PM prende dupla em Curitiba com R$14 mil em notas falsas | Fábio Campana

PM prende dupla em Curitiba com R$14 mil
em notas falsas

Deu no Bem Paraná

Policiais do 13º Batalhão de Polícia Militar apreenderam R$ 13.660 mil reais em notas falsas em um veículo no estacionamento de um mercado, localizado na Rua 1º de Maio, no Bairro Xaxim, em Curitiba, na tarde deste sábado (01). Foram detidos Edimar Rodrigues, 26 anos, e Alexandro Terres Martins, de 29 anos, que além das notas, estavam com uma espingarda calibre 32, com numeração raspada.

Segundo o tenente Felipe Malheiros, que conduziu a ação, 95% das notas eram no valor de R$ 50, e o restante de R$10 e R$100. “A falsificação era tão ruim que era possível perceber a olho nu que se tratava de dinheiro falso”, disse. A ação ocorreu na área da 1ª Companhia do 13º BPM. “Não conheço na história da PM, pelo menos na capital, uma apreensão de grande quantidade de notas falsas como esta”, afirmou o tenente. A dupla utilizava um veículo Alfa Romeo, cor preta, com placas de outro estado e, tudo indica, segundo a polícia, que eles tentariam repassar o dinheiro no mercado.

O tenente informou que tudo ocorreu a partir de uma denúncia anônima, feita ao telefone 190, de que eles estavam com dinheiro falso e tentariam repassar nos comércios daquela região. Os detidos e o dinheiro foram encaminhados a Delegacia da Polícia Federal, em Curitiba. “Os trabalhos da PM continuarão no sentido de encontrar outras pessoas ligadas a dupla e o fabricante das notas falsas”, ressaltou o tenente. “De acordo com o Código Penal, artigo 289, falsificar, fabricar ou adulterar a moeda ou o papel-moeda é crime e a pena prevista é de 3 a 12 de reclusão e multa; por ser um crime contra a União é que encaminhamos à Polícia Federal”, explicou Malheiros. O veículo já estava sendo procurado pela PM, conforme relatou o tenente. “Na sexta-feira (30) houve uma tentativa de abordagem a ele, mas o condutor, após acompanhamento tático pela Linha Verde, conseguiu fugir”, conta.


Um comentário

  1. Borduna
    segunda-feira, 3 de maio de 2010 – 9:30 hs

    Dúvida: essa não é uma coluna policial, é política, pois não. Então ao trazer notícia de falsários, pode-se supor que são da turma do mensalão e do dossie do PT, do mensalão do PSDB Mineiro ou mensalão do DEM de Brasília….

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*