá-la e muito bem.
    Sr.ocupante do cargo de governador,o sr. conseguiu por um acaso ver o cacife dos seus nomeados para administrar um ícone de estrutura sólida financeira do nosso Estado????? Isto não é para qualquer político e sim para gente qualificada,com capacidade técnica.
    È imposível ver isto,e, os parnanguaras ficarem quietos em sua pracinha Fernando Amaro,tanta gente capaz dentro da própria estrutura portuária,e,colocam estes malas para tentar administrar um orgão tão importante como este????? É impossível aceitar….
    O rombo vai ficar maior ainda,cadê os bons profissionais!!!!!!!!
    Levanta minha gente,e aí Baka não vai fazer barraco????Você é engenheiro da APPA,lider político,ou ta mamando nesta também.E a conta do ISS devido pela APPA já liberaram ou estão fazendo saldo médio com ela…..

  23. Aguave
    quinta-feira, 27 de maio de 2010 – 14:04 hs

    Tá querendo uma boquinha né safado!!!

  24. luiz carlos
    quinta-feira, 27 de maio de 2010 – 17:38 hs

    Lorotas, a arrecadação despencando?
    Não é o que está no relatório da SEFA que veio para a ALEP.
    Nele a receita vai de vento em popa.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*