PP negocia com PDT e se aproxima dos tucanos | Fábio Campana

PP negocia com PDT e se aproxima dos tucanos

Do Paraná Online

A direção estadual do PP está tentando definir um lado na disputa ao governo do Paraná. O presidente estadual do PP, deputado federal Ricardo Barros, esteve anteontem em Brasília com o presidente nacional do PDT, ministro Carlos Lupi, e o senador Osmar Dias, pré-candidato do partido ao governo. E ontem, o presidente do PP retomou os contatos com o PSDB do Paraná.

O dirigente nacional do PDT propôs ao PP do Paraná o apoio à candidatura do senador Osmar Dias ao governo. Barros disse que não é hora de definir e que também está aberto a discutir com o PSDB, o primeiro partido a fazer uma proposta de acordo ao PP.

Barros e os deputados federais Nelson Meurer e Dilceu Sperafico estiveram reunidos com o presidente estadual do PSDB, Valdir Rossoni, e o pré-candidato do partido ao governo, Beto Richa, no escritório político do ex-prefeito de Curitiba.

“Sempre estivemos conversando. Mas agora estou terminando o plano de governo e quero conversar com base nessa proposta”, disse Barros, que há uma semana também esteve com o governador Orlando Pessuti, pré-candidato do PMDB ao governo.

Mas a proposta eleitoral do PP é a mesma que foi apresentada no início das negociações. O partido pede a vaga para disputar o Senado e a coligação nas eleições para Assembleia Legislativa e Câmara dos Deputados.

Quando negociava essa condição com o PDT e o PT, antes da suspensão das conversas entre os dois partidos, Barros não foi muito longe. O PT, como justificou seu presidente, Ênio Verri, pretende fazer uma aliança proporcional com partidos que tenham potencial de votos semelhantes aos dos seus candidatos a deputado federal e estadual. O PP não se enquadra nesta categoria. Seus eleitos costumam ter média de votos bem mais alta que os candidatos do PT.

Interesse

No encontro com os tucanos, Barros disse que o PSDB reafirmou o interesse em receber o PP numa coligação. Mas ainda não respondeu se todas as condições serão atendidas.

“Mas é isso que eu tenho que tentar conseguir. E fui conversar ontem para saber se ainda havia o interesse”, justificou o presidente do PP que, durante a semana, encontrou-se com o presidente nacional do PSDB, Sérgio Guerra, em Brasília.

Base de apoio do presidente Lula (PT) no Congresso Nacional, o PP está sendo apontado como o partido que poderá oferecer o candidato a vice-presidente na chapa do ex-governador José Serra (PSDB).

O nome seria o do presidente nacional do PP, senador Francisco Dornelles, do Rio de Janeiro. Barros afirmou que essa aliança ainda não saiu do campo das especulações.

“O PSDB e o DEM são adversários do Dornelles no Rio de Janeiro. Nem fomos convidados”, afirmou o presidente do PP do Paraná, que acredita na neutralidade do partido na disputa presidencial.


10 comentários

  1. antonio francisco da silva
    sexta-feira, 7 de maio de 2010 – 12:56 hs

    esse PP não passa de um escritorio de interesses particulares e ainda querem ser levados a serio pelo eleitor esclarecidos.Somente os otários que votam neles

  2. Eugenio Bello
    sexta-feira, 7 de maio de 2010 – 14:07 hs

    O PP tende a fechar o apoio ao PSDB. E isto não ocorreu, porque insiste em fazer da Deputada Cida Borgehtti vice.

  3. Marcos Cordeiro
    sexta-feira, 7 de maio de 2010 – 14:19 hs

    Esse Antonio deve ser um cidadão bem certinho na vida no modo geral, nunca defendeu seus interesses, nunca foi levado a sério, pelo visto é eleitor esclarecido e não deve ser um, ou nunca foi otário!?!?
    Quando apontamos o indicador para alguém, nunca esqueça que o dedo minguinho, o anelar e o do meio, aponta para si mesmo!!!

  4. Antonio
    sexta-feira, 7 de maio de 2010 – 15:14 hs

    O PP está no caminho certo, melhor se livrar mesmo do PT.

  5. Jonas
    sexta-feira, 7 de maio de 2010 – 15:18 hs

    Esse é o futuro Senador do Paraná. Renovação Já.

  6. Borduna
    sexta-feira, 7 de maio de 2010 – 16:14 hs

    Alguem tem de dizer pra esse deputado que q

  7. Borduna
    sexta-feira, 7 de maio de 2010 – 16:15 hs

    Alguem tem de dizer pra esse deputado que que quer trocar de gabinete da câmara pro senado, que ser senador é algo mais do que intermediar emendas orçamentárias e liberação de verbas……

  8. PP É FICHA SUJA
    sexta-feira, 7 de maio de 2010 – 16:20 hs

    PSDB SERVIRÁ PARA LEVAR OS FICHAS SUJAS DO PP PARA A ASSEMBLEIA E CAMARA DOS DEPUTADOS?

    Sai dessa, que o PSDB Nacional já interviu uma vez no Paraná e vai intervir de novo, hein Rossoni?

  9. Luiz G Barroso
    sexta-feira, 7 de maio de 2010 – 16:22 hs

    Mais uma vez uma postura inteligente do Dep. Ricardo Barros… ao contrário de tantos outros mantém sua postura leal e reta em busca de sua vaga no Senado

  10. walter
    sexta-feira, 7 de maio de 2010 – 20:56 hs

    um bandido incomoda muita gente, dois bandidos incomoda, incomoda muito mais

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*