Pessuti estuda trocar guerra jurídica por negociação com Itaú | Fábio Campana

Pessuti estuda trocar guerra jurídica por negociação com Itaú

Abraão Benício do Bem Paraná

O Governo do Estado estuda uma solução para a dívida que o Paraná tem com o banco Itaú, que restou da privatização do Banestado, em 2000. O governador Orlando Pessuti determinou que a Secretaria da Fazenda e a Procuradoria Geral do Estado avaliem alternativas.

“Queremos saber se é conveniente prosseguir no confronto jurídico ou se existe espaço para a negociação. Acordo só será feito se for dentro daquilo que o Paraná entende como justo”, afirmou Pessuti, na Escola de Governo desta terça-feira (04).


11 comentários

  1. Borduna
    terça-feira, 4 de maio de 2010 – 14:19 hs

    Fazer acôrdo com dinheiro público? como é isso?

  2. justiceiro
    terça-feira, 4 de maio de 2010 – 16:00 hs

    REIquião que se diz tão zeloso pela coisa pública tirou as contas que mantinha com o Banco Itaú e entregou tudo ao Banco do Brasil e Caixa Economica, sem que ao menos se procedesse licitação pública entre todas as demais instituições públicas e privadas, para se saber qual o Banco mais vantajoso para o governo do Paraná.
    Pessuti fará isso?

  3. antonio carlos
    terça-feira, 4 de maio de 2010 – 19:24 hs

    Como é fácil governar o Paraná, é só fazer o que o aposentado fez, mas ao contrário. E é o que o Pessuti está fazendo. Não falou mal do BC e do Tesouto Nacional, e a tal multa acabou. E agora resolve esta parada com o Itau. Só falta agora o apsentado ter um infarte, porque se inveja mata-se, ao contrário do que se diz, ele já teria morrido. Mas ele é forte, mas é bom ir aprendendo a gostar de engulir sapo, porque é só o que ele vai engulir daqui até o fim do ano. Bem feito, quem faz aqui, começa a pagar aqui mesmo. ACarlos

  4. Nivaldo Bengala
    terça-feira, 4 de maio de 2010 – 19:29 hs

    É só o Pessutão retornar com o pagamento dos salários dos funcionários do Estado para o ITAU, que o Requião transferiu para o BB, que a divida será perdoada pelo banqueiro. E viva o Paraná!

  5. TUKU NARE
    terça-feira, 4 de maio de 2010 – 19:52 hs

    justiceiro, na ocasiao o Requiao fez um bom acordo para o funcionalismo, bem como acerto de financiamento para mini e pequenos agricultores, ao contrario
    de prefeituras de varios municipios, que venderam a folha de pagamento para os
    bancos privados,, ferrando o funcionalismo. com taxas de juros abusivos, e cobrando anuidade dos cartoes.

  6. Carla
    terça-feira, 4 de maio de 2010 – 20:19 hs

    Acho que o TUKU deve estar falando de outro assunto NARE, ter conta no BB é castigo para qquer ser vivente e ter conta no BB obrigado é decididamente um inferno, tenho conta no BB (obrigada pelo Demente, ex) e conta no Itau por opção, não se comparam, só para começar o Itau não me cobra tarifa alguma para manter a conta, enquanto o BB é só tarifa, para decifrá-las é preciso ficar ligando na agência para saber do que se trata. Para sua informação TUKU o BB cobra tarifa mensal do cartão NARE, agora me diga como se faz para acessar a conta sem cartão, isso me lembra o tempo das fazendas de café, após a libertacão dos escravos, qdo as pessoas eram obrigadas a fazer as compras na venda do dono da fazenda. TUKU se informe melhor NARE.

  7. Joice
    terça-feira, 4 de maio de 2010 – 21:09 hs

    Sou funcionária pública e não gosto do atendimento do Banco do
    Brasil, mas o atendimento no Itaú é maravilhoso, não contando
    que há Caixas Eletrônicos em “toda esquina” isso é muito bom.
    Queremos liberdade para optar em qual Banco receberemos nos
    vencimentos.

  8. TUKU NARE
    terça-feira, 4 de maio de 2010 – 21:49 hs

    CARLA nao sou funcionario publico, essa informaçao e de conhecidos, que comentam que obtem grandes vantagens em ter a conta no BB, EM TODOS OS SENTIDOS.

  9. Parreiras Rodrigues
    terça-feira, 4 de maio de 2010 – 21:49 hs

    O atual governador do Paraná se chama Orlando Pessuti…

  10. Observando
    terça-feira, 4 de maio de 2010 – 22:07 hs

    Justieiro tocou num ponto que não poderia deixar de acrescentar:
    Procure um caixa eletrônico da CEF …
    Na região da àgua Verde, República Argentina, veja quantos caixas para a multidão regional ( 2 caixas ), e não funciona o 24 horas fora de expediente. Outra agência regional? Ah! Tem uma no Portão. Saudades do Itaú, maior banco privado da América do Sul, entre os 40 do mundo … É caixa pra todo lado, tudo resolve pelo caixa 24 horas …

  11. Lelo
    terça-feira, 4 de maio de 2010 – 23:02 hs

    Discordo da Joice porque sempre fui muito bem atendido no Banco do Brasil!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*